Articles

Venezuela expulsa diplomatas colombianos e fecha embaixada em Bogotá

In Conflitos, Geopolítica, História on 23/07/2010 by E.M.Pinto Marcado: , ,

https://i1.wp.com/www.infosurhoy.com/cocoon/saii/images/2009/08/24/VENEZUELA-RelacionesColombia1.jpg

Sugestão: Francoorp

Agência Brasil

Publicação: 23/07/2010 11:33

Brasília – Os diplomatas colombianos na Venezuela devem deixar o país até domingo, por ordem do presidente venezuelano Hugo Chávez, que rompeu relações com o país vizinho nesta sexta-feira (22/7). Na noite desta quinta-feira, Chávez deu prazo de 72 horas para que a embaixada da Colômbia em Caracas seja fechada e o corpo diplomático se retire do país. As informações são da BBC Brasil.

A medida foi anunciada pelo ministro das Relações Exteriores da Venezuela, Nicolás Maduro. A Colômbia acusou a Venezuela de abrigar guerrilheiros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc). Maduro também ordenou o fechamento da embaixada da Venezuela em Bogotá e o regresso da equipe diplomática instalada na capital colombiana.

Apesar do anúncio, nem o embaixador venezuelano na Colômbia, nem a representante colombiana em Caracas estavam ocupando seus postos. Na noite da última quarta-feira (21/7), o governo colombiano já havia convocado para consultas sua embaixadora em Caracas, María Luisa Chiappe. Já o representante venezuelano em Bogotá havia sido convocado para regressar ao seu país na semana passada.

O ministro das Relações Exteriores da Venezuela afirmou ainda que não descarta a adoção de outras medidas contra a Colômbia. “Estamos avaliando outro conjunto de decisões nas áreas econômica, aeronáutica e comercial para proteger a Venezuela e a dignidade de nosso país”, afirmou Maduro.

A crise diplomática entre os dois países atingiu o ápice nesta quinta-feira, quando Hugo Chávez anunciou o rompimento das relações com o país vizinho, após a Colômbia ter acusado formalmente a Venezuela de abrigar guerrilheiros colombianos. A denúncia foi feita durante uma reunião extraordinária da Organização dos Estados Americanos (OEA), na qual a Colômbia apresentou supostas provas de que guerrilheiros das Farc estariam escondidos na Venezuela. As acusações provocaram a reação de Chávez que, inclusive, mandou tropas militares para reforçar a segurança na fronteira com a Colômbia.

Após o anúncio da Venezuela, no entanto, o porta-voz do governo colombiano garantiu que não irá ampliar a presença militar na região fronteiriça. “Por parte da Colômbia, jamais, nunca haverá movimento de tropas. Do lado da Colômbia, sempre haverá fraternidade”, afirmou em Bogotá o porta-voz César Mauricio Velásquez.

Velásquez informou que o presidente colombiano, Álvaro Uribe, não fará pronunciamentos sobre a ruptura de relações com a Venezuela, tarefa a cargo do embaixador da Colômbia na OEA, Luis Hoyos. O presidente eleito da Colômbia, Juan Manuel Santos, que toma posse no dia 7 de agosto, também afirmou que “a melhor contribuição que pode fazer é não se pronunciar”. Já o futuro vice-presidente, Angelino Garzón, disse que o novo governo fará “todo possível” para restabelecer as relações diplomáticas com a Venezuela. “Faremos todo o possível e utilizaremos todos os amigos que temos em diferentes países do mundo e buscaremos todos os mecanismos diplomáticos para melhorar e fortalecer as relações com os países da região, incluindo a Venezuela”, disse Garzón.

Em nota divulgada na noite desta quinta-feira (22/7), o Ministério das Relações Exteriores do Brasil afirmou que o “governo brasileiro vem acompanhando, com atenção e preocupação, os últimos desenvolvimentos” e “lamenta essa situação”. Ainda de acordo com o Itamaraty, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva falou por telefone com Hugo Chávez para transmitir “a disposição do Brasil de contribuir para a superação das diferenças entre os governos da Colômbia e da Venezuela”.

Fonte: Correio Braziliense
Anúncios

8 Respostas to “Venezuela expulsa diplomatas colombianos e fecha embaixada em Bogotá”

  1. … será que será???

  2. Dois povos irmãos postos em um ringue por um lunatico ( Chavez ) e um babaca ( Uribe ) que apesar de facilitar a presença Americana na região,conseguiu diminuir a criminalidade e restringir a guerrilha ao interior…Que resolvam logo seus problemas e os povos Colombiano e Venezuelano agradecerão.

  3. Primeiramente isso só significa mais dores de cabeça no cenário sul-americano, em especial para os rumos q se estavam delineando.

    Uribe toma uma posição conflitante quando na atual reunião da OEA, que se realiza em Washington, apresenta provas ainda não corroboradas pelo organismo multilateral, de que a Venezuela estaria protegendo e acobertando atividades guerrilheiras.

    Isso depois q o novo chefe de Estado colombiano revelou-se disposto a construir uma agenda positiva, que permitisse o pleno reatamento entre os dois países com a aproximação fulminada pela ação do ex-presidente, desconfortável com a autonomia de seu sucessor e o risco de perder espaço na vida política do país. Mesmo sem qualquer incidente que servisse de pretexto, jogou-se nos últimos dias a reativar denúncias sobre supostos vínculos entre as Farc e a administração chavista.

    Por outro lado, Chavez que até então defendia posições a favor da integração regional plena e unidade nas decisões estratégicas sul-americanas, mostra-se tão truculento e até hipócrita quanto seu desafeto colombiano, ao romper todas as relações diplomáticas e comerciais mantidas com um país que historicamente é o destino de grande parte de suas exportações, fonte formidável de transações logísticas de serviços e produtos entre suas fronteiras, e importante ponto de lucratividade para o volume de rendas líquidas enviadas e recebidas do exterior (apesar de não ser tão dependente nesse contexto).

    Enfim, pra quem considerava uma justiça cultural e econômica, o relacionamento cada vez próximo entre as sociedades latinas e o fim das divergências hsitóricas entre as mesmas, esse tipo de atitude só vem a colocar mais lenha na fogueira geopolítca da região e atrair a atenção de atores com interesses paralelos como os Eua.

    Talvez, e espero estar enganado, parece existir uma aversão para qualquer um dos dois quanto às possíveis saídas negociadas q se podem ter e intermediadas no âmbito da Unasul, onde os membros se comprometem com a formação de um grupo comum para investigações e criação de um fórum emergencial para as provas e contra-provas serem colocadas democraticamente à mesa. Aliás, unidades de inteligência policial e militar conjuntas de colômbia e venezuela, poderiam atuar naqueles focos de tensão.

    Espero um dia, que nossas lideranças sinceramente parem de latir uns aos outros e façam dos seus blocos, meios de coordenação político-diplomática.

  4. Em tempo, acredito que essa situação não perdurará por muito tempo, já q ambas as nações e especialmente o Brasil possuem negócios mútuos altamente rentáveis. Venezuela e Colômbia possuem uma extensão de nossa floresta tropical amazônica, são nossos meios de acesso ao mar caribenho e lado ocidental do Pacífico panamenho, respectivamente.

    Tem diversas operações de câmbio negro e contrabando entrelaçados nas porosas linhas de fronteira, assim como possuem cidades que dependem inteiramente da dinâmica sócio-econõmica que as outras demandam. Regimentos militares nacionais normalmente participam de gincanas e jogos, além de outras atividades compartilhadas.

    Tenho fé de que essa crise não vai pra frente.

  5. 1maluquinho :
    Dois povos irmãos postos em um ringue por um lunatico ( Chavez ) e um babaca ( Uribe ) que apesar de facilitar a presença Americana na região,conseguiu diminuir a criminalidade e restringir a guerrilha ao interior…Que resolvam logo seus problemas e os povos Colombiano e Venezuelano agradecerão.

    É q o BRASIL fique atentoaomovimentodos ianks e td as outras FAs q se encontra próximas a n fronteira….a coisa pode ainda ficar bem pior.

  6. Caro Sr. Carlos Argus,

    É por essas e outras que eu sou da opinião que nosso Exército deveria já estar equipado com os S-300/400 russos. Para mim este tema tem maior prioridade que o program dos caças…

    Atenciosamente

    Lopes

  7. Via esses dias o filmes “Incrível Hulk”, com as primeiras senas nas favelas brasileiras.
    O problemas dos filmes americanos aqui é que sempre mostram a desgraça, sempre!
    Aí, os americanos, que são dependentes da mídia para ter opinião “própria” acham que os brasileiros são todos uns malucos, agitadores vagabundos.
    Temos uma má fama de país da mulheres mais vadias do ocidente (quem ssabe do mundo), segundo eles, é claro.
    O México é o lugar onde as mulheres engravidam e trazem seus 37 parentes para morar com o idiota que à engravidou.
    Na Rússia, as belas garotas de programa, belas mulheres macho, que fazem qualquer maxão americano (nos filmes) parecerem uma menininha.
    Na Inglaterra, pessoas feias de dentes amarelados e feios, geralmente uma versão diferente de tudo que é na américa.
    Na China/Japão, gangues e grupos mafiosos que matam pessoas com espada e métodos de assassinatos nada convencionais.

    Tudo é relativo.

    Aliás, acham que eles iriam puxar o saco de outro país sem colocar o deles encima?

  8. Lopes :
    Caro Sr. Carlos Argus,
    É por essas e outras que eu sou da opinião que nosso Exército deveria já estar equipado com os S-300/400 russos. Para mim este tema tem maior prioridade que o program dos caças…
    Atenciosamente
    Lopes

    Um sofisticado sistema de defesa Aerea de curto e medio alcance é a maior carencia de nosso Exercito.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: