Articles

Verdade, a Primeira Vítima da Guerra

In Conflitos, Defesa, Geopolítica, História, Opinião, Terrorismo on 28/07/2010 by E.M.Pinto Marcado: , , ,

http://grandesbatalhas.files.wordpress.com/2008/12/nick-ut-kim-phuc-vietnam-war1.jpg

Cel Eng R/1 Hiram Reis e SilvaPorto Alegre, RS- Brasil -para o Plano Brasil


“A primeira vítima, da guerra, é a verdade”. (Hiram Johnson)

Os recentes “vazamentos” de documentos considerados sigilosos pelas autoridades norte-americanas, sobre as atrocidades cometidas pelos seus soldados no Afeganistão, manipulação de dados referentes ao número de baixas nas suas fileiras e dos inocentes civis trucidados pelos autodenominados “defensores da democracia”, ocultação de informações sobre o crescimento significativo do número de insurgentes talibãs desde o início da guerra, dentre tantas outras irregularidades nos trazem a lembrança a frase pronunciada, em 1917, pelo senador republicano e ex-governador da Califórnia Hiram Johnson, “A primeira vítima, da guerra, é a verdade”.

–  Guerra, imprensa e censura

A história dos correspondentes de Guerra tem início com William Howard Russel, do The Times, de Londres, que fez a cobertura da Guerra da Criméia. Descrevia com fidelidade os detalhes dos horrores da guerra, relatando o sofrimento dos soldados, as condições dos feridos e a brutalidade dos cirurgiões. Com Russel nasce o conflito entre a “verdade e a segurança nacional”, que ainda hoje persiste.

“Os cavaleiros avançam em duas linhas, aumentam o galope ao aproximar-se do inimigo… A mil e duzentas jardas, a inteira linha inimiga, de trinta bocas de ferro, um dilúvio de fumaça e chamas através do qual assoviam projéteis mortais…”

Em fevereiro de 1856, porém, o comandante inglês tomou a iniciativa de censurar determinados artigos autorizando seus subordinados a expulsar das trincheiras os jornalistas que não se submetessem às novas normas.

–  Vietnã

A Guerra do Vietnã mostrou aos estrategistas americanos que os combates são decididos na trincheira doméstica. Em 1966, uma fotografia mostrando soldados americanos incendiando casebres vietcongues indignou a opinião pública no momento em que o país saía às ruas em marchas de paz e amor.

–  Iraque

Na Guerra do Iraque a imprensa mostrou não ser “neutra”, e sim “patriótica”, como na guerra do Vietnã. Uri Avnery, jornalista israelense, comenta que: “nunca tantos jornalistas traíram tanto o seu dever como na cobertura da guerra. Na Guerra do Iraque, os exércitos dos EUA e Grã Bretanha são acompanhados por grandes quantidades de jornalistas. Um jornalista que aceita a cama de uma unidade do exército se torna um escravo voluntário”.

–  Soldado Bradley Manning – “Dossiê Bradley”

O Exército dos EUA considera Bradley suspeito de divulgar o vídeo de um ataque militar no Iraque, no site internet Wikileaks, colocando em risco a “segurança nacional”. O vídeo, rodado em 2007, mostra helicópteros americanos atacando um grupo de civis inocentes que andavam despreocupadamente pelas ruas de Bagdá. No incidente que resultou em doze mortes, incluindo dois funcionários da agência de notícias Reuters, era possível ouvir os atiradores americanos rindo e chamando as vítimas de “bastardos mortos”. Logo em seguida, o mesmo vídeo mostra os helicópteros abrindo fogo contra civis desarmados que tentavam socorrer os feridos.

–  Pentágono Investiga Vazamento de Informações

O Pentágono informou que foi aberta, nesta terça-feira, 27 de julho, uma investigação sobre o vazamento de 91 mil documentos secretos sobre a Guerra do Afeganistão. A investigação foi entregue aos cuidados da mesma Divisão encarregada do dossiê de Bradley, detido em maio. Os relatórios militares da Guerra no Afeganistão, do período de 2004 a 2009, que foram publicados no site Wikileaks, trazem fortes evidências de crimes de guerra.

–  Guerra Impopular

A divulgação dos documentos secretos criam um clima de incerteza junto à opinião publica americana, justamente no momento em que o presidente Barack Obama se prepara para enviar um reforço de 30 mil soldados para combater os Talibãs.

–  Julian Assange

Julian, o fundador do WikiLeaks, afirmou que o material divulgado é “apenas o começo”, e que possui mais de 15 mil documentos a serem publicados no site. Julian assegurou, ainda, que “milhares” de ações americanas no Afeganistão deveriam ser investigadas por apresentarem sérios indícios de “Crimes de Guerra”.

–  Imprensa ‘Patriótica’

A omissão de informações, maximização de resultados positivos e minimização de reveses de toda a ordem para não perder o apoio da opinião pública é uma técnica que continua sendo usada desde a Guerra da Criméia. No Afeganistão podemos listar algumas das irregularidades que são intencionalmente omitidas pela mídia comprometida e patrulhada pelo Pentágono:

  • Captura e aniquilação de insurgentes, sem direito a julgamento;

  • Manipulação de informações referentes ao número de baixas civis e militares;

  • Emboscadas, ataques aéreos e incursões noturnas realizadas sem levar em conta os ‘efeitos colaterais’;

  • Ocultação de operações mal sucedidas;

  • Apoio do serviço secreto paquistanês aos insurgentes afegãos na luta contra os EUA;

  • Influência crescente do Irã no Afeganistão;

  • Grande nível de corrupção política e militar;

  • Complôs para assassinar dirigentes afegãos.

Solicito Publicação

Coronel de Engenharia Hiram Reis e Silva

Professor do Colégio Militar de Porto Alegre (CMPA)

Acadêmico da Academia de História Militar Terrestre do Brasil (AHIMTB)

Membro do Instituto de História e Tradições do Rio Grande do Sul (IHTRGS)

Colaborador Emérito da Liga de Defesa Nacional

Site: http://www.amazoniaenossaselva.com.br

E-mail: hiramrs@terra.com.br

Anúncios

19 Respostas to “Verdade, a Primeira Vítima da Guerra”

  1. Os governantes se escusam em interesses políticos e econômicos. Entretanto aqueles que são mandados para a frente da batalha se tornam cruéis. Ás vezes são transformados pelo ambiente hostil mas a maioria aplica a doutrina que recebeu nos quartéis enquanto outros se aproveitam da ocasião para extravasar o comportamento doentio presente no DNA e, até então, reprimido pela sociedade.

  2. Esses são os verdadeiros terroristas, e a maioria do povo Brasileiro com sua ]]y

  3. Rodrigo :
    Esses são os verdadeiros terroristas,

  4. E.M.Pinto, encontrei uma gravação de TV de um documentário com o estudo de “A Arte da Guerra- Sun Tsu; veja como estas mentiras ou castração da verdade é uma ação militar de interesse de seus perpetradores. Coloco o link, sujeito a edição se preferir ok.

    http://www.megaupload.com/?d=YGK03TK6

  5. helioc2000 :
    E.M.Pinto, encontrei uma gravação de TV de um documentário com o estudo de “A Arte da Guerra- Sun Tsu; veja como estas mentiras ou castração da verdade é uma ação militar de interesse de seus perpetradores. Coloco o link, sujeito a edição se preferir ok.
    http://www.megaupload.com/?d=YGK03TK6

    Perdão, errei na grafia: correto; “A Arte da Guerra- Sun Tzu. Útil nos negócios, vida pessoal, relacionamento, pensamento lógico, educação, saúde, etc.

  6. Crimes de Guerra não são de hoje… Até o Brasil já fez um crime de guerra contra o Paraguai na Guerra da Tríplice Aliança, lançando o primeiro ataque quimico de toda a história, que sería o lançamento de corpos com doenças e os habitantes do Rio da Plata (território Paraguaio na época) bebíam a água do rio e pegavam essas doenças e morriam logo, dependendo da doença. Isso matou muitas pessoas inocentes, incluindo crianças e mulheres.

    Voltando ao sec. XXI, a divulgação dessas imagens causou um desconforto dos Americanos ao EUA. É um absurdo que no sec. XXI ainda ocorram práticas como essas!!! Mais um motivo para tirar essas tropas do Afeganistão e Iraque o mais rápido possível. Essa guerra é a repetição da Guerra do Vietnã…

  7. Imprensa ‘Patriótica’

    “A omissão de informações, maximização de resultados positivos e minimização de reveses de toda a ordem para não perder o apoio da opinião pública é uma técnica que continua sendo usada desde a Guerra da Criméia.”
    ……………………….

    A muito tempo os donos do poder no hemisfério norte/ocidental, perceberam a importância dá mídia como um instrumento de dominação, tanto a nível interno, como a nível externo.
    .
    Durante a guerra fria, o EUA investiu pesadamente num sistema de mídia (e entretenimento) global, implantado em muitos países, a nível global, más especialmente forte aqui na América latina, área de influencia imediata.
    .
    Com o fim da guerra fria este sistema de influencia midiática NÃO FOI DESMOBILIZADO, embora tenha enfraquecido nos últimos anos, especialmente por conta do advento da internet.
    .
    O SIP (Sociedade Interamericana de Imprensa ) é o exemplo acabado, no continente americano, deste sistema de empresas de mídia coordenadas para defender os interesses do EUA.
    .
    A utilização de empresas locais nestes países , criadas ou já existentes e cooptadas/patrocinadas para o esquema de “ocupação informacional”, foi largamente utilizado.
    .
    Tais empresas de mídia, defendem e promovem os interesses do “norte”, apoiando, políticos e partidos leais ao esquema de dominação yanke e através de campanhas de medo e terror , promovendo o medo da ameaça do comunismo, do narcotráfico e do terrorismo (por ex.), deram inclusive apoio decisivo a golpes e ditaduras (alinhadas ao EUA) no nosso continente.
    .
    Outra função desta permanente campanha midiática é promover exaltar os valores, a cultura, a história a raça ,os feitos yankees, etc… E ao mesmo tempo, atacar, diminuir e ridicularizar os valores, a cultura, a história a raça ,os feitos locais nacionais;… com o fim de criar sentimento de inferioridade e natural submissão e alinhamento perante o dominador. O resultado foi o famoso “baba ovo” dos estadunidenses, infelizmente tão comum em nossas antigas classe média e alta( felizmente, atualmente isto está mudando).
    .
    Neste sentido, o principal efeito da eleição e governo do presidente Lula, foi a recuperação da auto estima do povo brasileiro, ao ver pela primeira vez, alguém tão tipicamente…brasileiro…no cargo máximo da nação e tendo sucesso! Contrariando a ideia tão arraigada e pregada, da nossa incapacidade, que teríamos que seguir sendo apêndices de europeus e yankes, sem personalidade própria e com vergonha de nós mesmos , incapazes de cuidarmos de nós mesmos, como dizia a letra do Ultraje a Rigor : A gente somos inútil!
    Inútil!
    .
    Aqui no Brasil também temos grandes empresas de mídia (entre as principais: Sistema Globo, Veja, FSP,sistema globo/RBS…) altamente patrióticas, pena que a pátria a que idolatram e servem, não seja a Brasileira…
    .
    Os principais interesses de todo este esquema sempre foram recursos naturais e econômicos, bem como poder geopolítico, para conseguir isto, no passado recente, conceitos como liberdade e democracia foram alegremente estrupados e prostituídos, em nome deles mesmos…
    .
    Pessoalmente, creio ser o capitalismo o sistema que melhor se adapta a nós, brasileiros, más que seja o nosso capitalismo ( e com justiça social), para o nosso bem e desenvolvimento; Sem o jogo de cartas marcadas implantado pelo forte esquema de influencia midiática, do loby anglo/saxão, que defende os interesses deles e ao mesmo tempo tenta travar o nosso crescimento e afirmação enquanto nação.

  8. Agradeço pela imagem real do fato,e q a mesma fale a td q defendem os ianks, essa imagem esta ocorrendo no Afeganistão, Irak, na Palestina…sempre o + forte mainipula a verdade, até mesmo o derrotado…e quem ganha ,são sempre os q tiram vantagens da dor do “outro”. Sds.

  9. Ótimo artigo do coronel…

    Lembrando, que estamos desmontando a herança da propaganda em massa (aperfeiçoada por Goebbls) da Grande Guerra do sec.XX (1914-1989).

    Abraços.

  10. Outro enorme confusão:

    A fusão de conteúdos de jornalismo, cultura e entretenimento no mesmo saco de gatos chamando do genérico nome “mídia” (que na verdade se constitui apenas no MEIO).

    Abraços.

  11. “O segredo da verdade é que não existem fatos, apenas histórias.”
    João Ubaldo

  12. parece que estao mesmo querendo sair da cena do crime. isso me parece um joguinho interno deles pra dizer que nao sao tao errados. brasil que se cuide.

  13. helioc2000 :
    E.M.Pinto, encontrei uma gravação de TV de um documentário com o estudo de “A Arte da Guerra- Sun Tsu; veja como estas mentiras ou castração da verdade é uma ação militar de interesse de seus perpetradores. Coloco o link, sujeito a edição se preferir ok.
    http://www.megaupload.com/?d=YGK03TK6

    Oh veneravel grande pensador Sun Tsu.Sua grande contribuição a filosofia mundial se faz ensino em todas as areas academicas mundo afora mas em nossos dias atuais se voce marcar um combate com o inimigo e não comparecer ao invez de vence-lo pelo cansaço ele ira te destruir dentro da tua casa diante de sua horrorizada familia…Hoje a arte de vencer sem lutar é não se meter em conflitos mas se preparar para eles se fortalecendo porque Golias não mais teme a funda de David.

  14. carlos argus :
    Agradeço pela imagem real do fato,e q a mesma fale a td q defendem os ianks, essa imagem esta ocorrendo no Afeganistão, Irak, na Palestina…sempre o + forte mainipula a verdade, até mesmo o derrotado…e quem ganha ,são sempre os q tiram vantagens da dor do “outro”. Sds.

    É que são os donos dos meios e filtram e divulgam como querem

  15. O que eu temo é:
    -Com a verdade tão castrada, na verdade ela está TOTALMENTE sujeita aos propósitos dos que dominam. Para agravar pode-se dizer que todos os países alinhados (capachos) aos EUA dizem amém a tudo que é completamente questionável. O que resta é permitir os atos tiranos com boa retórica dos EUA, ou entrar na “furada” dos não alinhados (eixo do mal), ou por fim construir um canal não servil fora deste engôdo macabro de MENTIR E SER ENGANADO, onde se minimiza o valor da vida humana, e buscar um novo ponto de equilíbrio fora desta balança. Não sei se o caminho seria ou não pela via da força extrema, mas certamente internamente pela construção de uma consciência crítica não exacerbada, dando acesso a sociedade a informação. Contudo vejo o Brasil ainda muito novo como consciência, como democracia, e os políticos se portam como adolescentes rebeldes, livres do cabresto da ditadura que não sabem se portar com dignidade e decência, sempre dados a orgias do poder repentino.

    Se pensar assim, fazendo uma comparação análoga com a engenharia dos fundamentos de controle, necessitamos diminuir a velocidade das ações de controle que corrigem o erro, pois promoveriam elevadas perdas na função controlada. Identificar a tendência do erro agora é mais importante que agir indiscriminadamente.

    Ps. Nossa aposta na França como país não alinhado pode ter sido precipitada. Só o tempo dirá.
    A Rússia,…bem a Rússia está fazendo o jogo do oportunista de plantão, colocando fogo no circo, e esperando para ver o palhaço pegar fogo. Enfim, Rússia deve repensar seu perfil, pois jogar como bêbado este jogo atual é muito arriscado, onde o piloto-EUA- fazem uma corrida do DÁ OU DESCE!

  16. […] https://pbrasil.wordpress.com/2010/07/28/verdade-a-primeira-vitima-da-guerra/ Cel Eng R/1 Hiram Reis e Silva- Porto Alegre, RS- Brasil -para o Plano […]

  17. helioc2000 :Ps. Nossa aposta na França como país não alinhado pode ter sido precipitada. Só o tempo dirá.
    A Rússia,…bem a Rússia está fazendo o jogo do oportunista de plantão, colocando fogo no circo, e esperando para ver o palhaço pegar fogo. Enfim, Rússia deve repensar seu perfil, pois jogar como bêbado este jogo atual é muito arriscado, onde o piloto-EUA- fazem uma corrida do DÁ OU DESCE!

    Donde tirastes esta ideia de que a Françla é não alinhada???São altamente Nacionalista ao extremo e se sentem refinados em relação aos selvagens mas se afinam nas decisões Ocidentais pois habitam o mesmo mundo.Prefeiro aquele que voce sabe quem é e o que esperar do que aquele que é uma interrogaçãoMe desculpe a familia Murilo mas Franceses são os verdadeiros “MURILOS”.Sempre encima do muro e decidindo a acompanhar a turba mais forte.Russos jogam o jogo mas sempre decidem no que é melhor pra eles assim como Americanos.

  18. Pois é 1maluquinho, a França tem sido vista como mais independente dos ditames norte-americanos, não sendo oposição, mas descolada. Contudo, se seus últimos atos diante do CS forem tomados em conta, hehe, ela esteve colada como carrapato nos EUA.
    Toda a retórica de estar descolado, livre do cabresto dos EUA vem a cair por terra! Como disse, só o tempo dirá.

  19. A conclusão que chegamos afinal é???Deixemos de buscar copiar os outros pois seus exemplos ( EU ) nao se aplicam a nossa diferenciada cultura e o momento Geopolitico mundial nos indica cada vez mais a necessidade do proprio desenvolvimento.Hoje mesmo com dificuldades,falta de investimento e possiveis embargos temos a condição de desenvolver-mos um Caça de quinta e um Balistico Intercontinental com ogiva nuclear se preferirem.Acreditemos mais em nossas industrias e nossos centros de pesquisas.Admiremos nossos profissionais que se apartam de uma normal vida para dedicar-sem com o mais puro amor a Independencia Tecno-Cientifica.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: