Articles

Exército dos EUA alerta para potencial conflito entre Índia e Paquistão

In Conflitos, Geopolítica on 23/07/2010 by E.M.Pinto Marcado: ,

https://i1.wp.com/www.nicholsoncartoons.com.au/cartoons/new/504%202002-05-28%20India%20Pakistan%20education%20war.JPG

DA FRANCE PRESSE, EM NOVA DÉLHI

O chefe do Estado-Maior conjunto dos Estados Unidos e o emissário americano para o Afeganistão e Paquistão alertaram nesta quinta-feira sobre a possibilidade de ataques extremistas para provocar um conflito entre Índia e Paquistão, duas potências nucleares adversárias.

O almirante Michael Mullen disse temer que os extremistas cometam novos ataques na Índia como os de Mumbai no final de 2008 para desencadear uma guerra com o vizinho Paquistão.

Mullen começou nesta quinta-feira uma visita de dois dias à Índia, que coincide com outra do emissário americano para o Afeganistão e Paquistão, Richard Holbrooke.

“Preocupa-me muito um novo ataque, ou algo parecido”, declarou aos jornalistas a bordo do avião que o levava para Nova Délhi.

Índia e Estados Unidos atribuíram os atentados ao grupo islamita baseado no Paquistão Lashkar e Taiba (LeT).

Os dois adversários asiáticos iniciaram um processo de paz em 2004 que foi suspenso depois dos atentados.

Durante os últimos meses, as duas potências nucleares retomaram contato para tentar impulsionar seu complexo diálogo.

Holbrooke declarou, por sua parte, que o LeT é, junto com os talebans, um grupo que busca desestabilizar o sul da Ásia.

“Parecem cada vez mais próximos e seu objetivo a longo prazo é o mesmo: criar o maior número possível de problemas entre a Índia e Paquistão para desatar uma crise”, afirmou.

Índia e Paquistão travaram três guerras desde sua divisão em 1947.

Fonte: Folha via CCOMSEX

Anúncios

9 Respostas to “Exército dos EUA alerta para potencial conflito entre Índia e Paquistão”

  1. Se os invasores da Nato, lêia-se , ianks e outros , fracassarem em trazer p a mesa de negociação os talebãs, eles possívelmente vão conseguir levar esse dois a uma guerra nuclear…o império vai p o buraco bem + rápido..talvez td a humanidade.

  2. Acredito que um conflito nuclear Índia-Paquistão seja o mais provável de acontecer.Principalmente por que o Paquistão tem uma inferioridade numérica e tecnológica diante da Índia,mesmo se forem apoiados pela China.Me corrijam se eu estiver errado.

  3. Os ataques de Mumbai (Bombaim) foram seríssimos e não detonaram a guerra. Estes analista políticos do Pentagono deveriam ser fuzilados. Eles que sugeriram seria possível vencer no Iraque e no Afeganistão..Foram da mesma estirpe dos que entenderam ser possível uma vitória no Vitenam. São uns cretinos…Os EUA ganharam sua última guerra lutando contra HITLER e ainda sim junto com Ingleses, Franceses, Chineses, Soviéticos e mais dezenas de países…Depois disso, em conflitos equilibrados, só teve naba (Coréia, Vietnam), ou países inexpressivos militarmente como Iraque (onde não lutaram sós e o fizeram contra um inimigo falido), Granada, Panamá, etc. Até em Mogadiscio eles levaram couro!

    O maior temor dos americanos deve ser contra o Paquistão, que pode ter um radical islâmico no poder com muito mais facilidade que o Irã teria sua bomba..E eu não creio que os paquistaneses jogarão uma bomba nos hindus. Antes deles os “infieis cruzados”…

  4. André, há quem diga que houve o dedo da Rússia e EUA juntos naquele evento evitando que Índia encinerasse o Pakstan, portanto, os analisatas podem estar certos, tudo tem limite e eles sabem que is Indianos não possuem paciência oriental, uma guerra lá vai trazer ao mundo um novo nascer de sóis.
    Sds
    E.M.Pinto

  5. Esses fatores devem ser analisados no cerne da disputa político-territorial envolvendo a região fronteiriça comum da Kashimira, que desde a escalada dos primeiros conflitos convencionais entre as duas nações.

    Parece q recentemente, a Índia iniciou a construção de uma grande barragem hidrelétrica em um vale remoto na região, uma das várias que os hindus pretendem implantar nos próximos dez anos para alimentar sua economia em rápido crescimento, mas com grande escassez de energia.

    Só q pro Paquistão, o projeto cria temores de que a Índia, país vizinho e rival, tenha o poder de manipular a água que flui à sua indústria agrícola, uma vez que água das geleiras das montanhas que desce para campos secos dos agricultores do coração agrícola do Paquistão será a fonte de geração. Sendo q o setor primário movimenta 1/4 da economia paquistanesa, além de empregar metade da sua população.

    Outro grande problema, são os confrontos falsos plantados pelas forças de segurança dos dois países visando a instabilidade social dos grupos multifacetados, e buscando pretexto para ampliar presença militar física nos seus lados fronteiriços. O interessante, é quando ocorrem massacres ou execuções reais de policiais e militares contra manifestantes ou opositores idealistas, deixando a situação impune ou sem se almejar uma mudança no tratamento desigual dado aos residentes muçulmanos de ascendência paquistanesa.

  6. Prezado E.M. Pinto. Eu tenho certeza de que a Índia se comunicou com todas as potências para ver até que ponto poderia reagir, mas ela acabou compreendendo que uma guerra total seria inútil e jogaria o país num abismo. Eu sinceramente duvido que um conflito entre India e Paquistão ocorra com este tipo de ação de menor intensidade. Daí decorre, a minha avaliação de que armas nucleares são inúteis, pois são poderosas demais para gerar qualquer resultado prático, além de inserirem os inimigos de seus possúidores dentro da própria população do dono da bomba como ocorre atualmente..Acho mais fácil uma bomba ser detonada em Londres ou Nova Iorque (DEUS NOS LIVRE DISSO ALÍAS !!) do que em Nova Delhi ou Islamabad..E nas atuais circunstâncias, com a arrogância das potências ocidentais e não aceitarem discutir o islamismo em condições de igualdade com os muçulmanos, a tendência é que as coisas piorem ainda mais, pois a derrota no af-pak é evidente e a tendência de um radical islâmico tomar o poder é cada vez maior no Paquistão…

    Segue um link sobre as prováveis baixas de um conflito desta natureza…http://www.nrdc.org/nuclear/southasia.asp

  7. Antes demais uma palavra de apreço para o cartoon. Muito Bom E.M. Pinto. Magistral como sempre. Excelente escolha!

    Quanto ao problema, acho que a “intelligence” está a chover no molhado, talvez porque tenham falhado por completo a descoberta dos dois programas nucleares.

    Que o Paquistão é o Santo Graal Nuclear para os talibãs já todos sabem. Eles vão tentar lá chegar, não interessa quantos ignorantes ou inocentes incinerarem.

    O Paquistão sempre foi e sempre será um problema sério. Mais que o Afeganistão, pela influência que tem no mundo islâmico. O pior é que naquele país parece não existir uma alternativa democrática. E isso é mau, muito mau.

  8. O que é a India e o Paquistão ? Um unico povo que apos a independencia Islamicos migraram pro norte.O inimigo real da India é a China.

  9. SE, eu disse SE uma bomba atômica tiver que ser detonada em Washington, como temem os EUA, com certeza terá um Made In Pakistan escrito no código de barras…

    Tenho muito mais medo dos extremistas nesses confins da Ásia do que em uma possível bomba iraniana…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: