Articles

Índios querem criar Estado independente em Roraima, diz Abin

In Conflitos, Geopolítica, Inteligência e Espionagem on 25/07/2010 by E.M.Pinto Marcado: , ,

https://i1.wp.com/3.bp.blogspot.com/_6886BCkrAL0/SS_nmt1vVtI/AAAAAAAADO4/DhJ6kcAEArY/s400/internacionalizacao-amazonia-1%5B1%5D.gifRelatório à Presidência diz que conselho indígena quer formar “cinturão” de reservas

MATHEUS LEITÃO

LEONARDO SOUZA

DE BRASÍLIA

Um relatório da Abin (Agência Brasileira de Inteligência) revela preocupação com a criação de um Estado indígena independente em Roraima, “com apoio de governos estrangeiros e ONGs”.

O documento, ao qual a Folha teve acesso, foi enviado pelo serviço secreto para o GSI (Gabinete de Segurança Institucional) da Presidência em 2010. O texto diz que índios de RR teriam o desejo de “autonomia política, administrativa e judiciária”.

Em nota, o GSI afirmou que “não se pronuncia sobre atividades de inteligência”.

O relatório diz que o CIR (Conselho Indígena de Roraima) “passou a defender abertamente a ampliação e demarcação de outras terras indígenas” após o julgamento da reserva Raposa/Serra do Sol pelo STF em 2008.

A preocupação da Abin é que o CIR forme “um cinturão de reservas indígenas”. Segundo a Funai, as 32 terras indígenas de Roraima ocupam 46% da área do Estado.

MILÍCIAS ARMADAS

Apesar das rivalidades entre as nove etnias indígenas de RR -o que dificulta a criação de um Estado independente- a Abin acredita na existência de milícias armadas. “Revólveres e espingardas foram encontrados e teriam sido contrabandeadas da Venezuela e da Guiana.”

A Abin diz ainda que a advogada licenciada do CIR, Joênia Batista de Carvalho, confidenciou um desejo dos índios junto ao Congresso: a transformação da Raposa/ Serra do Sol no primeiro território autônomo indígena.

A advogada nega e diz que “é absurda a intenção da Abin em procurar o afastamento geral da sociedade contra os índios”.

A agência também se mostra preocupada com a ratificação do Brasil à Declaração dos Direitos dos Povos Indígenas, assinada em 2007 na ONU. Para a Abin, se confirmado pelo Congresso, torna ineficaz “as restrições elaboradas pelo STF ao usufruto da terra pelos índios”.

As ressalvas impostas pela corte são o marco constitucional para terras indígenas e em futuras demarcações. Elas dão usufruto das terras para os índios, mas as mantêm sob as rédeas da União.

“Nós já fizemos a nossa parte. Que o governo seja digno ao fazer a parte dele”, afirma o ministro Ayres Britto, relator do processo.

OUTRO LADO

Por e-mail, o CIR informou que “nunca propugnou a criação de uma nação independente” e”sempre atuou no sentido de promover a cidadania plena dos povos indígenas como membros do Estado brasileiro”, ajudando “na inclusão de nossos povos como determina a Constituição Federal”.

Fonte: FSP via CCOMSEX

Anúncios

83 Respostas to “Índios querem criar Estado independente em Roraima, diz Abin”

  1. É triste ler isso e constatar que a culpa não é dos vampiros Ianques ou de seus mentores os Ingleses canalhas mas, vêm de dentro de nossos próprios governantes, por anos, eivados de corruptos e de lesa-pátrias e mais ainda de nosso judiciário, não menos corrupto, alienado da vida e “Imperial”, que demarcou reservas em extensão contínua..

    Agora eu pergunto: E se o governo precisar intervir lá, como faremos para impedir que aquela corja assassina dos EUA não intervenham para “ajudar” os índios e “pacificar” a região???

    Vamos perder um imenso pedaço de nosso País por pura alienação e entreguismo.

    Sinceramente, estamos “ferrados”. Só nos resta, no máximo, morrer degolando um Ianque com uma baioneta cega. Quanto ao meu vou me certificar que ele sofra bastante.

  2. Essa é a maior ameaça à nossa soberania atualmente. Se um dia o Brasil perder parte de seu território, provavelmente o processo terá origem numa questão indígena como essa. O GF deve pressionar sua base no congresso para votar contra a Declaração dos Direitos dos Povos Indígenas e rever a demarcação contínua dessas terras. A realocação de reservas é algo que já ocorreu em outros países, inclusive nos EUA, onde determinadas reservas foram mudadas mais de uma vez. A solução mais imediata seria a criação de corredores entre uma reserva e outra e também nas fronteiras a fim de desenvolver, nessas faixas de terra, cidades contendo uma população não indígena. Devemos fazer isso o quanto antes, pois quanto mais tempo demorarmos, mais difícil ficará para alterar a atual demarcação.

  3. terra idepedente é na casa do caralho, pela amor de DEUS o governo tem que tomar alguma postura com relação sobre esse assunto.
    esses gringos vem lááh da puta que pariu para colocar merda na cabeça de nossos indios, estão mexendo com o país reado, bando de filhas das putas….

    não aguento mais esses assunto

  4. O pior cego eh aqueles que nao querem enxergar, isso vai acontecer mesmo e num futuro muito proximo, querem nos tomar a Amazonia e isso eh uma indicacao da estrategia que esta sendo emplementada, tudo dentro da legalidade, dentro dos preceitos legais da ONU,( comandada por EUs e seus 05 comparsas do CS) – Declaracao Universal dos Direitos dos Povo Indigenas. Com certeza logo, logo, teremos um ou varios Don Pedro Is indigenas e bye, bye, Amazonia. Uma vergonha!!!! Enquanto os portugueses, defendiam com unhas e dentes as sua colonia, construiam fortalezas para defenderem a integridade do territorio que eles dominavam, os imbecis, as vira-latas lesa-patria das elites brasileiras, entregam de maos beijadas o rico territorio nacional. O territorio nao eh dos indios, eh da nacao brasileira, seus entreguistas fdp, traidores da nacao!!! Essas elites estao em descompasso com os reais interesses da nacao brasileira, nao prestam para serem elites!!!!

  5. A SOCIEDADE BRASILEIRA TEM QUE ESTAR ATENTA A ESSAS MANOBRAS PROMOVIDAS POR ”ONGs” E AGENTES ESTRANGEIROS EM TERRAS BRASILEIRAS!! A DECLARAÇÃO DOS DIREITOS DOS POVOS INDIGENAS NÃO PASSA DE MAIS UMA ARMADILHA DO CONSELHO DE SEGURANÇA DA ONU PARA SAQUEAR AS NAÇÕES EMERGENTES,SOBRETUDO DA AMÉRICA DO SUL!!!
    AS ”ONGs”AGEM LIVREMENTE EM TODO PAÍS,MUITOS TRAFESTIDOS DE MISSIONÁRIOS,QUE SE ENCONTRAM ILEGALMENTE EM SOLO BRASILEIRO!!!

  6. Lá vem mais um pais dentro de outro pais com a ajuda de governos estrangeiros, temos que mete bala nessas ogns safadas e expulsa todas elas daqui.

  7. Se a explicação do CIR é que ele quer inserir os índos dentro do contexto do estado brasileiro, cabe a este estado oferecer condições para que os índios não venham a ser tentados por propostas mirabolantes..O secessionismo só ocorre para povos que não tiveram seus pleitos minimamente atendidos pelas nações que os rejeitaram..

  8. ISSO É QUE NÃO PODE ACONTECER. DAQUI A POUCO ORGANIZAÇÕES ESTRANGEIRAS CONIVENTES COM GOVERNOS ESTRANGEIROS APODERAVAM-SE DO BRASIL. PEDAÇO AQUI PEDAÇO ALI . ESSAS ORGANIZAÇÕES JULGAM-SE SEMI-DEUSES.

  9. “A agência também se mostra preocupada com a ratificação do Brasil à Declaração dos Direitos dos Povos Indígenas, assinada em 2007 na ONU. Para a Abin, se confirmado pelo Congresso, torna ineficaz “as restrições elaboradas pelo STF ao usufruto da terra pelos índios.”
    —————————-
    De todo este tema, o trecho acima indica uma direção para a ação:

    A sociedade civil deve pressionar o congresso para que o mesmo não aprove a “ratificação do Brasil à Declaração dos Direitos dos Povos Indígenas, assinada em 2007 na ONU”.

    Enviar emails aos congressistas é uma forma de se manifestar e marcar posição…

  10. A VENEZUELA É UM DOS PAIZES QUE DEVE ESTAR POR TRAZ DISSO.

  11. Todas as ONGS tem que estar registrada na Receita Federal- com CNPJ- e declarar IR
    sendo isento de pagamento.Com endereço de sua séde.
    Criar uma Base Militar junto as Guianas; FAB e EB.

  12. Assim como os índios, os demais brasileiros, também têm direitos sobre a posse de áreas de terras mas para esse fim as terras devem ser adquiridas em transações comerciais legitimadas pela Lei competente. O mesmo deve valer para os índios. É oportuno a Abin ficar de olho neles.

  13. Esses Indio são indios ou Brasileiros?

  14. Al Carvalho :O pior cego eh aqueles que nao querem enxergar, isso vai acontecer mesmo e num futuro muito proximo, querem nos tomar a Amazonia e isso eh uma indicacao da estrategia que esta sendo emplementada, tudo dentro da legalidade, dentro dos preceitos legais da ONU,( comandada por EUs e seus 05 comparsas do CS) – Declaracao Universal dos Direitos dos Povo Indigenas. Com certeza logo, logo, teremos um ou varios Don Pedro Is indigenas e bye, bye, Amazonia. Uma vergonha!!!! Enquanto os portugueses, defendiam com unhas e dentes as sua colonia, construiam fortalezas para defenderem a integridade do territorio que eles dominavam, os imbecis, as vira-latas lesa-patria das elites brasileiras, entregam de maos beijadas o rico territorio nacional. O territorio nao eh dos indios, eh da nacao brasileira, seus entreguistas fdp, traidores da nacao!!! Essas elites estao em descompasso com os reais interesses da nacao brasileira, nao prestam para serem elites!!!!

    Bem dito…. os portugueses e seus filhos batalharam arduamente para conquistar estes territórios que hoje fazem a nação brasileira um gigante territorial e a nação respeitada que é. Embora determinados direitos indígenas e o meio ambiente tenham que ser protegidos e respeitados, o Brasil como nação soberana, não deve dar azo algum a ingerências de grupos político-econômicos estrangeiros(ou mesmo nacionais), sejam elas de quem forem. É preciso fazer juz aos sacrifícios feitos pelos antepassados desta nação…..

  15. A culpa é dos nossos governantes e principalmente do nosso judiciário, com decisões errôneas, sem medir consequências e sem prever o futuro. Estou decepcionado com o desenrolar de toda essa história.

  16. A porcaria de índio tinha é que acabar. Fala sério, estamos no século XXI e ainda existe ÍNDIO? Tá de sacanagem… o governo tinha que tomar tudo e obrigar esses caras a servir as forças armadas. Também é dever do governo de civilizar essas tribos.

  17. Mal Rondon deve estar se recontorcendo todo em um momento desses.

    Pau neles! Ainda bem que aprovaram a lei que permite à PF e às FFAA entrarem em reservas, estabelecer bases e ficar quanto tempo quiserem…

    Precisamos de 1.000 homens em cada uma dessas reservas, enviados para lá a toque de caixa.

    Sabe o que me deixa mais triste: os índios só estão fazendo isso (após MUITA manipulação e historinha contada pelas ONGs) porque o Estado brasileiro (nós todos) falhamos em inclui-los em nossa sociedade…

    Pau nessas ONG’s. Ingleses, franceses, holandeses e estadunidenses, GO HOME!

  18. Curiosidade: 45% de toda área do estado de Roraima é reserva indígena, e 45% é reserva florestal. O resto se divide em área do estado ou militar.

  19. O Brasil devia fazer como o Canada fez,quando os indios la começaram uma conversa parecida, o governo(canadense)mandou suas forças armadas pra “conversar”com os indios.

  20. Chegou a hora de identificarmos essas lideranças indígenas e seus testa-de-ferro-traidores-brancos e expô-los a sociedade. Precisamos abrir um debate sobre essa questão antes que seja tarde. Acho que tem que haver um retrocesso quanto a demarcação das reservas indígenas e a sua auto-gestão. As lideranças indígenas tem que ter consciência do seu papel e não podem enveredar por caminhos que entrem em choque com o pensamento da sociedade brasileira. Quando morei na Amazônia, via frequentemente caciques caiapós com boas picapes, celulares, várias mulheres, aviões particulares, tudo fruto da venda do mogno. Ou seja, só uma minoria usufruia das benesses do comércio da madeira em área indígena. Alguns caciques e uns poucos empresários mercenários brancos é que tiravam o proveito desse comércio. Acredito que os indios são brasileiros como todos nós, e os mesmos tem que respeitar a constituição. Um indio que já é aculturado, que exerce uma liderança, tem pensamentos capitalistas, tem que respeitar as leis e se submeter aos desígnios da sociedade. Lembram do caso PAIAKAN? Se ele tivesse sido caçado e preso dentro da sua aldeia, talvez servisse de exemplo aos demais caciques. Esse negócio de ir a Brasília e meter o TACAPE nas pesoas, tem que ser entendido como agressão e crime, e deve ser punido na forma da lei.

  21. direito indigena é o c.

    aqui somos todos brasileiros e iquais.

    vou rir pra cassete quando os americanos ficarem contra a gente, vou rir desse montão de lacaio que baba o ovo dessa gente no mesmo falecido FX2, tem tambem nessa parada seguramente algumas naçoes europeas, normalmente alinhada com os yankes que se denominam comunidade internacional

    kosovo esta ai mesmo monstrando pra gente que o nos colocamos duro como China nesses temas e buscamos de uma vez cortar o mal pela raiz ou vamos nos arrepender muito de estragar o que os portuqueses nos deixaram de mão beijada que foi esse gigante que temos.

    —-

    é isso ai jackson forças armadas nesses putos.

    e ameaça de acabar com as regalias que essas porras tem no dia de hoje como imunidades e outras coisas mais, se eles ameaçao com a secessao a gente anula todas as reservas, vamos ver quem pode mais.

    mandamos o exercito e quando nao fique nenhum deles vivo, então se acabou o problema, vamos ver quem vai ter peito de sequir com isso depois disso.

    bem fizeram os uruguaios que quando ocuparam o pais eliminaram os charruas, pra evitar problemas.

    um detalhe tambem, se EUA apoia algum grupo aqui tambem pode ter problemas no seu territorio no futuro.

    porque o vento que venta la venta aqui.

    calça de veludo ou bunda de fora.

  22. por certo creio que a gente assinou essa joça na ONU e o proprio EUA não.

    tambem não descartaria que Chavez se metesse nesse tema, por se acaso devemos de priorizar rapidamente a criaçao de uma melhor ocupaçao militar nessa parte da fronteira, seja pelos EUA, seja pela Venezuela, para o que der e vier.

    o Brasil como sempre assinando o que nao deve, antes foi o governo anterior com o TNP e o que nao nos permiti desenvolver algum missil com alcançe superior aos 300 kms
    e agora foi esse assinando esse papel.

  23. cite=”#commentbody-29809″>
    Alex Ruzenhack :A porcaria de índio tinha é que acabar. Fala sério, estamos no século XXI e ainda existe ÍNDIO? Tá de sacanagem… o governo tinha que tomar tudo e obrigar esses caras a servir as forças armadas. Também é dever do governo de civilizar essas tribos.

    Sempre pensei dessa forma também, isso é o que dá ficar passando a mão na cabeça de índio, um bando de lesa-pátria, que roubam, sequestram, matam, depois se fazem de bobos, e ainda são protegidos pela Constituição federal.. Juntamente com essa outra porcaria chamada MST, ainda vão acabar com o país se ninguém tomar uma providencia.
    É pau neles! Sem dó nem piedade.

  24. Pior Intruder,

    Os ´”índios” que supostamente seriam beneficiados, apenas abririam suas terras para o furto e rapinagem destes grupos.

    Os próprios “índios” depois de um tempo, se tornariam pessoas não gratas para os reptilianos.

    Conhece a máxima de em um primeiro momento trocar bugigangas por recursos valiosos aos incautos, e logo após tomar as terras e exterminar ou expulsar os nativos…

    Ainda é válido este pensamento…

    No mais parabéns a ABIN pelo trabalho.

  25. Alex Ruzenhack :A porcaria de índio tinha é que acabar. Fala sério, estamos no século XXI e ainda existe ÍNDIO? Tá de sacanagem… o governo tinha que tomar tudo e obrigar esses caras a servir as forças armadas. Também é dever do governo de civilizar essas tribos.

    Sempre pensei dessa forma também, isso é o que dá ficar passando a mão na cabeça de índio, um bando de lesa-pátria, que roubam, sequestram, matam, depois se fazem de bobos, e ainda são protegidos pela Constituição federal.. Juntamente com essa outra porcaria chamada MST, ainda vão acabar com o país se ninguém tomar uma providencia.
    É pau neles! Sem dó nem piedade.

    isso era o que eu falava antes quando falava em acabar com os privilegios dos indios

    aqui somos todos iquais, da mesma forma o estado tampouco deve primar como muitas vezes passa, pela sua ausencia, sobretudo nessas regioes de fronteira e ricas em minerais.

    sempre fui favoravel a inclusive transladar gente do resto do país pra fazer serviço militar na fronteira e na selva assim iamos criando milhares de pessoas nessas regioes que saberiam valorizar a defesa dessa regiao e a importancia que ela tem.

  26. Segue abaixo o relato de uma pessoa conhecida e séria, que passou recentemente em um concurso público federal e foi trabalhar em Roraima. Trata- se de um Brasil que a gente não conhece.

    Na única rodovia que existe em direção ao Brasil (liga Boa Vista a Manaus, cerca de 800 km ) existe um trecho de aproximadamente 200 km reserva indígena (Waimiri Atroari) por onde você só passa entre 6:00 da manhã e 6:00 da tarde, nas outras 12 horas a rodovia é fechada pelos índios (com autorização da FUNAI e dos americanos) para que os mesmos não sejam incomodados.

    Detalhe: Você não passa se for brasileiro, o acesso é livre aos americanos, europeus e japoneses. Desses 70% de território indígena, diria que em 90% dele ninguém entra sem uma grande burocracia e autorização da FUNAI.

    Outro detalhe: americanos entram à hora que quiserem. Se você não tem uma autorização da FUNAI mas tem dos americanos então você pode entrar. A maioria dos índios fala a língua nativa além do inglês ou francês, mas a maioria não sabe falar português. Dizem que é comum na entrada de algumas reservas encontrarem-se hasteadas bandeiras americanas ou inglesas. É comum se encontrar por aqui americano tipo nerd com cara de quem não quer nada, que veio caçar borboleta e joaninha e catalogá-las, mas no final das contas, pasme, se você quiser montar um empresa para exportar plantas e frutas típicas como cupuaçu, açaí, camu-camu etc., medicinais ou componentes naturais para fabricação de remédios, pode se preparar para pagar ‘royalties’ para empresas japonesas e americanas que já patentearam a maioria dos produtos típicos da Amazônia…

    Por três vezes repeti a seguinte frase após ouvir tais relatos: Os americanos vão acabar tomando a Amazônia. E em todas elas ouvi a mesma resposta em palavras diferentes. Vou reproduzir a resposta de uma senhora simples que vendia suco e água na rodovia próximo de Mucajaí:

    ‘Irão não minha filha, tu não sabe, mas tudo aqui já é deles, eles comandam tudo, você não entra em lugar nenhum porque eles não deixam. Quando acabar essa guerra aí eles virão pra cá, e vão fazer o que fizeram no Iraque quando determinaram uma faixa para os curdos onde iraquiano não entra, aqui vai ser a mesma coisa’.

    A dona é bem informada não? O pior é que segundo a ONU o conceito de nação é um conceito de soberania e as áreas demarcadas têm o nome de nação indígena. O que pode levar os americanos a alegarem que estarão libertando os povos indígenas. Fiquei sabendo que os americanos já estão construindo uma grande base militar na Colômbia, bem próximo da fronteira com o Brasil numa parceria com o governo colombiano com o pseudo

    objetivo de combater o narcotráfico. Por falar em narcotráfico, aqui é rota de distribuição, pois essa mãe chamada Brasil mantém suas fronteiras abertas e aqui tem estrada para as Guianas e Venezuela. Nenhuma bagagem de estrangeiro é fiscalizada, principalmente se for americano, europeu ou japonês, (isso pode causar um incidente diplomático). Dizem que tem muito colombiano traficante virando venezuelano, pois na Venezuela é muito fácil comprar a cidadania venezuelana por cerca de 200 dólares.

    Mara Silvia Alex andre Costa

    Depto de Biologia Cel. Mol. Bioag.Patog. FMRP – USP

  27. http://www.funai.gov.br/ultimas/noticias/2_semestre_2010/julho/un2010_06.html
    ROndon e seu trabalho.

    PAIAKAN
    Na instrução processual foi decretada a prisão preventiva de Paulinho Paiakan em regime domiciliar, que a cumpriu por 02 (dois) anos, 05 (cinco) meses e 19 (dezenove) dias. Por fim, em 1994 o juiz Elder Lisboa Ferreira da Costa julgou improcedente a denúncia, absolvendo Paiakan pela falta de prova em relação a autoria do crime, vez que todas as lesões descritas nos laudos remetem única e exclusivamente a ações realizadas por Irekran. Também Irekran foi absolvida, em virtude da aplicação do art. 26 do Código Penal Brasileiro pois, mesmo tendo praticado todos os atos descritos e tipificados, considerou-a, indubitavelmente, não emancipada, “não inteiramente integrada à civilização branca”, sendo incapaz de compreender o caráter ilícito do fato.

    Entretanto, o Ministério Público recorreu da decisão ao Tribunal de Justiça do Estado do Pará, que reformou a sentença em 1998. O recurso de apelação criminal foi julgado pela 2a Câmara Criminal que, por unanimidade, o conheceu e deu provimento, condenando Paulinho Paiakan a 6 (seis) anos de reclusão em regime fechado e Irekran a 4 (quatro) anos em regime de semi-liberdade por ter infringido o do art. 213 do CPB. Após a decisão, foi decretada a prisão de Paulinho Paiakan a ser cumprida em regime fechado, pelo fato do crime em que foi incurso constituir crime hediondo.

    Desde a referida data Paulinho Paiakan encontra-se na aldeia Kaiapó A-Ukre. No entanto, com a recente decisão a respeito da possibilidade de se conceder progressão de regime a crimes considerados hediondos, a Procuradoria da FUNAI protocolou petição nos autos da execução criminal solicitando que o reconhecimento da prescrição da pretensão executória, bem como a progressão do regime de cumprimento da pena, por já ter Paiakan cumprido 2/6 do seu total, e que seja deferido o direito de cumprir a pena em regime de liberdade na aldeia indígena, nos termos do que preceitua o art. 56, parágrafo único, da Lei n. 6.001/73.

  28. http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u393279.shtml

    Gen. Heleno, Gen Figueiredo, Ives Gandra Martins

    Roraima = Tibet

  29. Desta vez não da para botar a culpa nos EUA nem em FHC. Quem assinou o tal tratado foi este governo, o do Sr. Lula. Tratado que Estados Unidos, Canadá, Austrália e Nova Zelândia não assinaram por causa de não concordarem com o texto final. O tratado foi patrocinado especialmente por países europeus, particularmente França, Alemanha e Itália. Agora, com a questão de Kosovo e o apoio norte-americano e da OTAN, a questão da “autodeterminação dos povos” ganhou outra dinâmica. Com o reconhecimento da ONU da legalidade de Kosovo, inclusive observando elementos do tratado Declaração Universal dos Direitos dos Povo Indígenas, qualquer população que possui território autogerido e identidade cultural própria pode pedir ser conhecido como país independente.

    O ideário moral e ideológico de tal movimento está inserido no “movimento indígena latino-americano”, que tem no bolivarianismo de Hugo Chves e no indigenismo de Evo Morales suas pedras de toque. Tem gente na Europa e EUA adorando isto e perguntando quando perderemos a Amazônia. Al Gore e Francois Mitterrand disseram com todas as letras: A Amazônia não é brasileira. O que nossos governos fizeram, nada!

    Os ideólogos bolivarianistas e indígenas já escreveram sobre a necessidade da construção de um “movimento latino americano indígena” para a constituição de estados indígenas, como a tal Nação Guarani já denunciada. No norte do Brasil a questão também envolveria a Guiana Inglesa,especialmente na região do Orinoco, pois ela tem um grande número de povos que também habitam o Brasil e a Venezuela, em áreas ricas em petróleo e outros minerais.

    Roraima é um estado com características sociais e antropológicas únicas. Metade da população do estado é de indígenas (Macuxi, Wapichana, Yanomamis, etc…). O movimento indígena tem fortíssimas ligações com a Igreja Católica (os principais lideres da CIR – Conselho Indigena de Roraima – foram alunos de escolas catolicas implantadas pelos padres nos anos 50 e 70) e movimentos sociais europeus, especialmente da França, Alemanha e Itália. Poucos lugares no Brasil recebe tantos antropólogos franceses e alemães. O famoso “laudo antropológico” da FUNAI, que foi a base do processo de constituição da área Raposa Serra do Sol, foi feito por brasileiros e endossado por um antropologo alemão da Universidade Federal de Roraima (UFRR), estrangeiro inclusive citado pelo antigo Advogado Geral da União (AGU) e atual ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) como um “grande especialista mundial em índios brasileiros”.

    Desde 1998 existe em Roraima um movimento para reduzir a presença das forças armadas brasileiras no estado. O exercito foi alvo de uma sórdida campanha de difamação quando decidiu expandir seu contigente na fronteira. O jornal da Arquidiocese de Roraima foi o principal instrumento, colocando na página principal inclusive fotos de militares e índias nuas em igarapés para provar que os militares eram “predadores sexuais das índias”. Para nossa sorte o STF fez ver que é dever constitucional dos militares defender nossa soberania e que movimento indígena algum pode contra isto.

    Por fim, depois da constituição da área Raposa Serra do Sol dois movimentos foram percebidos em RR. Primeiro a expulsão de todos não índios da reserva, inclusive mulheres casadas com índios. A justificativa: os não índios, mulheres ou homens, “sujavam o sangue” indígena. No melhor discurso eugênico: coisa de europeu. Segundo, a criação de novas reserva (todas concentradas em áreas com grandes jazidas minerais)e ampliação das antigas.

    Desculpem pelo tamanho, mas tudo que contei é de alguém que viveu lá muitos anos e sofreu quando vimos estrangeiros dizerem que RR é terra de índios, não de brasileiros.

  30. Alex Ruzenhack :
    A porcaria de índio tinha é que acabar. Fala sério, estamos no século XXI e ainda existe ÍNDIO? Tá de sacanagem… o governo tinha que tomar tudo e obrigar esses caras a servir as forças armadas. Também é dever do governo de civilizar essas tribos.

    QUEM MAIS ABRE AS PERNAS PRÁ ESSES INDIOS É O PRÓPRIO GOVERNO, ATRAVÉS DA FUNAI.

  31. André Oliveira :
    Se a explicação do CIR é que ele quer inserir os índos dentro do contexto do estado brasileiro, cabe a este estado oferecer condições para que os índios não venham a ser tentados por propostas mirabolantes..O secessionismo só ocorre para povos que não tiveram seus pleitos minimamente atendidos pelas nações que os rejeitaram..

    X2 ;)

    Sds.

  32. A Funai e o Ibama estão servindo de correntes, tentando impedir a todo custo o progresso do país.

    Procurem reportagens recentes e vejam quanto tempo demora para sair uma licença ambiental (como em Belomonte) e o prejuízo que isso causa ao país.

    Procurem também pelas últimas ações da Funai, servindo aos interesses estrangeiros…

    Vamos à Constituição:

    Art. 5° – Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:

    XV – é livre a locomoção no território nacional em tempo de paz, podendo qualquer pessoa, nos termos da lei, nele entrar, permanecer ou dele sair com seus bens.

    Sabem qual meu sonho? Ganhar na Mega Sena, contratar um bando de mercenários, adentrar a Amazônia e “limpar” a área toda dessas ONG’s. Talvez eu mande alguns sniper à Brasília, caçar lesa-pátrias e entreguistas.

    BRASIL, ACIMA DE TUDO!

  33. A quanto tempo os generais do EB e o Clube militar estão falando isso?! e só agora que essa Abin se toca. Gen Heleno estava certo quando disse que a política indígena do governo federal é lamentável, para não dizer caótica.

  34. Como os governos brasileiros de muitos anos sempre se voltaram para o leste brasileiro essa de indio querer territorio propio e coisa velha. O culpado somos nos brasileiros que por muitos anos achavamos que a Amazonia era impenetravel, enquanto os americanos por la se embrenharam dezenas de anos atras com a biblia debaixo do braco. Viajei para a Amazonia em 73 e la se encontravam os americanos ‘pacificando” os indios. Essa indotrinacao indigena ja vem de muito tempo.
    Pergunta para o brasileiro nas ruas do Rio, Sao Paulo, Porto Alegre que estao tomando a Amazonia e muitos ainda acham que aquilo ali “so tem mato”.

  35. Quem demarcou as terras foi o Poder Judiciario,depois de longos debate.Acho que deveriamos ocupar militarmente toda area.E varias base já estão sendo construida no Amazonas. Manaus já recebeu um esquadrão de F-5, os Sabres Mil-35M já estão nessas regiões.O projeto Calha Norte esta em andamento.Já temos 25 mil homens nesta região.E mais a Policia Federal.

  36. Índio tem dinheiro, índio tem ouro, índio tem diamante, índio tem amigos que não Brasileiros, mas índio não tem o direito, ainda…

    Lula, acorda.

  37. Lesa Patria temos aos trilhões e enraizados quase que na totalidade de nossa sociedade.Tudo o que tenho tomado conhecimento de supostas informações originadas na ABIN não passa de mera especulação.O que deveriam fazer era cuidar da Segurança Nacional e ate agora so deixaram rastro.Foram incapazes de prevenir ou ate conter a sabotagem que desimou toda a nossa equipe cientifica em Alcantara,fato que atrasou o pais em 50 anos.E de deter a espionagem quando deveriamos recolher no oceano um estagio importante de um lançamento.Nossa Marinha sofreu interferencia nos rastreadores e quando conseguimos realmente chegar ao local não estava la o estagio.Teria um Sub extrangeiro levado o mesmo ? E as boias nauticas com aparelhos de telemetria e compartimentos extras que eles encontraram entre 2006 e 2008 a deriva proximo a Alcantara e so vieram divulgar por pirraça quanbdo o governo Federal outorgou mais poder a Policia Federal.Ate agora sei que servem bem mas ao interrese de outros fazendo escutas clandestinas para manipulação politica.Trabalhem realmente em prol do Brasil e eu os adorarei.Comprovem tudo e nossa Policia Federal e nossas Forças Armadas farão valer nossa constituição.

  38. Só para informar:

    — Vejam quais são as 19 condições do STF à Raposa Serra do Sol

    Ao decidir pela demarcação contínua da Raposa Serra do Sol e a saída dos arrozeiros, os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) aprovaram 19 condições para que seja colocada em prática a decisão sobre a reserva indígena em Roraima.

    Leiam abaixo quais são as ressalvas:

    1 – O usufruto das riquezas do solo, dos rios e dos lagos existentes nas terras indígenas pode ser relativizado sempre que houver como dispõe o artigo 231 (parágrafo 6º, da Constituição Federal) relevante interesse público da União na forma de Lei Complementar;

    2 – O usufruto dos índios não abrange o aproveitamento de recursos hídricos e potenciais energéticos, que dependerá sempre da autorização do Congresso Nacional;

    3 – O usufruto dos índios não abrange a pesquisa e a lavra de riquezas minerais, que dependerá sempre de autorização do Congresso Nacional, assegurando-se-lhes participação nos resultados, na forma da lei;

    4 – O usufruto dos índios não abrange a garimpagem nem a faiscação, dependendo-se o caso, ser obtida a permissão da lavra garimpeira;

    5 – O usufruto dos índios não se sobrepõe ao interesse da Política de Defesa Nacional. A instalação de bases, unidades e postos militares e demais intervenções militares, a expansão estratégica da malha viária, a exploração de alternativas energéticas de cunho estratégico e o resguardo das riquezas de cunho estratégico a critério dos órgãos competentes (o Ministério da Defesa, o Conselho de Defesa Nacional) serão implementados independentemente de consulta às comunidades indígenas envolvidas e à Funai;

    6 – A atuação das Forças Armadas e da Polícia Federal na área indígena, no âmbito de suas atribuições, fica garantida e se dará independentemente de consulta a comunidades indígenas envolvidas e à Funai;

    7 – O usufruto dos índios não impede a instalação pela União Federal de equipamentos públicos, redes de comunicação, estradas e vias de transporte, além de construções necessárias à prestação de serviços públicos pela União, especialmente os de saúde e de educação;

    8 – O usufruto dos índios na área afetada por unidades de conservação fica sob responsabilidade do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade;

    9 – O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade responderá pela administração da área de unidade de conservação, também afetada pela terra indígena, com a participação das comunidades indígenas, que deverão ser ouvidas, levando em conta usos, tradições e costumes dos indígenas, podendo, para tanto, contar com a consultoria da Funai;

    10 – O trânsito de visitantes e pesquisadores não-índios deve ser admitido na área afetada à unidade de conservação nos horários e condições estipulados pelo Instituto Chico Mendes;

    11 – Deve ser admitido o ingresso, o trânsito e a permanência de não-índios no restante da área da terra indígena, observadas as condições estabelecidas pela Funai;

    12 – O ingresso, o trânsito e a permanência de não-índios não pode ser objeto de cobrança de quaisquer tarifas ou quantias de qualquer natureza por parte das comunidades indígenas;

    13 – A cobrança de tarifas ou quantias de qualquer natureza também não poderá incidir ou ser exigida em troca da utilização das estradas, equipamentos públicos, linhas de transmissão de energia ou de quaisquer outros equipamentos e instalações colocadas a serviço do público tenham sido excluídos expressamente da homologação ou não;

    14 – As terras indígenas não poderão ser objeto de arrendamento ou de qualquer ato ou negócio jurídico, que restrinja o pleno exercício do usufruto e da posse direta pela comunidade jurídica ou pela comunidade indígena;

    15 – É vedada, nas terras indígenas, a qualquer pessoa estranha aos grupos tribais ou comunidades indígenas a prática da caça, pesca ou coleta de frutas, assim como de atividade agropecuária extrativa;

    16 – Os bens do patrimônio indígena, isto é, as terras sob ocupação e posse dos grupos e comunidades indígenas, o usufruto exclusivo das riquezas naturais e das utilidades existentes nas terras ocupadas, observado o disposto no artigo 49, XVI, e 231, parágrafo 3º, da Constituição da República, bem como a renda indígena, gozam de plena imunidade tributária, não cabendo a cobrança de quaisquer impostos taxas ou contribuições sobre uns e outros;

    17 – É vedada a ampliação da terra indígena já demarcada;

    18 – Os direitos dos índios relacionados às suas terras são imprescritíveis e estas são inalienáveis e indisponíveis.

    19 – É assegurada a participação dos entes federativos durante o processo demarcatório.

    Fonte: http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,veja-quais-sao-as-19-condicoes-do-stf-a-raposa-serra-do-sol,341645,0.htm

  39. A Abin está trabalhando.

  40. Olha gente, nao existem leis neste mundo, chora menos quem pode mais. Nem a ONU apita nada, nem os EUs sozinhos apitam nada, soh existe a forca, o poder dissuasorio que o Brasil nao tem. Tomem nota, nao existe direito para os fracos. O Iraque e mais recentemente o Iran, na questao nuclear, nos servem de exemplos. Pouco importa a culpa de quem eh ou assinou, o que importa eh o controle efetivo sobre a Amazonia. Se os ianques ou qualquer outro alienigena perceber que a retaliacao brasileira pode fazer custar-lhes a perda da Guiana Francesa ou o protetorado americano na colombia para o Brasil, podem estar certos que ninguem ousaria qualquer coisa na Amazonia. Soh a bomba atomica e a capacidade de lanca-la para onde quiserem pode dissuadir esses famigerados foras da lei, a unica coisa que os segura sao duas bombas nucleares, uma caindo sobre Nova Iorque e outra sobre Washington. Se perceberem que nada podem perder e tem tudo a ganhar, podem crer vao tentar toma-la, na cara dura, eh soh uma questao de tempo e que esta proximo, com certeza. Vamos perder a soberania sobre a Amazonia, alias ateh ja comecou!!!Soh Deus sabe o acordo militar feito entre o Brasil e EUA, recentemente, com certeza ja renunciaram a defesa do Brasil e a entrega dele, sem resistencia. Os militares brasileiros soh falam serio, e ateh ameacam o governo brasileiro quando o soldo esta baixo e ou entao se sentem ameacados de serem presos por abusos por crimes cometidos durante a ditadura!!! Todos os acordos internacionais que o Brasil assinou, foi com o consentimento deles, eles tem poder de veto, nao se esquecam disso, entendeu Rick!!! O problema nao eh do FHC, nem tampouco do Presidente Lula, os que nao fizeram nada para evitar as assinaturas de todos esses estupidos tratados internacionais nao foram os civis, e o pecado maior eh nao se prepararem para a defesa da soberania nacional, renunciando-a. Os militares sempre tiveram o poder em suas maos, inclusive com as chaves dos cofres, ateh os dias de hoje!!!!!!Soh a verdade, nada alem da VERDADE!!!

  41. Participei no primeiro semestre aqui em João Pessoa da Conferência Municipal de Defesa Civil, quando uma senhora, fantasiada de “baiana”, reivindicou um Posto Avançado de Defesa CIvil na comunidade onde mora, que segundo ela acredita, se trata de Comunidade Quilombola.
    Após isto manifestou-se um senhor de uns 110kg e mais branco que eu, que anda pelas ruas da cidade fantasiado com um cocar de índio, reivindicando a mesma coisa para a sua comunidade “indígena”.
    Ontem, vi a foto de LULA fantasiado de indio Evo Morales num comício em Pernambuco.
    Nunca na nossa história de Nação ví tanta imbecilidade e tanta falta de caráter.
    O governo que aí está é o maior incentivador do racismo e do separatismo, (que tal o Ministério da Igualdade Racial?), com sua política de cotas e outros trambolhos, que visa a separação da sociedade, para seu enfraquecimento e total domínio.
    Nós brasileiros somos um povo miscigenado,mestiço, e até há poucos anos atrás um único povo, uma única Nação, que está sendo destruida e dividida por esse governo corrupto.
    Nunca tinha visto um presidente negar nossa nacionalidade e passar a vestir costumes de outras nações como tem feito Lula em cerimônias oficiais.
    Mas acho que ainda há patriotas.Espero que a sociedade civil patriota e honrada e a parcela das Forças Armadas que ainda não foi contaminada consigam preservar nossa Nação.
    Alex Ruzenhack , hoje concordo com vç em gênero, número e grau.

  42. Não defendo o massacre dos índios, mas defendo:

    – Controle rigoroso sobre toda e qualquer organização não governamental (sempre acompanhados quando entrarem nas reservas).
    – Militarização das fronteiras.
    – Assistência governamental aos povos indígenas (educação, saúde, segurança entre outros).
    – Não assinatura de todo e qualquer documento internacional sobre esse assunto e os que já existem serem imediatamente desfeitos.
    – Limitação da áreas cedidas (o governo não deve ceder mais do território nacional naquela região).
    – Investigação sobre toda e qualquer ONG que atua não só naquela região como em todo território nacional.

    Por fim, também desejo saber esses índios são brasileiros ou índios se a resposta for índio então retiro que disse e apoio ações militares e jurídicas contra esses.
    E pra se totalmente sincero não gostei nem um pouco desta historia e remarcação de terras, mas até aí só fico meio cabreiro, agora se passar disso aí devemos sim agir como a China e se eles podem se defender que se defendam… Quanto a uma intervenção americana é mesmo preocupante e a única forma de inibir tal assédio é fortalecendo nossas forças armadas, e insisto, o Brasil deve fabricar armas de destruição em massa químico/biológico/nuclear e meios de disseminar (mísseis de médio e logo alcance).

  43. Rick :Desta vez não da para botar a culpa nos EUA nem em FHC. Quem assinou o tal tratado foi este governo, o do Sr. Lula. Tratado que Estados Unidos, Canadá, Austrália e Nova Zelândia não assinaram por causa de não concordarem com o texto final. O tratado foi patrocinado especialmente por países europeus, particularmente França, Alemanha e Itália. Agora, com a questão de Kosovo e o apoio norte-americano e da OTAN, a questão da “autodeterminação dos povos” ganhou outra dinâmica. Com o reconhecimento da ONU da legalidade de Kosovo, inclusive observando elementos do tratado Declaração Universal dos Direitos dos Povo Indígenas, qualquer população que possui território autogerido e identidade cultural própria pode pedir ser conhecido como país independente.
    O ideário moral e ideológico de tal movimento está inserido no “movimento indígena latino-americano”, que tem no bolivarianismo de Hugo Chves e no indigenismo de Evo Morales suas pedras de toque. Tem gente na Europa e EUA adorando isto e perguntando quando perderemos a Amazônia. Al Gore e Francois Mitterrand disseram com todas as letras: A Amazônia não é brasileira. O que nossos governos fizeram, nada!
    Os ideólogos bolivarianistas e indígenas já escreveram sobre a necessidade da construção de um “movimento latino americano indígena” para a constituição de estados indígenas, como a tal Nação Guarani já denunciada. No norte do Brasil a questão também envolveria a Guiana Inglesa,especialmente na região do Orinoco, pois ela tem um grande número de povos que também habitam o Brasil e a Venezuela, em áreas ricas em petróleo e outros minerais.
    Roraima é um estado com características sociais e antropológicas únicas. Metade da população do estado é de indígenas (Macuxi, Wapichana, Yanomamis, etc…). O movimento indígena tem fortíssimas ligações com a Igreja Católica (os principais lideres da CIR – Conselho Indigena de Roraima – foram alunos de escolas catolicas implantadas pelos padres nos anos 50 e 70) e movimentos sociais europeus, especialmente da França, Alemanha e Itália. Poucos lugares no Brasil recebe tantos antropólogos franceses e alemães. O famoso “laudo antropológico” da FUNAI, que foi a base do processo de constituição da área Raposa Serra do Sol, foi feito por brasileiros e endossado por um antropologo alemão da Universidade Federal de Roraima (UFRR), estrangeiro inclusive citado pelo antigo Advogado Geral da União (AGU) e atual ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) como um “grande especialista mundial em índios brasileiros”.
    Desde 1998 existe em Roraima um movimento para reduzir a presença das forças armadas brasileiras no estado. O exercito foi alvo de uma sórdida campanha de difamação quando decidiu expandir seu contigente na fronteira. O jornal da Arquidiocese de Roraima foi o principal instrumento, colocando na página principal inclusive fotos de militares e índias nuas em igarapés para provar que os militares eram “predadores sexuais das índias”. Para nossa sorte o STF fez ver que é dever constitucional dos militares defender nossa soberania e que movimento indígena algum pode contra isto.
    Por fim, depois da constituição da área Raposa Serra do Sol dois movimentos foram percebidos em RR. Primeiro a expulsão de todos não índios da reserva, inclusive mulheres casadas com índios. A justificativa: os não índios, mulheres ou homens, “sujavam o sangue” indígena. No melhor discurso eugênico: coisa de europeu. Segundo, a criação de novas reserva (todas concentradas em áreas com grandes jazidas minerais)e ampliação das antigas.
    Desculpem pelo tamanho, mas tudo que contei é de alguém que viveu lá muitos anos e sofreu quando vimos estrangeiros dizerem que RR é terra de índios, não de brasileiros.

    Rick, e o estado brasileiro ? Além do Exército, quem entrou lá ? Tem escolas, postos de saúde, opções de trabalho ? Os índios são tentados a “declarar sua independência” na medida em que o país deles, o Brasil, vira as costas para ele e não lhe oferece as mínimas condições de cidadania… Essa é a questão, o Brasil precisa oferecer cidadania aos indígenas e não soldados do exército e o julgamento de outros cidadãos..

  44. Já passou da hora do exército ‘sentar a pua” nas ONGS… fazer uma ‘limpa geral’.

    E depois da devassa só volta a entrar na área .. as ONGS que comprovarem finalidade.. médico e/ou educativa .. o resto vai depender de uma loongaaa.. análise.

  45. Os corruptos e entreguistas dos três poderes da República não têm nenhum interesse em preservar a integridade do território nacional. Só pensam em encher os bolsos. A demarcação contínua da reserva indígena Raposa Serra do Sol, em região de fronteira, se não for revista por um futuro presidente que lute pelos interesses do Brasil, poderá se transformar em uma nação independente dentro do território brasileiro.

  46. “Nunca na história deste país”, as ONGS aprontaram tanto…. Tá na hora de controlar tudo, separar o joio do trigo.

  47. Os EUA vão adora apóia eles, vão doar AR-15, F-18E/F e vão construir uma Base para eles, a maioria dos Índios sabem falar inglês mesmo.

  48. Fui bem egoísta ao emitir minha opinião, mas reconheço que todas as nações ou etnias ameríndias, ao meu entender, tem mais direito à esta terra do que qualquer outro povo. Também reconheço parte de minha história mestiçada afrohispanoindígena, e que exagerei ao enxergar uma guerra. Mas meu espírito é guerreiro, só enxergo batalhas. Não quero nenhum conflito, mas se o chefe de estado me chamasse para um , não saberia o que fazer neste caso.
    E este caso cheira a intervenção norteamericanacolombiana.

  49. A primeira ação do Governo deve ser regular a presença de estrangeiros nessas reservas, que estão repletas de minérios, inclusive ouro e titânio. Como entram em território brasileiro? Eles têm passaporte e visto? Sua bagagem é vistoriada? Uma opção é montar um Posto da Polícia Federal nas entradas da reserva, como as UPPs da PM-RJ nas favelas do Rio. Já há índios falando francês e alemão, mas não o português. Além disso, o Exército deve ocupar a faixa de fronteira, como permite a Constituição.

  50. Estão criando Brasis no Brasil…Nações Indigenas,Quilombolas,Afrodecendentes e vai-se por ai afora…Depois do avanço de nossa constituição,Procom entre outras coisas,talvez tenhamo-nos esquecido de algo fundamental:Antes de ensinar-mos ao povo seus direitos,deveriamos ensinar-lhes seus deveres como cidadãos Brasileiros…O caso AMAZONIA agrava-se em decorrencia do descaso publico e da falta de assistencia.Os unicos dentro de nosso sistema que realmente se preocupão não so com a região mas tambem com o povo Amazonico são os militares,que la estão não so para defende-la mas acima de tudo para garantir o minimo que o Estado pode oferecer a aquelas populações.Ja se comprovou a tempos acampamentos de ONGs extrangeiras com hasteamento de bandeiras extrangeiras entre outras coisas.O que esta faltando mais?Que ela seja invadida e dominada para que venhamos a culpar nossos militares pela incapacidade de defende-la?Precisamos ser mais Brasileiros e deixar-mos ideologias e interesses de lado e pensar-mos como povo unido e soberano.

  51. Somos um povo tão m., tão bunda suja que somos capazes de nos render sem luta a qualquer invasor estrangeiro, somos o povo da cervejinha, do sambinha vagabundo, somos o povinho dos direitos humanos, somos o povinho contra ter armas nucleares, somos o povinho fadado a ser exterminados num futuro próximo pelos miseráveis americanos,mas nós merecemos, seremos vitimas da nossa propria covardia moral e intelectual, pois aplaudimos nos cinemas os filminhos deles e e endeusamos seus super-heróis, enfim, somos um povo de m.

  52. Quando começaremos realmente a cuidar do que é nosso???????????

  53. Caro panzer,

    Infelizmente eh isso que voce disse, com raras excecoes, e numa palavra composta, vira-latas, com todo o respeito que esses caes tao simpaticos e espertos. Esse eh o povo forjado de 1964 para cah, o do rock and roll, das bandeiras da copa do mundo, do ” Brasil, um Pais de Todos” e nem tem vergonha de dizer isso na televisao, do “Brasil Acima de Tudo” ! O vazio brado de “Patria”!; sem se darem conta de que nao mais tem a Patria, foi saqueada e entregue a estrangeiros, entregaram o proprio povo, que idolatra os ianques e seus comparsas, que se emociona ao ouvir o hino nacional ianque e reverencia a bandeira estado-unidense e tem vergonha de tudo que eh nacional, ateh de sua propria bandeira. A Patria ja nao tem valor para eles, justamente por nao terem nenhum apego, uma ligacao com ela, nao sentem nenhum vinculo com ela, nao a pertence mais, ela ja nao existe !!! O proprio Estado ja nao responde mais ao povo, soh a lobbies e ONGs estrangeiras, qualquer iniciativa contraria aos interesses das ONGs estrangeiras, sao engessadas, elas estao assumindo o papel do proprio Estado. Amigo panzer, isso eh muito triste, realmente frustrante !!! Nao se preocupam mais, o seu presente e o futuro nao existe mais lhes foi roubado e entregue a alienigenas!!!

  54. Nada + a dizer, e tem-se mt agr , + q antes ; mt p o q fazer…uma forte presença militar nessa área , expulsem essas ONGs , como a tal WWF e suas congêneres..lembrem-se do kosovo. P ontem.

  55. Eu avisei que essa tal de FUNAI e esse tal de IBAMA tão cheio de entreguistas. Tão só ganhando para segurar o pais e vender aos gringos facilidades. Eita povinho que não serve para nada… no Mato Grosso, com essa estoria de desmatamento, so ficam esperando para receber propina para liberar autorizações… a FUNAI quer que os indios permaneçam eternamente ignorantes e subjulgados, senão acaba sua função de existir… uma vergonha. temos que acabar com esses orgãos, a saber, IBAMA e FUNAI, antro de vergonha para o povo brasileiro…

  56. A “Inteligência” que vem da ABIN é de assustar. Ela, assim como os indígenas de Roraima, o CIR e aqueles que tem algum conhecimento da realidade amazônica sabem o quanto essa informação é mentirosa. É dificil de acreditar que um órgão público possa ser tão inconsequente. Se a informação divulgada pela da Folha de São Paulo, referindo-se a um documento oficial da ABIN é correta, resta a pergunta: Essa agência está a serviço de quem? Com certeza não é do Brasil e nem do povo brasileiro.

  57. André Oliveira :

    Rick :Desta vez não da para botar a culpa nos EUA nem em FHC. Quem assinou o tal tratado foi este governo, o do Sr. Lula. Tratado que Estados Unidos, Canadá, Austrália e Nova Zelândia não assinaram por causa de não concordarem com o texto final. O tratado foi patrocinado especialmente por países europeus, particularmente França, Alemanha e Itália. Agora, com a questão de Kosovo e o apoio norte-americano e da OTAN, a questão da “autodeterminação dos povos” ganhou outra dinâmica. Com o reconhecimento da ONU da legalidade de Kosovo, inclusive observando elementos do tratado Declaração Universal dos Direitos dos Povo Indígenas, qualquer população que possui território autogerido e identidade cultural própria pode pedir ser conhecido como país independente.
    O ideário moral e ideológico de tal movimento está inserido no “movimento indígena latino-americano”, que tem no bolivarianismo de Hugo Chves e no indigenismo de Evo Morales suas pedras de toque. Tem gente na Europa e EUA adorando isto e perguntando quando perderemos a Amazônia. Al Gore e Francois Mitterrand disseram com todas as letras: A Amazônia não é brasileira. O que nossos governos fizeram, nada!
    Os ideólogos bolivarianistas e indígenas já escreveram sobre a necessidade da construção de um “movimento latino americano indígena” para a constituição de estados indígenas, como a tal Nação Guarani já denunciada. No norte do Brasil a questão também envolveria a Guiana Inglesa,especialmente na região do Orinoco, pois ela tem um grande número de povos que também habitam o Brasil e a Venezuela, em áreas ricas em petróleo e outros minerais.
    Roraima é um estado com características sociais e antropológicas únicas. Metade da população do estado é de indígenas (Macuxi, Wapichana, Yanomamis, etc…). O movimento indígena tem fortíssimas ligações com a Igreja Católica (os principais lideres da CIR – Conselho Indigena de Roraima – foram alunos de escolas catolicas implantadas pelos padres nos anos 50 e 70) e movimentos sociais europeus, especialmente da França, Alemanha e Itália. Poucos lugares no Brasil recebe tantos antropólogos franceses e alemães. O famoso “laudo antropológico” da FUNAI, que foi a base do processo de constituição da área Raposa Serra do Sol, foi feito por brasileiros e endossado por um antropologo alemão da Universidade Federal de Roraima (UFRR), estrangeiro inclusive citado pelo antigo Advogado Geral da União (AGU) e atual ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) como um “grande especialista mundial em índios brasileiros”.
    Desde 1998 existe em Roraima um movimento para reduzir a presença das forças armadas brasileiras no estado. O exercito foi alvo de uma sórdida campanha de difamação quando decidiu expandir seu contigente na fronteira. O jornal da Arquidiocese de Roraima foi o principal instrumento, colocando na página principal inclusive fotos de militares e índias nuas em igarapés para provar que os militares eram “predadores sexuais das índias”. Para nossa sorte o STF fez ver que é dever constitucional dos militares defender nossa soberania e que movimento indígena algum pode contra isto.
    Por fim, depois da constituição da área Raposa Serra do Sol dois movimentos foram percebidos em RR. Primeiro a expulsão de todos não índios da reserva, inclusive mulheres casadas com índios. A justificativa: os não índios, mulheres ou homens, “sujavam o sangue” indígena. No melhor discurso eugênico: coisa de europeu. Segundo, a criação de novas reserva (todas concentradas em áreas com grandes jazidas minerais)e ampliação das antigas.
    Desculpem pelo tamanho, mas tudo que contei é de alguém que viveu lá muitos anos e sofreu quando vimos estrangeiros dizerem que RR é terra de índios, não de brasileiros.

    Rick, e o estado brasileiro ? Além do Exército, quem entrou lá ? Tem escolas, postos de saúde, opções de trabalho ? Os índios são tentados a “declarar sua independência” na medida em que o país deles, o Brasil, vira as costas para ele e não lhe oferece as mínimas condições de cidadania… Essa é a questão, o Brasil precisa oferecer cidadania aos indígenas e não soldados do exército e o julgamento de outros cidadãos..

    cONCORDO COM QUASE TUDO QUE ESCREVESTES AMIGO MAS EM RELAÇÃO A IGREJA cATOLICA EMBORA EU NÃO TENHA RELIGIÃO NENHUMA,JAMAIS OUVI DIZER QUE ELES ALIENARAM A CONSCIENCIA INDIGENA MAS JA HOUVI DIZER MUITO ISSO DE PROTESTANTES E EVANGÉLICOS…ABRAÇOS.

  58. Bem , depois do esposto acima,e mt be articulados, fica então a pergunta: O q está sendo feito p impedir a ação de estranhos, ONGs,missionários, etc.etc,…p ñ cooptarem o esquecidos Brsucas q lá vivem? Sds.

  59. carlos argus :
    Bem , depois do esposto acima,e mt be articulados, fica então a pergunta: O q está sendo feito p impedir a ação de estranhos, ONGs,missionários, etc.etc,…p ñ cooptarem o esquecidos Brsucas q lá vivem? Sds.

    É muito complicado sabe porque meu amigo ? Porque politicos so se importam com seus proprios bolsos e puseram os militares subordinados a eles.Sem falar dos ressentimentos de parte da nossa sociedade em relação aos militares e ao golpe militar porque revolução pra mim é voltar a evoluir.O que esperaria que surgisse dessa quimica DNA,Portugues,Indio,Africano.Nós,um povo malandro,omisso,esperto,acostumado com o mais facil.Tenho pena daquela juventude que por amor a liberdade se enganjou na luta armada e pelos cabeças foi usada a assaltar bancos e cometer terrorismo por uma revolução que nunca veio e que nunca viria.Nossa Patria é o mais fértil e promissor pais.O Edem.Terra Santa que Deus abençoou em sua magnifica criação mas habitada por quem na realidade não a mereceria ter.

  60. As pessoas que participaram direta e indiretamente desse erro, deveriam ser responsabilizados e processado por tudo que vier a acontecer.

  61. panzer :Somos um povo tão m., tão bunda suja que somos capazes de nos render sem luta a qualquer invasor estrangeiro, somos o povo da cervejinha, do sambinha vagabundo, somos o povinho dos direitos humanos, somos o povinho contra ter armas nucleares, somos o povinho fadado a ser exterminados num futuro próximo pelos miseráveis americanos,mas nós merecemos, seremos vitimas da nossa propria covardia moral e intelectual, pois aplaudimos nos cinemas os filminhos deles e e endeusamos seus super-heróis, enfim, somos um povo de m.

    Essa descrição serve só se for para você ou sua família.. Eu não sou nada disso .. Falou !!!!!????? Não vem com esse complexo de capacho não cidadão !!!!!! Aqui tem gente com muita vergonha na cara e que não cai nesse discurso imbecil que desqualifica o povo para tentar dominá-lo mais facilmente.. Se você caiu nessa é problema seu ! EU NÃO !!! O maior partimônio deste país é o seu povo ..

  62. Fico me perguntando sobre o que os povos indígenas fizeram para serem tratados com tamanho rancor. Não foram eles que tiveram suas terras pilhadas, suas familias destroçadas a ponto de quase serem extintos? Por que incomoda tanto assim, que esses povos tão violentamente atingidos pelo processo histórico “civilizatório” tenham uma terra para reconstruir suas identidades étnicas? Por que os índios não podem ser brasileiros? É por que lutam pela devolução de suas terras para viver e não para lucrar? Se o Estado Brasileiro é incapaz de conviver e respeitar as economias não capitalistas que são anteriores a sua própria existência, também é incapaz de ser democrático. Felizmente a Contituição determina que o governo proteja e faça respeitar a diversidade cultural. Por isso, a demarcação das terras indígenas é um ato soberano do Estado Brasileiro, que de quebra restringe sobretudo a ação das empresas transnacionais. Apreciaria muito ver nesse blog informações sobre a ação dessas empresas na Amazônia, ou isso não é um problema de soberania nacional.

  63. Chico :
    Fico me perguntando sobre o que os povos indígenas fizeram para serem tratados com tamanho rancor. Não foram eles que tiveram suas terras pilhadas, suas familias destroçadas a ponto de quase serem extintos? Por que incomoda tanto assim, que esses povos tão violentamente atingidos pelo processo histórico “civilizatório” tenham uma terra para reconstruir suas identidades étnicas? Por que os índios não podem ser brasileiros? É por que lutam pela devolução de suas terras para viver e não para lucrar? Se o Estado Brasileiro é incapaz de conviver e respeitar as economias não capitalistas que são anteriores a sua própria existência, também é incapaz de ser democrático. Felizmente a Contituição determina que o governo proteja e faça respeitar a diversidade cultural. Por isso, a demarcação das terras indígenas é um ato soberano do Estado Brasileiro, que de quebra restringe sobretudo a ação das empresas transnacionais. Apreciaria muito ver nesse blog informações sobre a ação dessas empresas na Amazônia, ou isso não é um problema de soberania nacional.

    Parabens por seu raciocineo amigo…Bem da verdade que a maior parcela de nossa sociedade so conhece a Amazonia e seus problemas atravez da midia.O que temos de sensacionalistas e alarmistas tambem abunda.Sempre quando tomamos conhecimento de algo somente procuramos identificar culpados e a eles descemos a borduna.Se culpamos politicos fomos nós que os escolhemos e os colocamos lá.Jamais encontraremos saidas enquanto olharmos a tudo com olhar tendencioso ou de interesse ideologico.Os problemas do Brasil são de toda nossa sociedade e não de ideologias e interesses.Enquanto nos manter-mos omissos como unidade jamais encontraremos a resposta comum.

  64. Calma Andre Oliveira, muita calma nessas horas!..rs.rs..rs O panzer falou um tanto generalizado, mas logico que nesse povo ha algumas excecoes, e muito provavelmente voce eh uma dessas, com certeza o panzer e mesmo eu. Creio que muito poucas pessoas discordam de que o brasileiro soh aparece com a bandeira do Brasil em epoca da copa do mundo! Muito poucos discordam de que os brasileiros foram aculturados e adoram camisetas escritas em ingles e sobretudo com a bandeira norte-americana, igualzinha aquelas que os ianques adoram nos esfregar na cara em quase todos os filmes de tv e telas de cinema brasileiras, sua musica e ateh cantam o hino nacional ianque,- belo trabalho das zelites destituidas da moral, civismo e etica, do PiG, da Alianca Cultural Brasil/Estados Unidos e das empresas multinacionais. Com a revolucao de 1964, o povo brasileiro foi reprimido e oprimido brutalmente, passando por uma lavagem cerebral, nem musica, que todos nos sabemos que eh cultura ele podia ouvir. Isso num pais de analfabetos como o nosso, especialmente a partir da metade dos anos sessenta, foi um desastre para o povo. Muitos brasileiros se privaram de ouvir e entender as mensagens e ensinamentos atraves das expressoes culturais que lhes chegavam atraves das musicas, ja que muitos nao sabiam ler nem tampouco escreve. Nossa lingua e cultura foi brutalmente estuprada, as emissoras de radio e televisao foram invadidas por musicas norte-americanas e ateh hoje ainda o sao. O povo nao sabia o que lhes ocorria, os incomodava e muito, todavia, nao tinha consciencia da lavagem cerebral que estava ocorrendo. Foram incutindo-lhe o vira-latismo, desvalorizando tudo que era nacional, ao mesmo tempo que promoviam a adoracao aos valores estrangeiros, musicas, lingua inglesa, e sobretudo aos americanos, tudo visando a dominacao do povo brasileiro. Tudo indica que a operacao foi um sucesso para eles, em detrimento da nacao brasileira. Assim, o povo brasileiro hoje eh um eco das elites mercenarias, vira-latas convictos submissa e complacente com as formas de operar dos imperialistas. Isso, para o cidadao consciente, eh, sem duvida, revoltante, sobretudo que isso vem de um pais que nem se quer historia tem – poucos discordam que 200 anos nao eh nada, comparando-se com outras nacoes!!!!O povo brasileiro hoje eh apatico, aceita tudo, ateh que a Rede Globo, referente a agitacao e o movimento patriotico, verde-amarelo, durante a copa do mundo diga: hoje pode levantar a bandeira e fazer de tudo com o verde-amarelo, hoje eh copa do mundo, mas soh hoje!!! Nossos exercitos podem ter soldados bem treinados e podem combater muito bem, mas nunca usarao todo o seu potencial, pois lhes falta a garra do verdadeiro nacionalismo, aquela do brasileiro de corpo e alma. Numa guerra, na medida que as baixas vao ocorrendo, passamos a nao contar com soldados bem treinados, com substitutos da mesma qualidade, rapidamente vao perdendo a vontade e disposicao de lutar, passando a acreditar que nao vale a pena. Logo aparecem a turma do PiG, emocionados empunhando a bandeira do tio Sam e cantando o hino nacional estadounidense, seguido rock and roll e da Hebe Camargo entrevistando Regina Duarte e na sequencia apresentando Ivete Sangalo, dizendo que futebol nao engorda e nao faz mal e ta dominado, tah tudo dominado!!!!Amigo panzer, po favor me corrija se voce nao quiz dizer isso. Caro Andre Oliveira, sei que voce eh um grande brasileiro, nao se ofenda pois nao eh com voce, eh para os brasileiros destituidos de brio, civismo, moral, etica e caracter, visa despertar e conscientizar os inconscientes, um grande abraco a voce tambem, meu amigo!

  65. Como já foi dito aqui o principal patrimônio de um país é o seu povo. Também a sua língua e cultura. Pertenço a esse DNA que perfaz a maioria do povo deste país e sinto-me muito orgulhoso disso. Como se explica a grandeza deste país? Este país não se fez sozinho! Foi feito pelo sacrifício dos nossos antepassados! Esse mesmo DNA de que se falou aqui. Não devemos ser bastardos de nós próprios mas sim orgulhosos.Chega de nos inferiorizarmos! Políticos ambiciosos e/ou corruptos também existem nos outros países. O que é preciso é trazer os assuntos que nos preocupam à baila (o que estamos fazendo aqui) e mantermo-nos atentos. O aumento de contingentes militares na Amazônia no decorrer dos últimos anos é prova de que não somos os únicos que nos preocupamos com a integridade do território nacional…

  66. VERAS QUE UM FILHO TEU NÃO FOGE A LUTA E NEM TEME QUEM TE ADORA A PROPRIA MORTE,OH PATRIA AMADA.
    BORDUNADA NELES MINHA COBRADA

  67. Manuel Correia,

    Concordo com quase tudo que voce disse, mas “o aumento de contingentes na Amazonia” nao serve de “prova” que estamos preocupados coisa alguma – morrem como moscas, usam flechas, enquanto os inimigos sabidamente nao brincam com coisa seria, vem primeiro com o que ha de mais mortifero empregado em guerra, soh perde para a bomba atomica e olha lah, estao desenvolvendo ou ja desenvolveram armas nucleares de pequeno porte. Isso eh patriotada!

    Armas nucleares nao sao para serem usadas contra potencias nucleares, mas sim contra paises que renunciaram a sua propria defesa, como o Brasil!!! Eh para ontem que temos que ter nossos misseis balisticos com todos os alcances, se quisermos seriamente defende a nacao e consequentemente a patria – Temos que te-los carregados com ogivas nucleares e todo o mundo deve saber disso!!!!! Aih sim, ninguem mexe com a America do Sul e Atlantico Sul!!!

    Essa de o Brasil se tornar alvo de potencias nucleares eh pura balela, covardes pensam assim, para explicar o injustificavel – seremos alvo de qualquer forma, seus arsenais nucleares sao para serem usados contra nos, nao contra eles!!! O que esta acontecendo com o Iran eh o nosso destino, uma vez somos ainda mais ricos e nao querem correr o risco de nos tornarmos ainda mais fortes que os nossos algozes de hoje. Ja estao instalados na Colombia, a IV Frota em plena atividade e mais bases de operacoes militares podem aparecer no continente Sul Americano.

    Filho, estao brincando com coisa muito seria, essa politica eh a do me engana que eu gosto, essa de ir com arco e flecha enquanto o inimigo vem com metralhadora eh uma piada de muito mal gosto e nao passa de cortina de fumaca para esconter o entreguismo. De arco e flecha se defende a patria, mas a nacao, se defende com ogivas nucleares, eh coisa muito mais seria, para nao ser subjugada. EH ASSIM QUE UM FILHO TEU NAO FOGE A LUTA E NEM TEME A QUEM TE ADORA A PROPRIA MORTE, DOS FILHOS DESTE SOLO ES MAE GENTIL, PATRIA AMADA BRASIL!!!! AMAR A PATRIA EH ASSIM,
    SIMPLES ASSIM!!!! A PATRIA NAO EH E NEM PODE SER SUBJUGADA E SIM O POVO BRASILEIRO!!!!! ESSE EH O DNA DOS NOSSOS ANTEPASSADOS AMIGO, AS RUINAS DOS FORTES GIGANTESCOS NO NORTE E NORDESTE DO BRASIL SAO TESTEMUNHAS AINDA VIVAS DESTE DNA QUE ESTOU FALANDO, POR ISSO O BRASIL EH DESTE TAMANHO E O PAIS MAIS RICO DO MUNDO!!!!

    Um forte abraco, amigo!

  68. Não me agradam relatorios e dossies e penso que os mesmo devam somente serem internos.Provas materiais sim tem valor concreto.Enquanto não se prova nada so podemos supor.Todos os orgãos de espionagem e contra-espionagem deveriam ser bem fiscalizados e não de propria definição,com escolha esmiuçada de seus integrantes.Nestes meios que passam a conviver com assuntos extrategicos e confidenciais alem do segredo surge o fermento e a oportunidade.Por isso os altos indices de espiões duplos e ate traidores em agencias mundo afora.Eles são os olhos dos nossos interesses.Devem ser endeusados se forem corretos e passados a espada se trairem.

  69. Só há uma soluçao,presença maciça de força de segurança e demonstraçao de que apesar de respeitar os direitos dos indios (eles tambem são brasileiros) a integridade da uniao a soberania do Pais Brasil esta acima de qualquer direito civil ou humano ou seja se quiserem bagunçar com o que foi conquistado com o sangue de milhares de brasileiros que lutaram para a integraçao do territorio nacional terão uma resposta a altura AÇO neles e fim de papo.

  70. Amigo Carvalho,

    Confesso estar um pouco por fora de determinados assuntos (estou fora do país faz algum tempo). O que tem sido exposto neste Blog pelos demais cidadães, de uma ou outra maneira, mais ou menos emotiva, tem sido para mim uma espécie de aprendizado. Respeito de uma certa maneira todas as opiniões aqui expostas e os sentimentos por detrás das mesmas.

    É com agrado que vejo a “malta” desligada daquela mania, de uns bons anos atrás, de que tudo que vinha de fora era sensacional. Um peidinho em Nova York era um trovão no Brasil! Não é bom ser muito desconfiado mas que ajuda…ajuda. O Brasil sempre causou inveja….e agora mais do que nunca as suas riquezas são cobiçadas.

    O Brasil está agora em cima da onda e isso não agrada a quem está no puleiro…. Nunca se falou tanto do Brasil como agora. Há muito que defender e é preciso estar preparado para isso.

    Um forte abraço.

  71. cade o general HELENO?

  72. Luthais…Nossas Forças estão la a muito tempo e agora estão sendo reforçadas.A maior parte das unidades do sudeste foi e esta sendo remanejada pra la e de outras regiões tambem porque hoje não justifica mais tais forças no litoral pois agora o mesmo é defendido por foguetes,aeronaves e belonaves..Ja disse muito que enquanto estamos aqui criticando jovens se privam de suas juventudes pra se enganjarem nas forças e conviverem com as intenperies Amazonicas patrulhando nossas terras dando sangue e suor por nossa liberdade.Acontecem escaramuças e não chegam a nossos conhecimentos.Veja bem que a pouco tempo divulgarão escaramuças em Foz do Iguaçu envolvendo nossa Policia Federal e a Marinha Paraguaia.Foz do Iguaçu é bem populosa e essas coisas sempre la acontecem.Imagine na densa floresta.Voce mata e morre e ninguem toma conhecimento.

  73. Se separar SP do Brasil tbm eu apoio!

  74. O governo federal poderia trabalhar no sentido de estabelecer o território indígena como área estratégica para o país e começar a expulsar ONG’s e quaisquer estrangeiros que lá residem ou trabalham.

  75. Já imaginaram o Estado de São Paulo separado iria eleger somente candidatos do PSDB o que acarretaria, num futuro próximo, ficar tão pobre quanto o Piauí. Iriam viver com um pires na mão esmolando.

  76. roberto correia matos :Já imaginaram o Estado de São Paulo separado iria eleger somente candidatos do PSDB o que acarretaria, num futuro próximo, ficar tão pobre quanto o Piauí. Iriam viver com um pires na mão esmolando.

    Não é o q os ultimos 16 anos mostram…..SP continua sustentando, seja produzindo ou consumindo o q os outros produzem.
    Deixar SP com PSDB e o resto do Brasil com o PT………tudo o q mais quero.

  77. Ai de nós se surgir um grande líder indígena! Não poderemos nem mesmo nos mexer para não perder representação internacional.. e o pior, estamos pedindo para isso!

    Grande abraço.

    Allan C. Galvão
    allangalvao@gmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: