Articles

Venezuela admite guerrilha

In Conflitos, Defesa, Geopolítica, História, Terrorismo on 24/07/2010 by E.M.Pinto Marcado: , , ,

https://i0.wp.com/i0.ig.com/fw/3s/yd/nt/3sydnt51uec3ph4m6evomm2lz.jpgEmbaixador do país na OEA reconheceu ontem que há sim guerrilheiros em território venezuelano, mas que o governo de Hugo Chávez combate os rebeldes.

CARACAS. O embaixador da Venezuela na Organização dos Estados Americanos (OEA), Roy Chaderton, reconheceu ontem que há guerrilheiros colombianos no país, mas negou apoio aos rebeldes e afirmou que as Forças Armadas venezuelanas não apenas combatem a guerrilha, como já entregaram membros capturados à Colômbia. Também ontem, autoridades militares venezuelanas disseram que darão uma resposta contundente se houver uma incursão militar estrangeira contra o território da Venezuela.
Entregamos guerrilheiros, mas isto não se registra e nem se recorda. Tivemos soldados de nossa guarda caídos em combate (contra os guerrilheiros), afirmou Chaderton à Rádio Caracol.

Na quinta-feira o presidente venezuelano, Hugo Chávez, rompeu relações diplomáticas com a Colômbia, depois que essa apresentou provas em reunião da OEA de que há 87 acampamentos das (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e do Exército de Libertação Nacional (ELN) em território venezuelano. O governo de Álvaro Uribe acusa Chávez de ser leniente quanto à presença dos guerrilheiros.

Quando as Farc violam a fronteira é porque as Forças de segurança da Colômbia não souberam defender seu Estado. Não devemos pagar por isso em termos de escândalos midiáticos, disse o embaixador, voltando a dizer que as fotos exibidas de guerrilheiros em praias e casas não provam que seja território venezuelano.

O embaixador explicou ainda o motivo de não querer, como pede a Colômbia, que organismos internacionais verifiquem as provas e chequem nos locais apontados se há efetivamente guerrilheiros. Ele afirmou que já houve duas iniciativas semelhantes no passado: em uma não encontraram nada e na outra não completaram a busca porque o acampamento estava em território colombiano.

RESPOSTA

As autoridades militares da Venezuela anunciaram ontem que estarão alertas e ofereceram apoio incondicional a Chávez. O ministro da Defesa, general Carlos Mata Figueroa, acompanhado pelo Comando Militar, anunciou que as Forças Armadas mantêm sua prontidão operacional e estão dispostas a qualquer momento para obedecer as tarefas que forem ordenadas por Chávez.

Responsabilizamos a oligarquia colombiana e seu atual governo, se essas nações irmãs tingirem de sangue sua história, afirmou.

O único comentário feito ontem pelo governo colombiano sobre a crise partiu do porta-voz presidencial, César Mauricio Velásquez.  Da parte da Colômbia, jamais haverá um movimento de tropas. Sempre haverá fraternidade com a Venezuela, afirmou.

Fonte: Jornal do Comércio Via Notimp

Anúncios

5 Respostas to “Venezuela admite guerrilha”

  1. foi mt esperto ,o chapolim,usou a técnica de lançar a culpa em outro…

  2. Bom, eu entendi que eles simplesmente não falaram nada. Eu quero ver a prova, de que a Venezuela combate a guerrilha. Eu sinseramente, duvido muito que Chaves ordene o exército contra eles. Tá na hora de uns satélites espiões avançarem mais nas fotos…

  3. Chavez nega, mas há armas suecas vendidas à Venezuela encontrados com terroristas das Farcs. è sabido que Chavez anda doando armamentos considerados obsoletos a paises e instituiçoes diversas.É piada o regime venezuelano combater terroristas, é leniente, como o proprio Brasil é.

  4. Vanildes, sem querer defender o indefensável, os mísseis de procedência Suéca apreendidos nas mãos das Farcs e que alegadamente eram venezuelanos, de fato o eram, porém haviam sido desviados das mãos do exército venezuelano bem antes do chavez se quer pensar em chegar ao poder na Venezuela.
    Tanto o é, que a própria Suécia voltou atrás no seu pedido de explicações à caracas.
    No mais, bom, Chavez é o Chavez…
    sds
    E.M.Pinto

  5. Não adianta levarmos esse assunto com a barriga e colocar a culpa somente na Colômbia. Precisamos de um centro integrado de combate ao narcotráfico. Só assim eliminaremos esse mal da América do Sul.

    Onde está o conselho de defesa da Unasul? Está aí uma pauta ótima para tratarem (contingente, bases na selva, operações, inteligência, etc).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: