Articles

Correios querem criar empresa de aviação própria

In Aviões de Transporte, Negócios e serviços on 21/07/2010 by E.M.Pinto Marcado: ,

https://pbrasil.files.wordpress.com/2010/02/81.jpgArte: JR Lucariny

Sugestão: Colaborado

LORENNA RODRIGUES
da Folha Online, em Brasília

O ministro das Comunicações, Hélio Costa, anunciou nesta terça-feira que os Correios estudam criar uma empresa de própria de aviação para transportar encomendas.

De acordo com o ministro, a nova empresa compraria aviões da Embraer, que está desenvolvendo o modelo cargueiro C-390. Inicialmente, os Correios assumiriam o compromisso de comprar cinco aviões, mas o número pode chegar a 20 ou 30 aeronaves que começarão a ser entregues em dois anos.

“Os Correios têm necessidade de se modernizar. É preciso criar uma estrutura para os Correios fazerem comércio eletrônico, que nesse ano cresceu 75%”, disse Costa.

O ministro informou que os Correios teriam recursos para montar a empresas e começar a fazer o leasing de aviões, mas que procurará parceiros para serem sócios na nova empresa. “O controle seria dos Correios, mas poderia ter sócios, como uma empresa que tenha o know-how de logística”, adiantou.

Segundo Costa, desde que a CPI dos Correios identificou irregularidades nos contratos do órgão com empresas de transporte aéreo como SkyMaster e Beta, em 2005, a empresa procura firmar parcerias com outras transportadoras, sem sucesso. Os Correios gastam cerca de R$ 500 milhões com transporte aéreo.

Costa disse que ele manteve conversas com a VarigLog, TAM e Gol, que não tiveram interesse no 1,2 milhão de volumes que os Correios transportam por dia. “As empresas sentem que os Correios são competidores nesse processo. Elas não querem competição”, afirmou.

O ministro reclamou que hoje os Correios dependem de “duas ou três” empresas que têm limitações. Ele conta que o órgão teve que ceder ao pedido de uma transportadora que exigiu que fosse firmado um contrato de um ano, e não de seis meses, como queriam os Correios. “Houve um risco de quase causar um apagão na entrega de volumes”, afirmou. A idéia da nova empresa terá que ser aprovada ainda pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Avião

A Embraer apresentou ao ministro o projeto do C-390, que será construído baseado em um avião de passageiros da empresa (E-190). O avião custaria cerca de US$ 50 milhões e teria capacidade para transportar 16,9 toneladas –quase 5 toneladas a mais do que o seu concorrente Boeing-737. A operação da aeronave seria ainda 20% mais barata do que a do Boeing, de acordo com Costa.

Nota do Editor: em Fevereiro de 2009 haviamos divulgado

A matéria do Tecnologia&Defesa que reportava o interesse na certificação civil do EM-390, naquela altura o cargueiro ainda ostentava as configurações primárias.


C-390 PODERÁ TER CERTIFICAÇÂO CIVIL


Clique para ver a imagem

Embraer planeja obter a certificação para uso civil do avião de transporte tático militar C-390 com a finalidade de possibilitar a venda do modelo a empresas de transporte aéreo comercial, tais como a FedEx Express e DHL, o modelo teria sido escolhido pelas autoridades Brasileiras para compor a frota da futura empresa de transporte da empresa brasileira de correios e telégrafos que encontra-se em avaliação.

A certificação civil estará de acordo com a regulamentação Parte 25 da FAA (Federal Aviation Administration).

Sabemos que teremos que nos empenhar muito para obter a certificação civil, mas acreditamos que, com base na nossa experiência com jatos comerciais, teremos sucesso”, disse Sergio Bellato Alves, diretor de marketing e vendas da Embraer para a Ásia – Mercado de Defesa e Governo, durante uma entrevista na feira aeroespacial Aero India 2009. “A Embraer está na iminência de anunciar o lançamento do programa assim que terminar as negociações com a Força Aérea Brasileira”. “Acreditamos que agora temos, se não a última configuração, pelo menos a mais próxima dela”, acrescentou Bellato.

Fonte: Tecno&Defesa

Fonte: Folha

Anúncios

31 Respostas to “Correios querem criar empresa de aviação própria”

  1. O custo do frete iria cair muito com a utilização de aparelhos da Embraer, além da racionalização das entregas por meio de uma frota própria. Boa medida.

  2. Sei não, viu… antes eu era a favor dos correios, agora eles estão abusando dos clientes… Espero que quebrem o monopólio um dia.

    O frete fica mais caro que o próprio produto para quem quer vender pela internet…

    Afinal, pq a Embraer não lança um cargueiro civil à partir do EMB-195?

  3. Mais um cabide para apadrinhados políticos.

  4. …seria uma boa a compra de aparelhos(KC-390) da embraer para os correios.

  5. Linda ilustração do KC390, a melhor que já vi da aeronave. Será um sucesso como todos os outros produtos da Embraer. Mudando um pouco de tema, eu se fosse a Embraer já estaria pensando em um Super Tucano New Generation para as operações de apoio cerrado nas Guerras Assimétricas atuais, pois os concorrentes já estão de olho nesta fatia do mercado militar.

  6. Eis uma grande sacada.

    Será excelente para os Correios e melhor ainda para a Embraer.

  7. Ai meu Deus, mais uma estatal…

  8. Amigos,

    Para mim, essa é uma área que deve ser assumida por empresas privadas.
    O Estado brasileiro já é inchado demais, e agora quer assumir isso?
    Avião de caça, nem pensar.
    Está ficando feia a coisa. Exército constroi estradas em vez de fazer defesa, Aeronáutica faz transporte, saúde, polícia e também não defende nada.
    Acho que eu é que estou com visão antiga, ou não?
    Abraços,

    Justin

  9. Claro que o correio deve ter uma frota própria. Se quebrarem o monopólio e colocarem outras, com certeza não serão públicas, mais privadas, senao nao teria sentido.
    Agora, sendo privadas, você acha que aquela única carta do interior do acre será enviada para outro lugar? jamais! o correio faz praticamente uma caridade com certos locais do país.

  10. Raul o frete é caro pela metodologia de entrega atual, se eles comprarem e utilizarem uma frota própria de cargueiros o custo cairia e muito.

  11. Acho muito interessante , ultimamente o comércio eletrônico tem crescido em ritmo acelerado, uma pequisa feita pela VISA mostra que o Brasil responde por 61 % deste tipo de comércio na America Latina,cada vez mais nota-se o atraso nas entregas dos Correios principalmente por causa das cargas que são enviadas por via aérea ,por empresas terceirizadas, este ano teve um atraso imenso em algumas entregas porque uma empresa que presta serviço para Correios teve que fazer manutenção de emergência em todos os seus aviões,isso prejudicou muita gente.

    Um off-topic, hoje eu estava lendo uma noticia que não tem nada haver com aviação ,mas no final tinha uma coisa muito interessante,o governo editou uma medida provisória que dispensa a licitação para componentes eletrônicos é da area de TI,só que a dispensa de licitação também vale para componentes eletrônicos considerados “segurança nacional”, segundo a noticia isso da instrumentos legais para o governo fechar a compra do caça Rafale junto a França e obter transferência de tecnologia.

    A noticia =>> http://convergenciadigital.uol.com.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=23222&sid=10

  12. Inicialmente, os Correios assumiriam o compromisso de comprar cinco aviões, mas o número pode chegar a 20 ou 30 aeronaves que começarão a ser entregues em dois anos.

    Dois anos??? O Brigadeiro falou em 2016.

  13. Tomara que reflita beneficamente nos bolsos de quem paga e muito caro! os fretes. Porque se for para custar mais do que é, desistam!

  14. Uma empresa estatal pode ser lucrativa , se tiver uma boa gestão(técnica, não política). O EBCT só estará verticalizando sua estrutura, mas tem de fazer isso de maneira eficiente. Só não pode ter monópolio.

    []’s

  15. Acho que é mais uma barrigada da Folha, aliás, o Hélio Costa não é mais ministro, é candidato a gov. de Minas Gerais.

  16. “o correio faz praticamente uma caridade com certos locais do país”

    Foi mais ou menos o que o Lula disse ao reativar a Telebrás. Se as empresas privadas não tem interesse em levar estrutura de telefonia celular e banda larga aos confins da região Norte, o governo o fará. É a mesma coisa com os Correios.

    Agora, mais 20 ou 30 unidades e já somam 48 a 58 jatos KC-390… Muito bom! Espero que, em breve, os parceiros no projeto e outros países anunciem intenção de compra dos mesmos. Não duvido nada daqui a pouco a Embraer anunciar que já tem uma carteira de 200 pedidos do KC-390! Esse avião será um sucesso!

  17. Há informações muito estranhas nessa matéria, vejamos algumas delas:

    “A Embraer apresentou ao ministro o projeto do C-390, que será construído baseado em um avião de passageiros da empresa (E-190)”
    – O projeto do C-390 não é baseado no E-190, é um projeto totalmente novo.

    “teria capacidade para transportar 16,9 toneladas”
    – de acordo com as informaçoes da Embraer inicialmente o c-390 teria capacidade de transpotar 19 toneladas, e após estudos mais detalhados essa estimativa aumentou para 23,6 toneladas, bem diferentes das 16,9 toneladas citadas no texto.

    A partir disso podemos chegar a coclusão que ou este é um aviao totalmente novo tealmente baseado no E-190 e não tendo nada a er com o C-390, ou a reporter Lorena Rodrigas não sabe necas de pitibiriba do que está falando.

  18. Esdras, a informação que dispunah é de que seria mesmo o C 390, eu diria que a reporter está um pouco desatualizada apenas isto, uma vez que em princúpio o programa C 390 e depois KC 390, visava desenvolver um carqueiro militar a partir do EMB 190, utilizando inclusive asas e fuzelagem dianteira, calda e leme trazeiro de forma a minimizar os custos do programa, devido aos requisitos o programa teve que ser refeito e daí surge o atual modelo no estado que está.
    sds
    E.M.Pinto

  19. Naõ entendi…Essa notícia é antiga? Ministro Hélio Costa??? Já deixou faz tempo…

  20. Maria ALice boa tarde e seja bem vinda ao Plano Brasil.
    sugiro a leitura
    ########
    Esdras, a informação que dispunha é de que seria mesmo o C 390, eu diria que a reporter está um pouco desatualizada apenas isto, uma vez que em princúpio o programa C 390 e depois KC 390, visava desenvolver um carqueiro militar a partir do EMB 190, utilizando inclusive asas e fuzelagem dianteira, calda e leme trazeiro de forma a minimizar os custos do programa, devido aos requisitos o programa teve que ser refeito e daí surge o atual modelo no estado que está.
    sds
    E.M.Pinto
    e

    Nota do Editor: em Fevereiro de 2009 haviamos divulgado

    A matéria do Tecnologia&Defesa que reportava o interesse na certificação civil do EM-390, naquela altura o cargueiro ainda ostentava as configurações primárias.

    Sds
    E.M.Pinto

  21. Os Kc 390 , dirigiveis e alguns hellis , esses 2 últimos p a regiões norte do país.Uma boa medida.

  22. Sou empregado dos Correios e vejo essa noticia como sendo ótima pois os Correios não dependeriam mais de outras empresas de transporte melhorando a qualidade dos serviços; mudando de assunto um pouco , o grande problema dos Correios continua sendo os apadrinhados politicos, que muitas vezes por enterece próprio ou por falta de competencia mesmo, vem propositalmente sujando a imagem da empresa Correios, que mesmo com toda a insatisfação do publico e falha graves de administração, ainda é uma das melhores empresas de Correios do mundo e que possui mais de 95% de seus empregados empenhados em trabalhar da melhor forma possivel.

  23. Pois lhe digo mais Rex, tem muito interesse que o Correios quebre e seja privatizada.

  24. Entrega de encomendas não da lucro, vai falar com os gringos da UPS e da Federal,os correios estão no rumo certo, é so não politicar a empresa.

  25. Jakson Almeida :
    Entrega de encomendas não da lucro, vai falar com os gringos da UPS e da Federal,os correios estão no rumo certo, é so não politicar a empresa.

    Bom exemplo ; falou. Sds.

  26. Edu Nicácio :“o correio faz praticamente uma caridade com certos locais do país”
    Foi mais ou menos o que o Lula disse ao reativar a Telebrás. Se as empresas privadas não tem interesse em levar estrutura de telefonia celular e banda larga aos confins da região Norte, o governo o fará. É a mesma coisa com os Correios.
    Agora, mais 20 ou 30 unidades e já somam 48 a 58 jatos KC-390… Muito bom! Espero que, em breve, os parceiros no projeto e outros países anunciem intenção de compra dos mesmos. Não duvido nada daqui a pouco a Embraer anunciar que já tem uma carteira de 200 pedidos do KC-390! Esse avião será um sucesso!

    É Edu Nicácio, esta jogadinha do governo federal recriando a Telebrás fez mais alguns milionários da noite pro dia no mercado de capitais…

  27. SE FUNCIONAR COMO UMA EMPRESA SÉRIA, SIM. É NEGOCIO PARA A EMBRAER E PARA O POVO BRASILEIRO,MAS SE CONTINUAR COMO AQUELE ESCANDALO Q TEVE NA GESTAO DE DICEU E AQUELE Q NAO ME LEMBRO MAIS, Q DENUNCIOU O ESQUEMA MILIONARIO DAS PROPAGANDAS E EM SEGUIDA DIVIDIDA NO FAMOSO MENSALAO ESQUEÇAM VAI SER MAIS IMPOSTOS DO NOSSO QUERIDO POVO JOGADO NO RALO…

  28. Antes de tudo uma coisa que temos que ver é que o governo deve endossar as empresas de seu país. O Osório afundou a Engesa porque o Exército não pode comprar os MBTs. Que país compraria armamento de uma empresa cujo próprio governo não compra?

    Assim, seja a FAB, os correios, A Comlurb ou qualquer empresa do governo tem que investir nos projetos da embraer. Se a FAB encampar o C-390 e os correios também, esse avião vai vender igual água por aí. Isso valeria a pena. Agora, vamos ver se é verdade.

  29. Acho que uma visita a carga aérea de qq grande aeroporto brasileiro seria didática, qnto ao tipo de aeronave que essa indústria prefere usar.
    O ??-390 seria um tremendo tiro no pé, pois sequer infra-estrutura p/ a operação dessa classe de aeronaves não há.
    E sua criação p/ um nº pequeno de células, traria impactos negativos qnto aos custos do negócio.
    No mais materiais de defesa são adquiridos devido as necessidades das forças singulares, não são eletrodomésticos de linha branca, se a indústria nacional tem condições de atender essas necessidades, se o seu produto tem aquelas características que as ffaa estão procurando, se o seu desempenho avaliado é adequado e se seu custo/preço se enquadra no orçamento previsto, mto que bem; compre-se o produto nacional.
    Caso contrário, comprar somente pq uma empresa nacional fabrica não mto obrigado, o correto uso do dinheiro publico agradece!!!

  30. VEM AI O PROXIMO CABIDE DE EMPREGO DO GOVERNO,NAO PERCAM O PROXIMO APADRINHAMENTO DO GOVERNO.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: