Articles

Americanos cogitaram ‘tomar a Amazônia’ no século XIX, revela livro

In Defesa, Geopolítica, História, Sugestão de Leitura on 23/08/2010 by konner7 Marcado: ,

https://i0.wp.com/s.glbimg.com/jo/g1/f/original/2010/08/10/0grande-pp_.jpgChefe do Observatório Naval queria expandir ‘plantations’ em área brasileira.
Revelação está em livro de Gerald Horne, que falou ao G1 sobre o caso.

Daniel Buarque

Do G1, em São Paulo

Pesquisadores norte-americanos costumam chamar de paranoia a preocupação que os brasileiros têm com a ideia de intervenção dos Estados Unidos na Amazônia. Por mais que atualmente não haja nenhum indício real deste tipo de interesse na região da floresta tropical no Brasil, a história revela pelo menos um momento, no século XIX, em que políticos dos EUA discutiram a ideia de ocupar o território no norte do Brasil.

Foi em 1850, quando o chefe do Observatório Naval dos Estados Unidos, Matthew Fontaine Maury, sugeriu que seu país evitasse a Guerra Civil e continuasse expandindo sua produção de algodão com mão de obra escrava levando toda a estrutura, incluindo os escravos africanos, para a região da Amazônia brasileira. A revelação é parte do livro “O sul mais distante” (Cia. Das Letras), escrito pelo pesquisador de escravidão nas Américas Gerald Horne, professor da Universidade de Houston, no Texas. Segundo ele, Maury era interessado em deportar escravos norte-americanos para desenvolver a região com um plano de “tomar a Amazônia do Brasil”.

Em entrevista ao G1, Horne explicou que este plano de “invadir a Amazônia” surgiu no contexto da consolidação dos Estados Unidos como uma potência violenta, que fazia da conquista territorial seu destino manifesto, então “não é uma surpresa” que cobiçassem também a Amazônia. O projeto de incorporar a floresta, disse, ganhou força especialmente no Estado da Virgínia, que era o centro do poder político dos Estados Unidos na época e onde Maury continua a ser visto como um herói até hoje.

Ele comentou que, por mais que o país continue se envolvendo em guerras pelo mundo, a situação mudou e nenhuma ação do tipo é sequer cogitada pelos americanos. “Hoje, não é necessário nem dizer, não há possibilidade desse tipo de intervenção. Especialmente por conta da ascensão do Brasil, que está desafiando a liderança americana na América Latina. O Brasil é mais forte, o mundo mudou”, disse Horne ao G1.

Separação e anexação
Maury costuma ser citado como tendo sugerido que os políticos americanos deveriam forçar o Brasil a permitir a livre navegação de barcos americanos na Amazônia porque o Rio Amazonas era “uma extensão” do rio Mississippi.

Em “O sul mais distante”, livro de 2007 que acaba de ser publicado no Brasil, Horne explica que as relações entre Brasil e Estados Unidos americana foram muito intensas por conta da escravidão nos dois países. A proximidade diminuiu com a Guerra Civil, iniciada uma década depois do plano de Maury de transferir as plantações para a Amazônia.

Segundo Horne, os escravistas mais radicais do sul norte-americano defendiam fortemente a separação do país e “colocavam o Brasil próximo ao centro do seu sonho de um império transcontinental de escravidão, particularmente nos anos 1850, quando parecia que a escravidão encontrava um bloqueio em sua expansão para o Oeste”. Para eles, o futuro estava em um império “unido com o Brasil”.

Maury via a Amazônia como “válvula de segurança da União” e planejava deportar os escravos africanos dos Estados Unidos junto com seus proprietários para a região ainda não desenvolvida. “É mais fácil e mais rápido’, argumentou Maury, ‘para navios da Amazônia fazerem a viagem a Nova York de que ao Rio’”.

Segundo Horne, a proposta de Maury foi vista como provocativa e discutida no Brasil, o que fez com que o então secretário de Estado dos Estados Unidos, William Marcy, respondesse de forma superficial garantindo ao Brasil que não precisava levar a sério os argumentos de Maury. O pesquisador da Universidade de Houston, entretanto, diz que Maury gerou um forte interesse norte-americano em dominar a região amazônica, fazendo com que milhares de norte-americanos viajassem o Brasil investigando o país e analisando a possibilidade de se apropriar do território da floresta.

Em outras ocasiões no final dos anos 1850 e mesmo durante a Guerra Civil, em 1862, um comitê da Câmara de Deputados dos Estados Unidos chegou a considerar a possibilidade de deportar os negros para a Amazônia, o que foi ponderado pelo governo brasileiro e negado por a lei brasileira “não admitir negros livres em seu território”. O Brasil, diz Horne, teve um papel importante na mente de líderes do sul escravista dos Estados Unidos, que foi apoiado pelo governo brasileiro, servindo até mesmo como refúgio quando a Guerra Civil terminou com vitória do Norte do país.

Fonte: G1

Anúncios

19 Respostas to “Americanos cogitaram ‘tomar a Amazônia’ no século XIX, revela livro”

  1. Essa atitude expansionista e interventora,pode ser notada aotomarem as terras do México, o arizona, novo méxico,california, e tetc, etc,. Claro q eles iriam “olhar” p nós , achando q poderiam resolver o problema dos seus ex escravos, então partiram p à frica, e alojaram mt dos mesmos por lá.Twemos de ter td o cuidado com os mesmo, os ianks, eles já estão em apiay na colômbia,a 100KM de Mato Grosso,e tem a IV frota em nossos mares: Os ianks ñ são confiáveis. Dois olhos neles e trabuco na mão. Sds.

  2. Hoje em dia? … não vão nem conseguir plantar capim… SELVA!

  3. Viu mais uma paranoia da invasão griga no Brasil, se e quando os gringos quiserem invadir o Brasil ou qualquer outro pais, como fizeram com o Afeganistão e o Iraque, eles enviam seus grupos de batalha.Ai nesse cenario a culpa é de quem do invasor ou do invadido?Segundo Ciro(rei da persia)se tem riquezas e não tem poder isso levanta a cobiça do invasor.

  4. Não podemos esquecer de Americana, no interior de São Paulo. Nesta cidade, houve uma imigração no fim do século 19 do sul dos EUA. Entre eles, descendentes do general Lee. Aliás, aí já está a explicação para o sobrenome da Rita Lee, uma descendente de estadunidenses.

  5. (EDITADO : Palavrões e desrespeito aos demais leitores: E.M.Pinto) que caiem pra cima…aqui eles apanham, não invadiram por que somos um povo forte, Um soldado que luta pela liberdade e soberania do seu país, vale por tres que invade para dominar.Temos o exercito mais bem treinado em ambiente de selva do mundo, nossas táticas leva em consideração o livro a “arte da guerra”, que alias os estados unidos rejeitam em considerar como boa estratégia, por serem arrogantes,e se acharem melhor do que todos o que é natural em qualquer império.Até agora os estados unidos lutaram com paises fracos, e mesmo assim com dificuldado; por que será que toda guerra que os Eua lutam sozinho, eles perdem.E mais uma coisa, Todo império é fadado a cair, a história não mente e nunca falha, só é uma questão de tempo, por arrogancia imperio faz merda e ainda vão fazer como já fazem.

  6. 1850 … rsrsrs

    Alexandre queria conquistar o mundo ‘tempos’ atrás não ???… rsrsrsrs

  7. -OS AMIGOS DOS NOSSOS INIMIGOS.

    A elite branca brasileira,sempre cultuou a cultura americana,vemos aqui mesmo neste blog,alguns ideusando eles como se eles não fossem insuperáveis.Contudo a atual realidade mostra o contrário.
    Somos capazes de nos defender de qualquer agressor,contudo os nossos piores inimigos são os corruptos,pessoas venais que por qualquer valor venderão este pais até por um ingresso para disneilândia.
    Este de arma é mais cruel que uma frota americana,pois esta podemos nos defender porque as vemos bem de longe;já os corruptos as vezes sabemos quem são e nada podemos fazer.
    O pior que os gringos sabem disso!.

  8. Estava pensando.. o patriotismo tem heraquia ??? Explico !

    Um homem público (político, juíz, funcionário público) tem que ser mais patriota que o cidadão comum ???

    E o Militar… ???

    ‘Elite branca’ como citado acima… agora temos ‘Elite’ multi-color… não sabia..hahahha… já já aparece o partido Cuscuz-clã (de tapioca claro)…hahahahah… defendendo a ELite-Nordestina..

    Mais retornando … PAREM COM ESSA M/FRESCURA DE DIFERENCIAR BRASILEIRO POR CASTA (região que nasceu).. COR .. CREDO .. OPÇÃO GENETICA-SEXUAL..PROFISSÃO … estamos no mesmo barco (país) o fazemos GRANDE POR NOSSA PRÓPRIA GANDEZA .. como cidadãos e não como grupos vivendo em redomas…

    Quanto a hierarquia de patriotismo ??? a própria conotação…CIDADÃO BRASILEIRO… responde.

    PORÉM… A RESPONSABILIDADE DE SER PATRIOTA…de cada cidadão é proporcional ao ‘CARGO’ que ocupa.. ;)

    ps. depois taco o pau nesta M de só falarem em EUA..IMPERIALISMO.. Q. VÃO ROUBAR O SAPO JURURU .rsrsrs.. etc

  9. O governo brasileiro está sendo incompetente e/ou omisso por não dotar o país de vetores dissuasórios importantes, a fim de garantir a soberania e a integridade territorial.

    Uma aquisição importante q deveria ser feita com urgência é um lote de pelos menos 60 caças SU-35 garantindo, assim, a superioridade aérea. Depois de realizada essa aquisição era q o sr. Ministro da Defesa poderia se preocupar em adquirir um lote de caças leve com transferência de tecnologia.

    Outros itens militares q dariam grande capacidade de dissuasão ao Brasil seriam: algumas baterias de mísseis antiaéreos S-400 para proteger a capital federal, algumas bases aéreas importantes e outros pontos estratégicos e, também a aquisição de 100 unidades de torpedos Shkval.

    Os benefícios compensariam os custos.

  10. Eduardo Wanderley :
    Uma aquisição importante q deveria ser feita com urgência é um lote de pelos menos 60 caças SU-35 garantindo, assim, a superioridade aérea.
    Outros itens militares q dariam grande capacidade de dissuasão ao Brasil seriam: algumas baterias de mísseis antiaéreos S-400 para proteger a capital federal, algumas bases aéreas importantes e outros pontos estratégicos e, também a aquisição de 100 unidades de torpedos Shkval.
    Os benefícios compensariam os custos.

    quer quantas bombas atomicas ..rsrsrs

    1º a Russia vende tudo isso ?? ‘começa’ a entrega qdo ?? … 4-5-10 anos..rsrs
    2º vc. vai pagar ?? eu que não quero …rsrs
    3º e a manutenção de todas essas ‘fantásticas’ armas.. como será.. virá técnico russo.. a que custo..por qto tempo.. ???

    ps. falar e delirar é fácil…

  11. Tem muito mané!!!

  12. xtreme :
    Estava pensando.. o patriotismo tem heraquia ??? Explico !
    Um homem público (político, juíz, funcionário público) tem que ser mais patriota que o cidadão comum ???
    E o Militar… ???
    ‘Elite branca’ como citado acima… agora temos ‘Elite’ multi-color… não sabia..hahahha… já já aparece o partido Cuscuz-clã (de tapioca claro)…hahahahah… defendendo a ELite-Nordestina..
    Mais retornando … PAREM COM ESSA M/FRESCURA DE DIFERENCIAR BRASILEIRO POR CASTA (região que nasceu).. COR .. CREDO .. OPÇÃO GENETICA-SEXUAL..PROFISSÃO … estamos no mesmo barco (país) o fazemos GRANDE POR NOSSA PRÓPRIA GANDEZA .. como cidadãos e não como grupos vivendo em redomas…
    Quanto a hierarquia de patriotismo ??? a própria conotação…CIDADÃO BRASILEIRO… responde.
    PORÉM… A RESPONSABILIDADE DE SER PATRIOTA…de cada cidadão é proporcional ao ‘CARGO’ que ocupa..
    ps. depois taco o pau nesta M de só falarem em EUA..IMPERIALISMO.. Q. VÃO ROUBAR O SAPO JURURU .rsrsrs.. etc

    resumindo,se patriotismo e cidadão brasileiro é como uma casta para você;ou seja quanto menor na classe social é menos cidadão e patriota.
    Fique sabendo que já vi muito trabalhaor que rala desde as 4 Horas da manhã até a tarde e ser mais patriota e brasileiro que muito general,empresário e mauricinho em suas ferrares.

  13. Não é a primeira vez que os americanos cogitam em conquistar terras do Brasil.
    No século XX,eles também ponderaram em conquistar uma parte no nordeste,durante a II grande guerra,documentada e arquivada na biblioteca do congresso americano;e bem recente,ainda no século XX,o ilustre Sr.Algore,ex vice-presidente de Clitom,também colocou em duvida a nossa soberania sobre a Amazônia.

    Eu não sabia que antônimo de soberania é sapo jururu?…rsrs.

  14. lucena :

    lucena :
    Não é a primeira vez que os americanos cogitam em conquistar terras do Brasil.
    No século XX,eles também ponderaram em conquistar uma parte no nordeste,durante a II grande guerra,documentada e arquivada na biblioteca do congresso americano;e bem recente,ainda no século XX,o ilustre Sr.Algore,ex vice-presidente de Clitom,também colocou em duvida a nossa soberania sobre a Amazônia.
    Eu não sabia que antônimo de soberania é sapo jururu?…rsrs.

    lucena :
    Não é a primeira vez que os americanos cogitam em conquistar terras do Brasil.
    No século XX,eles também ponderaram em conquistar uma parte no nordeste,durante a II grande guerra,documentada e arquivada na biblioteca do congresso americano;e bem recente,ainda no século XX,o ilustre Sr.Algore,ex vice-presidente de Clitom,também colocou em duvida a nossa soberania sobre a Amazônia.
    Eu não sabia que antônimo de soberania é sapo jururu?…rsrs.

    errata:
    quando você ler antônimo,entenda que é sinônimo.
    ” eu não sabia que sinônimo de sapo jururu fosse soberania? hahaha!!

  15. lucena :

    xtreme :
    Estava pensando.. o patriotismo tem heraquia ??? Explico !
    Um homem público (político, juíz, funcionário público) tem que ser mais patriota que o cidadão comum ???
    E o Militar… ???
    ‘Elite branca’ como citado acima… agora temos ‘Elite’ multi-color… não sabia..hahahha… já já aparece o partido Cuscuz-clã (de tapioca claro)…hahahahah… defendendo a ELite-Nordestina..
    Mais retornando … PAREM COM ESSA M/FRESCURA DE DIFERENCIAR BRASILEIRO POR CASTA (região que nasceu).. COR .. CREDO .. OPÇÃO GENETICA-SEXUAL..PROFISSÃO … estamos no mesmo barco (país) o fazemos GRANDE POR NOSSA PRÓPRIA GANDEZA .. como cidadãos e não como grupos vivendo em redomas…
    Quanto a hierarquia de patriotismo ??? a própria conotação…CIDADÃO BRASILEIRO… responde.
    PORÉM… A RESPONSABILIDADE DE SER PATRIOTA…de cada cidadão é proporcional ao ‘CARGO’ que ocupa..
    ps. depois taco o pau nesta M de só falarem em EUA..IMPERIALISMO.. Q. VÃO ROUBAR O SAPO JURURU .rsrsrs.. etc

    resumindo,se patriotismo e cidadão brasileiro é como uma casta para você;ou seja quanto menor na classe social é menos cidadão e patriota.
    Fique sabendo que já vi muito trabalhaor que rala desde as 4 Horas da manhã até a tarde e ser mais patriota e brasileiro que muito general,empresário e mauricinho em suas ferrares.

    não sabe interpretar texto..

  16. lucena :

    lucena :

    lucena :
    Não é a primeira vez que os americanos cogitam em conquistar terras do Brasil.
    No século XX,eles também ponderaram em conquistar uma parte no nordeste,durante a II grande guerra,documentada e arquivada na biblioteca do congresso americano;e bem recente,ainda no século XX,o ilustre Sr.Algore,ex vice-presidente de Clitom,também colocou em duvida a nossa soberania sobre a Amazônia.
    Eu não sabia que antônimo de soberania é sapo jururu?…rsrs.

    lucena :
    Não é a primeira vez que os americanos cogitam em conquistar terras do Brasil.
    No século XX,eles também ponderaram em conquistar uma parte no nordeste,durante a II grande guerra,documentada e arquivada na biblioteca do congresso americano;e bem recente,ainda no século XX,o ilustre Sr.Algore,ex vice-presidente de Clitom,também colocou em duvida a nossa soberania sobre a Amazônia.
    Eu não sabia que antônimo de soberania é sapo jururu?…rsrs.

    errata:
    quando você ler antônimo,entenda que é sinônimo.
    ” eu não sabia que sinônimo de sapo jururu fosse soberania? hahaha!!

    não é ironia…rsrsrs…

  17. xtreme :

    lucena :

    xtreme :
    Estava pensando.. o patriotismo tem heraquia ??? Explico !
    Um homem público (político, juíz, funcionário público) tem que ser mais patriota que o cidadão comum ???
    E o Militar… ???
    ‘Elite branca’ como citado acima… agora temos ‘Elite’ multi-color… não sabia..hahahha… já já aparece o partido Cuscuz-clã (de tapioca claro)…hahahahah… defendendo a ELite-Nordestina..
    Mais retornando … PAREM COM ESSA M/FRESCURA DE DIFERENCIAR BRASILEIRO POR CASTA (região que nasceu).. COR .. CREDO .. OPÇÃO GENETICA-SEXUAL..PROFISSÃO … estamos no mesmo barco (país) o fazemos GRANDE POR NOSSA PRÓPRIA GANDEZA .. como cidadãos e não como grupos vivendo em redomas…
    Quanto a hierarquia de patriotismo ??? a própria conotação…CIDADÃO BRASILEIRO… responde.
    PORÉM… A RESPONSABILIDADE DE SER PATRIOTA…de cada cidadão é proporcional ao ‘CARGO’ que ocupa..
    ps. depois taco o pau nesta M de só falarem em EUA..IMPERIALISMO.. Q. VÃO ROUBAR O SAPO JURURU .rsrsrs.. etc

    resumindo,se patriotismo e cidadão brasileiro é como uma casta para você;ou seja quanto menor na classe social é menos cidadão e patriota.
    Fique sabendo que já vi muito trabalhaor que rala desde as 4 Horas da manhã até a tarde e ser mais patriota e brasileiro que muito general,empresário e mauricinho em suas ferrares.

    não sabe interpretar texto..

    caro amigo,fiz uma interpretação em cima de um texto mal elaborado,contudo damos um desconto, afinal tinha ser uma criação sua nê!. rsrs…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: