Articles

EUA dizem ter plano de ataque contra Irã, mas negam intenção de usá-lo

In Conflitos, Defesa, Geopolítica, Terrorismo on 01/08/2010 by E.M.Pinto Marcado: , , ,

https://i2.wp.com/rt.com/s/obj/2010-02-26/made-in-usa.104.jpg

Sugestão: Gérsio Mutti

DA EFE, EM WASHINGTON

Um alto comando do Pentágono disse hoje que os Estados Unidos contam com um plano de ataque contra o Irã caso haja necessidade de usá-lo para evitar que o país asiático construa uma arma nuclear.

Apesar disso, a fonte diz que o país gostaria de não precisar recorrer a esse recurso.

O chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas dos EUA, o almirante Mike Mullen, confirmou hoje em entrevista no programa dominical “Meet the Press”, da rede de televisão “NBC”, que o Governo dispõe de um plano que foi preparado nos últimos meses.

O Governo americano deixou claro que prioriza a estratégia diplomática e de sanções com o Irã, mas nunca deixou de fora a opção militar, segundo advertiu Mullen.

“As opções militares estiveram sobre a mesa e seguem firmes”, assinalou o funcionário na entrevista.

Afirmou, no entanto, que “espera que não tenhamos de chegar a esse ponto, mas é uma opção importante e é uma questão que é bem entendida” por Teerã.

Questionado se o Exército dispõe de um plano de ataque contra o Irã, o chefe do Estado-Maior Conjunto respondeu, “sim, temos”.Mullen disse que a decisão de um eventual ataque militar teria de ser tomada pelo presidente Barack Obama.

Fonte: Folha

Anúncios

4 Respostas to “EUA dizem ter plano de ataque contra Irã, mas negam intenção de usá-lo”

  1. COM TODA A SUA ARROGÂNCIA ELES PASSAM O RECADO AO MUNDO E INCLUSIVE A NÓS “EU POSSO VOCÊS NÃO PODEM” SE NÃO EU VOU ATACAR…

  2. Fazendo uso da história, é conhecido que os motivos da SEGUNDA GUERRA MUNDIAL foram calçados em funções financeiras. Argumentos frontais para justificar os reais interesses ocultos e encobertos.

    Observando toda a movimentação “destes dias, digo nos mandatos de Bush/Obama, vê-se claramente que eles necessitam urgente de manter o clima de guerra. Suas indústrias e finanças precisam vender e render. Suas forças armadas custosas, devem auferir com sua aplicação divisas ao seu país, mesmo custando muitas vidas, melhor se for nos “outros”.
    Observem, estão sacudindo em todo canto do mundo. Precisam de tirar proveito urgente, pois sua máquina militar está custando muito.
    Pare e pense, basta demorar um pouco até mesmo para responder a suas provocações, e o custo de sua empreitada começa a lhe doer no bolso. Eles estão bem enrolados, e a ONU virou seu escritório comercial para alavancar seus intentos, avalizando e legitimando seus ponta-pés de porta adentro.
    Disse que não existem problemas? Não, mas os “mocinhos de plantão” precisam ter sua máquina dando retorno constante, pois caso contrário ficaria muito problemático mantê-la.
    Alguns tópicos atraz, vê-se uma iniciativa da UE buscar criar uma força comum, que possa ser rateada entre seus membros. Qual o motivo? Custos, sempre eles…
    Pode-se perguntar, mas eles estão ativos, não estão, junto com os EUA mundo afora? Sim, mas estes como coadjuvantes, vassalos comendo apenas as migalhas de oportunidades que caem das mesas dos despojos dos EUA. Este retira o suco, e fica o bagaço aos demais. Manter forças fora é muito custoso, e salvo para algo com retorno, a melhor política para quem não precisa IR TOMAR NADA DOS OUTROS, é promover com muito planejamento e empenho sua capacidade dissuasiva.

    Eu vejo como IMPRESCINDÍVEL estar preparado e articulado neste momento. Ficar de olho no tirano insaciável cheio de mutretas, e em seu conselho vassalo faminto (leia-se aqui em especial a UE) e aguardar agindo ativo aqui pelos tempos que estão por vir. Trabalhar muito firme em vigiar os argumentos do tipo “lesa-pátria” que atraem contra nós o argumento necessário para subjugar a nação- destituindo-a de suas posses e direitos. Vigiar e gastar agora, não amanhã em estar muito forte e presente diante dos intentos separatistas forjados por ONG´s pagas e financiadas para nos detonar.

    Vou jogar lenha na fogueira: apoio agora plano de urgência para implementar a END e seus desdobramentos, com aporte imediato dos 5% do orçamento nacional, podendo ser revisto em 20 anos. Quero ver quem assume isso em plataforma AGORA… dar continuidade com confirmação deste plano com aporte financeiro! Só cuidado para não promovermos um neo-fascismo, não misturar isso. Melhor seria integração regional, mas parece que nossos vizinhos estão atolados com outras distrações oportunistas.

  3. Uma das formas de guerra: A psicológica..

  4. E o plano para atacar a Coréia do Norte? Qual o que, só vão ficar mesmo nas “manobras”. Afinal de contas o pequeno país comunista já fez o seu dever de casa estratégico. A bombinha dele é rudimentar mas pode fazer um BAITA ESTRAGO EM UMA ESQUADRA DE INVASÃO DE TIO SAM, preço que os EUA não vão pagar!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: