Articles

Nova cartada do Exército Brasileiro

In Defesa, Geopolítica, Terrestre on 18/04/2010 by E.M.Pinto Marcado: , ,

http://lh5.ggpht.com/_ktn2DmlkK9g/S2rYOmPM31I/AAAAAAAACEQ/_gWy8022zGs/Historia-Listas-Exercito-Brasil.jpg

Com investimentos de R$ 149 bilhões até 2030, arma desloca quartéis para ampliar vigilância da Amazônia e prepara reforço de contingente com mais 59 mil novos integrantes

Os quartéis brasileiros estão em ebulição e não se trata apenas de comemorar a Semana do Exército, que transcorre até segunda-feira. É que está em andamento a maior modificação no tabuleiro de tropas já realizada no país desde que os militares assumiram o poder no Brasil, em 1964. A diferença é que a motivação agora não é ideológica, mas geopolítica. No cenário atual, brigadas de infantaria se mudaram ou estão em processo de mudança, desde o Litoral para o Planalto Central e para a Amazônia. Serão criados 28 novos postos de fronteira na região amazônica, para se somar aos 21 existentes. Outras unidades, de blindados, foram transferidas do Rio para o Rio Grande do Sul e Paraná ao longo dos últimos anos – e esses regimentos vivenciam, agora, o processo de modernização e aquisição de tanques de última geração.

Quando toda essa movimentação cessar, o Brasil terá 59 mil novos militares do Exército, a se somar aos 210 mil existentes agora. E um aparato bélico mais ágil. Os primeiros 8,3 mil soldados devem ser incorporados em até quatro anos. As mudanças no desenho das forças disponíveis das Forças Armadas começaram em meados dos anos 2000 e acontecerão até 2030. Como tudo na área militar, são cuidadosamente planejadas, a curto, médio e longo prazo. A maioria faz parte do Plano Nacional de Defesa, concebido pelo ministro da Defesa, o gaúcho Nelson Jobim em 2009.

http://www.forte.jor.br/wp-content/uploads/2009/07/braco-forte.jpg

Como sempre, as principais modificações atingem a maior das forças, o Exército, que denominou Estratégia Braço Forte o seu planejamento estratégico para os próximos anos. A Braço Forte tem dois programas, Amazônia Protegida e Sentinela da Pátria. No primeiro, serão criados 28 pelotões de fronteira, cada um deles com 50 integrantes, além de uma brigada com sede em Manaus. Com isso, o efetivo atual na Amazônia deve quase dobrar, passando de 25 mil para 49 mil militares (22 mil dos 59 mil previstos no reforço de contingente brasileiro devem ir para essa região).

Pacote com mísseis e aviões-robô

As mudanças não incluem apenas movimentação de tropas, mas modernização de arsenal. Os exportadores de armas não saem de Brasília. Sabem que o Brasil está indo às compras e representa a bola da vez no mercado bélico internacional. Caso seja levado ao pé da letra, o Plano Nacional de Defesa efetivará compras no valor de R$ 20 bilhões.

Entre as metas está um sistema antiaéreo com mísseis de médio e pequeno porte e aviões não tripulados (Vants), além de equipamentos de comunicações e radares. O Exército planeja ainda substituir os blindados sobre rodas Cascavel e Urutu por outros, mais modernos. A Marinha quer logo seu submarino nuclear. E a Aeronáutica está prestes a renovar sua frota de caças.

Os russos saíram na frente na tentativa de vender mísseis e ofertaram um sistema antiaéreo denominado Tor, para proteger cidades com grupamentos de artilharia anti-aérea como Brasília, Guarujá, Rio e Caxias do Sul. No páreo estão Israel, Suécia, França e China, que oferecem também mísseis pequenos, capazes de serem manejados por até dois homens.

Os mesmos países, além de Estados Unidos e Alemanha, ofereceram Vants, aviões que não usam piloto e fazem espionagem por meio de câmeras. A Polícia Federal já tem os seus, agora é a Aeronáutica que os deseja. O Exército planeja também adquirir pontes móveis para ceder, em casos de catástrofes. Ele tem algumas, alemãs. Quer ampliar a quantidade. Pretende ainda comprar telefones via satélite para os pelotões de fronteira e 150 mil fuzis, já que muitos dos FAL (arma-padrão nas Forças Armadas) estão com 40 anos de uso.

Fonte: Zero Hora via CCOMSEX

About these ads

11 Respostas to “Nova cartada do Exército Brasileiro”

  1. Gradativamente as boas notícias vão chegando. A END ganha corpo e fortalece as nossas FFAA. É necessário que a mídia desperte o povo para o patriotismo. Mostrar que devemos nos orgulhar de ser brasileiros. Para convencer que somos um povo pacífico precisamos estar bem armados. Esta é a máxima que prevalece no teatro global.

  2. São boas notícias, mas uma dúvida: em vez de pulverizar forças em postos com grupos de 50 homens não seria mais interessante criar melhores meios de vigilância e infantaria aerotransportada?

    E esses 150 mil fuzis, quais serão?

  3. Antes tarde do nunca, já ñ era sem tempo, o END vai tomamdo forma, só falta + equipamentos modrrnos p n FAs…parabéns.

  4. A melhor parte é essa:

    “Quando toda essa movimentação cessar, o Brasil terá 59 mil novos militares do Exército, a se somar aos 210 mil existentes agora. E um aparato bélico mais ágil. Os primeiros 8,3 mil soldados devem ser incorporados em até quatro anos. As mudanças no desenho das forças disponíveis das Forças Armadas começaram em meados dos anos 2000 e acontecerão até 2030.Quando toda essa movimentação cessar, o Brasil terá 59 mil novos militares do Exército, a se somar aos 210 mil existentes agora. E um aparato bélico mais ágil. Os primeiros 8,3 mil soldados devem ser incorporados em até quatro anos. As mudanças no desenho das forças disponíveis das Forças Armadas começaram em meados dos anos 2000 e acontecerão até 2030.”

  5. Essa notícia dos fuzis é interessante, ois li que les iam fazer uma modernização nos FAL para PARAFAL.

    Queria saber quais os fuzis que poderam entrar em serviço???

    Sabes Edilson algma coisa sobre ????

    Abs.

  6. Ainda é pouco pelo que o Brasil precisa!

  7. Uma dúvida!

    Eu compreendo investimentos, diferente de custos.

    Se o valor referente a R$ 149 Bilhões forem realmente valores de investimentos, seria equivalente a R$ 7,45 Bilhões por ano. Obviamente, além do orçamento referente a todos os outros custos de manutenção da força (Logísticos, Operacioanal incluindo com os novos equipamentos, Pessoal, Administativos, etc..).

    Em uma revista se não me engano da T&D (Há cerca de 4 anos), com o comandante do Exército na época ele disse que seria necessário ao exército investimento de US$ 2,5 a 3 Bilhões por anos pelo período de 15 anos initerrúptos, para a modernização dos equipamentos do exército.

    Se o valor citado da matéria for realmente investido, deve ser o que provavelmente o Exército necessite para implementação dos seus planos, ou estar muito próximo dele.

  8. hahahahhah ainda tem gente que acredita em REAPARELHAMENTO ?
    Esse END ai foi so para Subordinar as FFAA ao PODER CIIVL ou seja as FFAA estão subordinadas a quem a tanto odeia – PNDH-3 da vida – Em 2009 falaram a mesma coisa 7.5 bilhoes de reais para reaparelhamento do exercito. o Orçamento do Exercito em 2010 foi de 368 milhoes. Se o povo não lutar pelas FFAA as FFAA não lutaram pelo povo.

  9. Já fazem oito anos que este governo Lula está no poder e até agora não temos visto nada realizado. A força aérea brasileira está com o projeto se arrastando. Cadê os caças? Ficam adiando, adiando… O mandato ja está acabando, será que vcs tem coragem de colocar a Dilma, candidata do mesmo ramo diabólico para dar continuidade ao processo de destruição de nossas forças armadas?

  10. O problema é o investimento conseguir atravessar de Brasília até a floresta… mas quando chegar vai ser muito positivo sim.

  11. Pouco é Apelido !!
    Com o nosso tamanho territorial temos de produzir e as FAs comprarem um nº bem maior de equipamentos bélicos e armas de diversos tipos.
    Cabe aos governos dotarem as Orçamentos Militares-Despesas de Capital com recursos financeiros suficientes para realizarmos todas as ações militares de fortalecimento e modernização das nossas FAs/BR. Luiz O Velho Patriota

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 288 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: