Articles

O projeto espacial alemão SHEFEX II

In Ciência, Espaço, tecnologia on 23/07/2010 by E.M.Pinto Marcado: , ,

A Alemanha prepara-se para assumir um papel de liderança na exploração do Espaço com um foguetão reutilizável que será várias vezes mais económico que o Space Shuttle.

O foguetão é o resultado do “German Aerospace Centre” (DLR) e trata-se de um último estádio capaz de reentrar na atmosfera sem ter que travar e de resistir às agruras térmicas e de pressão sem perder a sua integridade.

Recentemente o DLR apresentou o nariz de 2.5 metros do programa SHEFEX II em Oberpfaffenhofen, nos arredores da cidade de Munique.

O primeiro voo do SHEFEX II terá lugar já em março, na Austrália, no centro de testes de Woomera. O primeiro protótipo deste conceito, o SHEFEX I foi lançado com sucesso em 2005 na Noruega.

O programa SHEFEX pretende construir um veículo mais resistente ao calor e, sobretudo, mais capaz de ser controlado em voo que qualquer outro veículo espacial jamais construído. O SHEFEX conseguirá estas caraterísticas graça a um nariz muito angular com oito faces que permitem uma excelente aerodinâmica e uma elevada difracção do calor. Desta forma, o foguetão tem as mesmas caraterísticas aerodinâmicas do Space Shuttle, mas dispensa as suas asas, o que o torna mais simples, resistente e barato.

No total, o programa orça em 12.5 milhões de euros e é totalmente financiado pelo governo alemão. Não se prevêm voos tripulados, mas com o devido financiamento tudo é possivel…

Fonte: Quintus

Anúncios

8 Respostas to “O projeto espacial alemão SHEFEX II”

  1. Não é apenas isso esse projeto: Permite a brutal simplificação do processo de recobrimento por telhas termicas da superfície do veículo, coisa que no Shuttle Americano necessita de 25.000(!) telhas térmicas.
    Essa simplificação aumenta consideravelmente a confiabilidade do veículo e de sua proteção térmica, permitindo sua reutilização várias vezes.

    Além disso, o projeto é decididamente inovador, no sentido de que se faz também o “arrefecimento ativo” das telhas térmicas, através da difusão de gás refrigerante, por microporos existentes nas próprias telhas. Abaixo um link para quem se interessar. Decididamente, tinha que ser “coisa de alemão”! :)

    http://www.space-travel.com/reports/DLR_Tests_New_Sharp_Edged_Spacecraft_999.html

  2. Mt bom,(onde) o BRASIL poderia entrar p participar desse programa,p acumaular experiência..

  3. Seria uma plataforma para aproveitamentos no futuro veículo lançador Ariane 6 ou é independente em termos de programa?

  4. Fernando Donatelo :
    Seria uma plataforma para aproveitamentos no futuro veículo lançador Ariane 6 ou é independente em termos de programa?

    Não Fernando: É um projeto independente que objetiva construir um veículo orbital reutilizável totalmente automático, no melhor estilo das “Progress” russas, só que mais capaz.
    Inicialmente projetado apenas para transportar cargas mas, com investimentos, seria perfeitamente possível transforma-lo em veículo tripulado.

  5. São os alemães mostrando que perderam a guerra, mas não perderam a criatividade.
    Agora, será que a Otan e seu Rei vão deixar a Alemanha passar seus projetos?
    Já estou achando que sim. Ja que serão bem uteis quando colocarem armas em órbita.
    Acho que o Stephen Hawking tinha razão. Vamos nos destruir mutuamente.

    Sds

    Não liguem. Sou pessimista para você, mas sou realista para mim.
    O mundo é que me mostra como ele esta.

  6. Se todos fossem pragmáticos como os alemães são hoje, o mundo seria outro. Ao seu lado, posso colocar sul coreanos, japoneses e alguns europeus (Finlândia, Noruega e Suécia, por exemplo).

    Parabéns ao povo germânico!

  7. Graças aos Alemães que os EUA são o que são hoje. Roubaram foram muitos projetos e cientistas desse país germânico, qual sou descendente. Mas a saga de desenvolvimento científico deste povo continua, espero que eles sejam capazes de felicitar o mundo com a exploração da lua tão breve quanto imagino.

  8. Alex,

    Essa lógica já se esgotou…

    Não tem essa de país “santo”. Nem ninguém.

    A Alemanha quando anexava outros territórios EUROPEUS reclamou que era um roubo?

    O povo Alemão,a imprensa alemã etc. bradou que fosse um crime contra os países saqueados para alimentar o plano para o “espaço vital”?

    Os EUA roubou de ladrão. E ladrão que rouba ladrão cara…

    Sem essa de vítima agora. Desculpe-me não queria ser ofensivo mas vamos parar com esse papinho de vítima e ver a realidade!

    MESMO sendo um roubo o que os EUA fizeram (em tese) não cobre o estrago da GUERRA que a ALEMANHA causou ao mundo!

    Sem MIOPIA por favor!

    Não tem santo!

    Vamos ficar quieto que é melhor para todos…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: