Articles

Brasil deve comercializar diesel de cana-de-açúcar a partir de 2011

In Ciência, tecnologia on 21/07/2010 by Lucasu Marcado: ,

http://programaconexaoambiental.files.wordpress.com/2010/01/biocombustivel2.jpg

Colaborou: Edu Nicacio

O Brasil deve comercializar diesel produzido a partir de cana-de-açúcar em 2011. É o que promete a produtora americana do biocombustível Amyris Biotechnologies após inaugurar, nesta terça-feira (20), um projeto em associação com a prefeitura da cidade de São Paulo.

A divisão brasileira da Amyris Biotechnologies disse que a fábrica de São Martinho, que irá produzir biocombustível em grande escala, deve entrar em funcionamento no próximo ano; a comercialização do produto será imediata.

A Amyris e a Prefeitura iniciaram um projeto piloto no qual três ônibus do transporte urbano público serão abastecidos com 5% do biodiesel de cana-de-açúcar enquanto outros três serão abastecidos unicamente com biocombustível, a fim de estabelecer um comparativo de rendimento.

A Amyris, que desenvolveu o biocombustível de segunda geração, escolheu o mercado brasileiro como plataforma do produto e espera se unir aos grandes produtores locais de etanol, como a Cosam, Bunge e Açúcar Guarani, para conseguir atender a futura demanda.

No projeto piloto de São Paulo participam também a multinacional automotiva alemã Mercedes-Benz, encarregada de fabricar os motores dos ônibus, e a Petrobras, que tomará conta da distribuição do diesel de cana-de-açúcar.

O diesel de cana-de-açúcar foi aprovado pelos organismos reguladores dos Estados Unidos, que o consideraram o biocombustível menos poluente e que não atenta contra a produção de alimentos.

Fonte: G1

Anúncios

9 Respostas to “Brasil deve comercializar diesel de cana-de-açúcar a partir de 2011”

  1. Os biocombustíveis de 2ª geração (em regime de cooperativas familiares de agronegócio) são a grande oportunidade de desenvolvimento na África e parte da solução da transposição de uma economia INSTÁVEL baseada no petróleo para uma economia ESTÁVEL baseada em outros meios energéticos renováveis e seu uso racional.

    O grande problema do cultivo seria o acesso a água, ao qual poderia ser realizado através de desanilização por matriz solar/eólica (no começo poderia ser pelo próprio gás de suas jazidas), aproveitamento das águas das chuvas, irrigação eficiente (gotejamento) etc… O Brasil tem ampla experiência no campo prático e de pesquisa.

    O continente africano é rico em oportunidades do tipo ganha-ganha.

  2. Será bem, + bem menos póluente, nós, Brasucas agradecemos,é o mundo ficará bem melhor.É fonte de renda p mt famílias…

  3. Espero que essa Amyris Biotechnologies não venha, mais tarde, depois de conseguir sentar as garras aqui na nossa indústria de biocombustíveis, nos tornar dependentes de sua enzimas, como foi feito com as sementes transgênicas.

  4. Oi, o que essa empresa americana esta fazendo aqui no Brasil…porque nao foi desenvolvido por empresas brasileiras…
    Alem do fato dos EUA boicotarem nosso etanol…

  5. Se continuarem queimando as plantações de cana esses biocombustíveis tem poluem bastante.

    Acho que a renda da cana de açucar vai mesmo para umas poucas famílias, que são os que mais enriquecem no brasil.

  6. João Paulo Caruso :Se continuarem queimando as plantações de cana esses biocombustíveis também poluem bastante.
    Acho que a renda da cana de açucar vai mesmo para umas poucas famílias, que são os que mais enriquecem no brasil.

  7. Brasil, líder mundial em agro tecnologia tropical e sub tropical.. Falta apenas da mais poderio as empresas brasileiras pois ainda estamos sob domínio americano em diversas áreas..Cargill, Monsanto, etc..

  8. André Oliveira :
    Brasil, líder mundial em agro tecnologia tropical e sub tropical.. Falta apenas da mais poderio as empresas brasileiras pois ainda estamos sob domínio americano em diversas áreas..Cargill, Monsanto, etc..

    E só o governos colocar + grana nas empresas de biotenológia BRASILeira, p acabar com essas empresas dos sanguessugas, ou mitigar a ação das mesmas sobre nosso mercado.

  9. Francisco :Espero que essa Amyris Biotechnologies não venha, mais tarde, depois de conseguir sentar as garras aqui na nossa indústria de biocombustíveis, nos tornar dependentes de sua enzimas, como foi feito com as sementes transgênicas.

    As tais enzimas nada mais sao que bacterias estomacais de animais que digerem a celulose, como cupin e boi,etc.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: