Articles

EUA se envolvem em disputa por ilhas asiáticas

In Conflitos, Defesa, Geopolítica on 23/07/2010 by konner7 Marcado: , ,

https://pbrasil.files.wordpress.com/2010/02/eagle.png

O governo norte-americano se envolveu hoje nas complicadas disputas territoriais sobre algumas ilhas no sul do Mar da China, declarando que a resolução da questão é de “interesse nacional” dos Estados Unidos, medida que deve irritar a China. Durante um fórum de segurança regional no Vietnã, a secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, disse que Washington preocupa-se com a possibilidade de os conflitos sobre a posse das ilhas Spratly e Paracel interferirem no comércio marítimo, dificultar o acesso às águas internacionais na região e prejudicar a lei da Organização das Nações Unidas (ONU) para águas marítimas.

“Os Estados Unidos apoiam o processo diplomático colaborativo de todos os requerentes para a resolução das várias disputas territoriais sem coerção. Nós nos opomos ao uso da ameaça ou da força por qualquer reclamante”, afirmou Hillary. Ela destacou que os EUA não apoiam a reclamação de nenhuma das nações a respeito das ilhas. Mesmo assim, as declarações devem irritar o governo chinês, que afirma ter soberania sobre o sul do Mar da China e insiste em lidar com a questão diretamente com os outros países, fora da arena internacional.

A secretária norte-americana disse que seu país quer trabalhar com todos os lados – China, Vietnã, Taiwan, Malásia, Brunei e Filipinas – para ajudar a negociar o fim das disputas. O Ministério de Relações Exteriores da China não comentou as declarações de Hillary, mas funcionários dos EUA presentes à reunião contaram que o chanceler chinês Yang Jiechi repetiu a antiga posição de Pequim de que as disputas não devem ser “internacionalizadas”.

Confrontos

Conflitos territoriais no sul do Mar da China já resultaram em confrontos armados, embora o governo chinês e outros países que reclamam a soberania as ilhas venham buscando resolver suas diferenças de forma pacífica, sob um código de conduta de 2002.

Forças chinesas tomaram as ilhas Paracels do Vietnã em 1974 e afundaram três embarcações vietnamitas em 1988 durante uma batalha naval. Os lados já demarcaram suas fronteiras marítimas. Além de áreas de pesca, acredita-se que a região tenha grandes reservas de petróleo e gás. O grupo de ilhas está no meio de movimentadas rotas marítimas que são um importante caminho para o transporte de petróleo e outros recursos que abastecem a crescente economia chinesa.

Fonte: Yahoo

Anúncios

6 Respostas to “EUA se envolvem em disputa por ilhas asiáticas”

  1. é mole
    é como c tivece 6 irmaos disputando a casa do pai que ja morreu
    .. ai vem um de fora e fala q fica com a casa pra acabar com o problema ;D
    OASpoksaosak

  2. Os EUA,estão tão perdidos em relação as suas ações pelo mundo que cada dia, a dona Hillary e companhia;jogam essa nação em situações difíceis;vejamos:
    -EUA atolados em uma guerra no Iraque e no Afeganistão;
    -EUA com um provável conflito com o Irã;
    -EUA com um provável conflito com a coréia do norte;
    -EUA no meio de uma provável guerra nuclear entre Índia e Paquistão;
    -EUA com um provável conflito com a Venezuela;
    Com sua economia combalida,é a forma mais certa para ir a ruína.Pois com esse provável cenário “CHUMBOSO”,com tantos frontes de batalhas,não tem economia que aguente.
    Eu acho que aquele pais,EUA,está sendo colocado a provas.
    O NEGÂO QUE SE CUIDE!!!

  3. Coisas de louco essa atitude…+ é exatamente isso, q contínuem a irritar Chineses e Rússos, os ianks perdem,iranianos e outros ganham.

  4. GUERRA TOTAL: Stop NATO (NATO=OBAMA) – TEXTO de Richard Rozoff Junho/Julho 2010.

    http://rickrozoff.wordpress.com/

  5. lucena :
    Os EUA,estão tão perdidos em relação as suas ações pelo mundo que cada dia, a dona Hillary e companhia;jogam essa nação em situações difíceis;vejamos:
    -EUA atolados em uma guerra no Iraque e no Afeganistão;
    -EUA com um provável conflito com o Irã;
    -EUA com um provável conflito com a coréia do norte;
    -EUA no meio de uma provável guerra nuclear entre Índia e Paquistão;
    -EUA com um provável conflito com a Venezuela;
    Com sua economia combalida,é a forma mais certa para ir a ruína.Pois com esse provável cenário “CHUMBOSO”,com tantos frontes de batalhas,não tem economia que aguente.
    Eu acho que aquele pais,EUA,está sendo colocado a provas.
    O NEGÂO QUE SE CUIDE!!!

    Geralmente pensaria que essas situações de constante guerra entre muitos países no mundo faz com que eles, de algum modo, saiam ganhando, sempre.

  6. “eles, de algum modo, saiam ganhando, sempre”

    Vendas de armamentos? Escudos anti-mísseis? Bases em lugares distantes? Sim, eles criam discórdia para vender armas. Mas, até quando os demais países seguirão essa linha?

    Eu fico pensando: quais as consequências da ‘quebra’ dos EUA, quando deixariam de ser a ‘polícia do mundo’? Quem emergeria? Em quais condições? Eis um tema legal para se debater…

    Abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: