Articles

Rússia-EUA: Troca de Reclamações Deve contribuir Para Ratificação do START-2

In Geopolítica on 09/08/2010 by Comandante.Melk Marcado:


https://i2.wp.com/i.telegraph.co.uk/telegraph/multimedia/archive/01389/obama_medvedev_1389852c.jpg

Pela primeira vez após a assinatura do Tratado START-2 a Rússia e os EUA trocaram as reclamações em público na área do desarmamento. Moscou, respondendo às recriminações de Washington, sublinhou que não iria admitir uma nova guerra fria.

A verificação foi iniciada pela Casa Branca que divulgou o relatório dos peritos que, sem apresentar quaisquer fatos, acusaram a Rússia de violar o regime de não-proliferação nuclear. Respondendo às reclamações do lado americano, o Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia apresentou as suas queixas nas 11 páginas. Os peritos russos descobriram várias diferenças entre a decisão e as ações reais dos EUA. Na lista das reclamações está a continuação de fornecimento da produção pelas empresas americanas ligada com as tecnologias de mísseis, e o “know-how” ao estrangeiro. Por sinal, a terceira parte destes países não são membros do regime internacional do controle sobre as tecnologias de mísseis, inclusive Egipto, Israel, Kuwait, Omã, Emirados Árabes Unidos e Taiwan.

O ataque americano e o contra-ataque russo obrigaram os peritos pôr em dúvida a perspetiva mais próxima de ratificação do novo Tratado START-2. Entretanto o vice-diretor do Instituto dos EUA e Canadá da Academia de Ciências Pável Zolotariov acha que a troca de gentilezas não afasta, mas aproxima esta data:

Claro que a situação é ligada com o processo da ratificação do Tratado. O Departamento de Estado visa criar um clima necessário no congresso e mostrar que os EUA têm uma posição firme relativamente ao controle sobre o Tratado antigo START-1. Dessa maneira têm interesses nacionais firmes no novo Tratado. Portanto, perdem os republicanos que têm uma atitude bastante agressiva em relação à Rússia e ao novo tratado. Na Duma do Estado da Rússia há muitos oponentes da ratificação do novo Tratado. Provavelmente, os diplomatas têm que mostrar os deputados, que Moscou tem uma posição muito firme e não vai garantir nenhumas concessões unilaterais aos EUA. Em geral, as declarações de ambos os lados visam criar uma base favorável para a ratificação do Tratado START-2.

Durante o meio ano do “reset” (recarregamento) a Rússia e os EUA aprendem não somente ouvir, mas ser capazes de ouvir um a outro. Dmitri Medvédev e Barack Obama deram o sinal aos diplomatas que não se pode adiar problemas mais urgentes. É melhor apresentar reclamações em público para resolver problemas no futuro juntamente.

Fonte: Voz da Rússia


Anúncios

5 Respostas to “Rússia-EUA: Troca de Reclamações Deve contribuir Para Ratificação do START-2”

  1. Teatrinho de araque

  2. O roto falando do esfarrapado, espero q ambos cumparam com o tratado do TNP e diminuam em + de 35 % os seus arsenais nucleares, estão em débito.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: