Articles

Avião espião: a nova arma tecnológica

In Aviões de Combate, Defesa, Inteligência e Espionagem, tecnologia, VANT on 11/08/2010 by E.M.Pinto Marcado: , , ,

https://i1.wp.com/www.consengesolucoes.com.br/Imagens/fs01.jpg

Em São José, duas empresas desenvolvem modelos de aviões não-tripulados para operações de vigilância, reconhecimento, sensoriamento remoto e de ataque

O país já tem tecnologia para disputar o mercado dos veículos aéreos não-tripulados, mais conhecidos como Vants: os temidos aviões espiões desenvolvidos para uso em operações de vigilância, reconhecimento, inteligência, sensoriamento remoto e até de ataque. Estão em solo joseense duas empresas brasileiras que trabalham na produção dessas aeronaves, cobiçadas pelo setor de defesa de todos os governos mundiais.

Uma delas, a Flight Technologies, entrou em fase de negociação com o Exército e tem um de seus equipamentos, o FS01 Watchdog,  testado pelas Forças Armadas. Considerado um Vant de pequeno porte, com custo estimado em R$ 5 milhões, o FS01 tem câmeras de vídeo com visão noturna, o que o torna um excelente mecanismo de inteligência.

https://i2.wp.com/meiobit.com/wp-content/uploads/watchdog_hp_1.JPG

O pequeno avião espião, de 3,2 metros de comprimento e 4 metros de envergadura (tamanho da asa), possui autonomia de voo de até seis horas e atinge velocidade máxima de 150 km/h e altitude de até 10 mil pés. “É um robô aéreo desenvolvido para o Exército Brasileiro. Pesa 100 quilos e é operado por uma estação de solo com dois computadores instalados em um veículo acondicionado com geração de energia. Cada sistema custa R$ 5 milhões e vem equipado com três aeronaves, além do sistema de controle de base”, disse Nei Brasil, diretor-executivo da Flight Technologies.

https://i2.wp.com/www.webasas.com.br/webasas/news_img/549421C70468EEC_3.jpg

Fonte: Vale Paraibano via CCOMSEX

Anúncios

13 Respostas to “Avião espião: a nova arma tecnológica”

  1. Qual a quantidade encomenda para o EB? Se EB já opera este VANT Qual unidade utiliza?

  2. Imaginem se este pais fosse levado a serio, onde estariamos tecnologicamente,é uma pena que fomos delapidado por pessoas inescrupulosa que so ´pensam em seus bolsos, enquanto patriotismo zero.Porem, quem sabe no proximo seculo aparecerá alguem com pensamento de um verdadeiro estadista e um pouco mais administrador do erario publico e dos bens da nação.É por isso que os americanos se consideram uma raça superior a nação em primeiro lugar.Ah quanto este vant um belo projeto,espero que decole (deslanche) rsss

  3. Todas as n FAs tem de utilizar esses e os outros , tbm nossos,p ataque,mt bom saber,q estamos bem nessa área. Parabéns.

  4. Mas que notícia maravilhosa!

    Espero que PF, FAB, MB e EB passem a adquirir essas aeronaves da indústria nacional (que Israel o quê?!), fomentando o desenvolvimento de novas tecnologias!

  5. Ótima noticia , Flight Technologies estava desenvolvendo FS-03 Starcopter um helicóptero UAV, alguem sabe alguma coisa sobre isso ?

  6. Olá Pessoal,

    Talvez seja muita pretensão minha mas as vezes acho que o Governo não enxerga o verdadeiro potencial deste tipo de maquina, os Vants ou UAVs.

    Levando-se em conta que, se existe algo em que o brasileiro é bom desde pequeno é em saber como aproveitar as brechas na lei (o que seria um famoso “jeitinho legal” brasileiro), existe um infinito a explorar aqui!! Digo isto porque, ate onde sei, este tipo de aeronave ainda não foi “regularizada” pelas grandes potencias, ainda não existe um “GAP” entre elas e os menos desenvolvidos que permita existir pontos de convergência para restringir (via tratados…) o desenvolvimento dessas aeronaves. Ou seja, sem limitações tais como alcance (os famosos 300km!!), cargas (já existem bombardeiros vants), dimensões, sistemas (vants controlados por civis nos USA voando sobre o Afeganistão)…etc.. é um prato cheio pra nos que estamos cercados por limitações e compromissos já assumidos com “a comunidade internacional”.

    Por isso, uma vez que é evidente que estas aeronaves não tripuladas serão o armamento do futuro e também seguindo a linha de pensamento descrita acima deixo aqui minha singela “proposta” e visão do que poderia valer ouro para o Brasil daqui uns 5 a 10 anos; um vant de “alta velocidade”, talvez denominado de VANT-AV com os seguintes parâmetros:

    – Motor turvofan; Peso Max. 1500Kg; Comp. 7m; Enverg. 5m; Veloc. 900Km/h; “AUTONOMIA 2000Km” e Cap. Carga 500Kg. Sistema de navegação GPS e detalhe, sistema autônomo de trajetória pré definida “em caso de perda de sinal GPS”.

    Para aqueles que captaram a idéia digo que o nome desse “Vant” poderia ser ate TOMAPAW-BR!!! Um sistema multifuncional que não faz diferença pra quem pode ter e desenvolver tudo o que desejar; o que evidentemente não é o nosso caso. Bom, fica aqui a idéia. Sds.

  7. VAMOS ACELERA O TEMPO E NOSSO MAIOR INIMIGO ,ESSAS ONGS CHEIAS DE ESTRANGEIROS ,ESSAS RELIGIOES , ELES QUEREM A AMAZONIA E VAO VIR BUSCAR OLHA PATRIOTAS LEVANTEM CUIDADO 2018

  8. Temos empresas Brasucas de minisubs com tele comandos?Estamos bem em Vants, nessa área q estamos um pouco ausêntes, ou estou enganado? Quem sabe aguma coisa sobre esses empreedimento ?

  9. Ele não teria sido uma melhor opção em relação ao comprado pela PF? A relação custo+beneficio+nacionalização não valeria apena?

  10. Calheiros

    Imaginem se este pais fosse levado a serio, onde estariamos tecnologicamente,é uma pena que fomos delapidado por pessoas inescrupulosa que so ´pensam em seus bolsos, enquanto patriotismo zero.Porem, quem sabe no proximo seculo aparecerá alguem com pensamento de um verdadeiro estadista e um pouco mais administrador do erario publico e dos bens da nação.É por isso que os americanos se consideram uma raça superior a nação em primeiro lugar.Ah quanto este vant um belo projeto,espero que decole (deslanche) rsss

    Assino embaixo essas vants são bem interessantes afinal e o futuro

  11. O problema amigos são so intere$$e$, infelizmente quando o dinheiro aparece se compra de tudo do exterior e nada de nacíonal, mesmo com a PDN . Cito alguns casos,
    VANT pela PF, FRAGATAS pela MB, NPAOC 1.800 MB e por ai vai, Não seria mais interessante e até proveitos técnologicamente falando,desenvolvermos & projetarmos
    FRAGATAS MULTI-MISSÃO aqui, e posteriormente buscar parcerias extrangeiras ou sul-américanas? esse projeto nacíonal estaria pronto no mesmo periódo que a MB espera receber suas novas FRAGATAS de 6000t.
    Temos que seguir o exemplo da EMBRAER em seu projeto KC-390. Respondendo ao nosso camarada carlos argus, ai estão tremendos projetos nacíonais que deveriam estar sendo análisados de perto por nossas autoridades militares. Esse LAMBARÚ por exemplo quando proto e com mod.. se transformaria num torpedo facil facil.
    Aqui vai o link (http://www.xmobots.com )

  12. Foxtrot, gostei da idéia, contace-me pelo email do Blog
    blog.p.brasil@gmail.com
    sds
    E.M.Pinto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: