Articles

ONG colombiana processará Uribe por “traição à pátria”

In Geopolítica on 21/08/2010 by konner7 Marcado:

https://i2.wp.com/www.terra.com.co/especiales/uribe-obama/uribe_obama_971.jpg

Um grupo de advogados anunciou na quinta-feira que entrará com ação contra o ex-presidente colombiano Álvaro Uribe por traição à pátria, depois que um tribunal declarou sem vigor um acordo militar assinado com os Estados Unidos, o qual enfureceu vários governos esquerdistas na América Latina.

O presidente Juan Manuel Santos rejeitou a declaração do Coletivo de Advogados José Alvear Restrepo e defendeu a gestão do antecessor. Santos foi o responsável pelo esboço do acordo sobre as bases quando era ministro da Defesa no governo de Uribe, a quem sucedeu.

O Tribunal Constitucional da Colômbia vetou na quarta-feira o acordo que dava acesso a militares dos Estados Unidos a sete bases do país para realizar operações contra o narcotráfico e o terrorismo, por considerar que deveria ter tramitado pelo Congresso, que decidiria sobre a aprovação ou não.

“Ao desconhecer as obrigações constitucionais e legais, ao comprometer a soberania nacional, o ex-presidente Uribe e seus ministros da Defesa, de Relações Exteriores e do Interior incorreram em um procedimento arbitrário e unilateral”, afirmou o grupo de advogados, que é uma organização não-governamental de defesa dos direitos humanos.

O grupo mencionou no tribunal o tratado sem vigor, ainda que a Justiça não se tenha pronunciado sobre sua legalidade jurídica.

Para a ONG, Uribe e seus ministros cometeram os delitos de abuso de autoridade e traição à pátria.

O coletivo anunciou que, no caso do ex-presidente, solicitará a realização de uma investigação por uma comissão da Câmara dos Deputados. Santos rejeitou a intenção de denunciar o antecessor e qualificou de injustas e infundadas as acusações do grupo de advogados.

“A quem cabe decidir que assinar um acordo para incrementar e fazer mais efetiva a colaboração bilateral contra o narcotráfico e o terrorismo seja considerado traição à Pátria? E digo mais: como ministro da Defesa, fui eu que iniciou a negociação desse acordo”, afirmou o presidente em um ato do governo.

A assinatura foi a última gota d’água para que o presidente venezuelano, Hugo Chávez, ordenasse o congelamento do comércio com a Colômbia, em 2009, ao considerar que a presença de militares americanos nas bases do país vizinho representava uma ameaça à soberania nacional.

Fonte: Terra

Anúncios

15 Respostas to “ONG colombiana processará Uribe por “traição à pátria””

  1. Mt bom, elementos p isso ñ faltam, vide o tratado com os ianks, os + de 2000 corpos encontrados em um QG do exeército colômbiano; supeita de execuções…podem começar.

  2. O corpo fala, dizem os estudiosos da linguagem corporal…

    Ao olhar para fotografia de Uribe e Obama, não pude deixar de enxergar outra coisa no lugar de Uribe, junto com Obama, as mãos já estão quase como patinhas levantadas, se imaginar uma língua de fora e uma respiração tipo, arf,arf,arf…

    Obama parece ter compreendido os sentimentos de Uribe e deu uma passada de mão, um afago condescendente no melhor amigo do “man”…

  3. Uribe, se não é, que parece á isso parece…

  4. Uribe grande estadistas … praticamente dizimou o lixo das Farc… advogados ingratos… antes o terror reinava com as Farcs.

    Não me surpreenderia que o ‘grupo’ é financiado pelo bolivariano que afundou a Venezuela.

    Quanto aos homofóbicos do PB… humm..nunca vi o Chaves com mulher…rsrsrs

    ps. o que mais bate é o que mais medo tem … pensem nisso.. rsrs.. ;)

  5. @Wi

    Já tinha percebido isso também. Perto de autoridades americanas ele parece meio acovardado. Tem fotos dele com o Bush em que Uribe parece um anão intimidado.

    Esta aqui, por exemplo:

  6. fala e falam do hugo chavez, más ele não passa de um bufão, não e um bandido criminoso.

    já Uribe alem de traidor servil dos gringos é um monstro com seu proprio povo, acobertado pela midia muitos crimes foram cometidos no seu governo:

    “Recentemente, na Colômbia, foi descoberta a maior vala comum da história contemporânea do continente latino-americano, horrenda descoberta que foi quase totalmente invisibilizada pelos meios de comunicação de massa na Colômbia e no mundo. A vala comum contém os
    restos de ao menos 2.000 pessoas e está em La Macarena, departamento de Meta.

    Desde 2005, o Exército, espalhado pela zona, enterrou ali milhares de pessoas, sepultadas sem nome.

    A população da região, alertada pelas infiltrações putrefatas dos cadáveres na água potável, e afetada pelos desaparecimentos, já havia denunciado a existência da vala em várias ocasiões ao longo de 2009:

    havia sido em vão, pois a fiscalia não realizava as investigações. Foi graças à perseverança dos familiares de desaparecidos e à visita de uma delegação de sindicalistas e parlamentares britânicos que
    investigava a situação dos direitos humanos na Colômbia, em dezembro de 2009, que se conseguiu trazer à luz este horrendo crime perpetrado pelos agentes militares de um Estado que lhes garantia a impunidade.

    Trata-se da maior vala comum do continente. Dois mil corpos em uma vala comum, isso é um assunto grave para o Estado colombiano, mas sua mídia, e a mídia mundial, cúmplices do genocídio, se encarregaram de mantê-lo quase totalmente em silêncio.

    Quando para encontrar uma atrocidade parecida é preciso remontar às valas nazistas. Este silêncio midiático está sem dúvida vinculado aos imensos recursos naturais da Colômbia e aos mega-negócios que ali se gestam em base aos
    massacres.

    Trata-se do município de Argelia em Cauca: “Um ‘matadouro’ de gente, onde as famílias não puderam ir buscar os corpos de seus desaparecidos, pois
    os paramilitares não as deixaram entrar novamente em suas comunidades:

    As vítimas sobreviventes relataram: “havia pessoas amarradas que soltavam aos cachorros esfomeados para
    que os assassinassem pouco a pouco”.

    Na Colômbia, a Estratégia Paramilitar do Estado colombiano, combinada com a ação de policiais e militares, foi o instrumento de expansão de
    latifúndios. O Estado colombiano desapareceu com mais de 50.000 pessoas através de seus aparelhos assumidos (policiais, militares) e de seu aparelho encoberto: sua Estratégia Paramilitar. “

  7. Quando terminar de fato o governo de Uribe,virá a tona o mar de lama que era o seu governo,corrupto e venal;não passa de um pau mandado dos americanos na América do Sul,um X9.

  8. Uribe é o cara… devia se lançar para secretário geral da ONU…. com apoio dos EUA .. levava fácil…

  9. Fred,

    Esse fato por ti narrado é pura mentira e desinformação.
    A resposta para essa mentira está nesse artigo: http://www.olavodecarvalho.org/semana/100815dc.html

  10. Apagaram minha foto com o Chávez beijando a Dilma!

  11. Oficialmente, o presidente atual da Colômbia, Juan Santos, é a favor do acordo com os EUA. Mas tem algo estranho. Os jornalistas da Colômbia – pelo menos os que escrevem para o http://www.semana.com – notam que Santos não está parecendo um continuísta de Uribe. Ele fez uma campanha presidencial em que se apresentava como a continuidade – mas não o está sendo. A aproximação à Venezuela, as promessas ao Congresso e à Suprema Corte de maior autonomia a esses poderes, o apoio aos grupos de direitos humanos: em tudo isso ele está quebrando com Uribe.

    O ex-presidente da Colômbia que antecedeu Uribe disse o seguinte: que, enquanto os seus ex-ministros estão sendo chamados para fazer parte do novo governo, os de Uribe estão indo para o interrogatório.

    Me parece que Santos quer tirar Uribe da cena política do país. No meu ver, ele quer deixar o caminho livre para fazer seu governo e se reeleger em 2014 sem que Uribe intente pular em seu caminho.

  12. Gustavo,

    queria que fosse mentira , más não é…

    e este tal de Olavo de carvalho é um tremendo de um picareta, cara de pau,… faz uma mistureba braba de capitalismo, comunismo, massacre de Ruanda, teologia da libertação e o escambau …diz varias mentiras distorce tudo, misturando com ideologia…método Gilles Perrault???? que porr.. e essa?

    que tem haver a esta vala com o capitalismo?ou comunismo? tem a ver com corrupção, crime, falta de humanidade e foram sim os paramilitares, narcotrafico e exercito corrompido que fizeram isto !

    as mentiras do tal olavo de carvalho:

    “Durante três décadas a área de La Macarena esteve sob o controle das Farc. Sem apresentar sequer um arremedo de motivo, “Marília” e seu editor dão por pressuposto, portanto, que o morticínio – se algum houve, digo eu – deve ter ocorrido no período de 2005 a 2010, quando as Forças Armadas ocuparam a região. Nem percebem que, datando assim o ocorrido, se desmentem ao acusar de participação no crime os “paramilitares”, que então já estavam desativados, desarmados e muitos deles encarcerados. ”

    -qualquer legista sabe identificar a data aproximada da morte dos cadavares enterrados e não tem duvidas que foi nos ultimos 5;6 anos…fora os centenas de testemunhos do moradores da região… sem chance!

    -os paramiliatares nunca foram desativados e os militares tambem participaram da matança é o “caso dos falsos positivos”.

    “saberiam que o sinal de alarma não foi dado por “uma comissão britânica”, como dizem, mas sim pela senadora Piedad Córdoba e pelo deputado comunista Ivan Cepeda, dois parceiros tradicionais das Farc, ”

    conversa deste olavo de carvalho, parece advogado de porta de cadeia …

    -Em uma audiência pública realizada dia 22 de julho – uma delegação internacional composta por 10 dirigentes sindicais, 6 membros do Parlamento europeu, 3 membros do Parlamento britânico, 3 delegados da Espanha e 2 dos Estados Unidos testemunharam a existência da gigantesca fossa comum encontrada no povoado de Macarena, no Departamento de Meta, Colômbia. Trata-se da maior fossa comum da história recente da América Latina, com aproximadamente 2.000 cadáveres.

    O secretário do Comitê Permanente de Defesa dos Direitos Humanos da Colômbia, Jairo Ramírez, descreveu assim o que testemunhou: “O que vimos foi de arrepiar, uma infinidade de corpos e na superfície centenas de placas de madeira de cor branca com a inscrição NN e com datas que vem desde 2005 até hoje”. Segundo Ramírez, o comandante do Exército colombiano disse que os corpos eram de guerrilheiros mortos em combate, mas moradores da região garantem que, entre os mortos, estão líderes sociais, comunitários e camponeses que desapareceram sem deixar rastro. Já há na Colômbia um movimento para denunciar Álvaro Uribe ao Tribunal Penal Internacional pela prática de crimes contra a humanidade.

  13. mais um link para a mesma noticia,

    http://www.theclinic.cl/2010/08/01/colombia-la-mayor-fosa-comun-de-america-latina-muy-lejos-de-los-medios/comment-page-4/

    enquanto isto, as grandes empresas de mídia, silenciam, acobertam…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: