Articles

Jornais censuram chacina no México

In Segurança Pública, Terrorismo on 27/08/2010 by E.M.Pinto

https://i2.wp.com/www.scaredsilentconference.org/images/scaredmain.jpg

Com medo, mídia local ignora assassinato de 72 imigrantes ilegais; cônsul põe em dúvida que haja brasileiros Equador pede ao governo mexicano proteção ao trabalhador que testemunhou o caso e faz a denúncia

Nota do Editor


Estas pessoas teriam sido assassinadas por se negarem a trabalhar de escravos para o narcotráfico, logo logo entram na tua casa e te oferecem a mesma proposta, ou melhor aos seus familiares…

Continue a usar drogas e financiar o tráfico seja no México, Brasil ou Zimbabwe, Itália, Holanda, a anti sociedade, a barbárie,  a covardia, a brutalidade e a anti civilidade vão agradecer.

Continue assim e construa o futuro para seus filhos e netos.

E.M.Pinto

 

 

GABRIELA MANZINI
ENVIADA ESPECIAL A MATAMOROS

Os jornais da região mexicana de San Fernando, local do massacre de 72 imigrantes ilegais, amanheceram calados ontem, apenas um dia após a descoberta dos corpos num sítio.

Enquanto grandes jornais do país, como o “Reforma”, exibem em sua manchete “dizem não aos narcos… e são massacrados”, a mídia local está ignorando por completo o crime.

Temendo represálias, jornalistas mexicanos procurados ontem pela Folha confirmaram a força da censura imposta pelo crime.

Parte deles admite, sob condição de anonimato, que só veículos baseados na capital federal ou em Ciudad Victoria, a capital estadual, podem noticiar a acusação ao narcocartel Zetas.

O medo é tamanho que até o porta-voz da Procuradoria de Justiça do Estado de Tamaulipas, o órgão responsável pelas investigações, pediu anonimato ao conceder entrevista à agência France Presse.

Ele acompanhava em San Fernando o início do reconhecimento dos corpos dos imigrantes que, segundo as investigações, tinham idade entre 19 e 45 anos, todos latino-americanos.

Ontem, o cônsul-geral do Brasil no México, Márcio Lage, colocou em dúvida a informação dada no dia anterior pela chancelaria mexicana, corroborada pelo Itamaraty, de que haveria quatro brasileiros entre as vítimas.

Segundo ele, que está na região acompanhando a investigação, ainda não é possível determinar a nacionalidade de nenhuma das vítimas do massacre.

SOBREVIVENTES

Por enquanto a investigação se baseia no depoimento do equatoriano Freddy Pomavilla, 18, que está internado em um hospital, ferido por um tiro na garganta. Foi ele que denunciou o massacre a oficiais da marinha depois de fingir-se de morto e conseguir escapar.

Ontem, o Equador pediu ao governo mexicano proteção a Pomavilla e criticou a divulgação de fotos dele por agências de notícias.

Uma oficial equatoriana pediu “prudência” aos meios de comunicação de modo a evitar que ele ou seus familiares sofram retaliação do narcotráfico.

Levantamento publicado em 2009 pela Comissão de Direitos Humanos do México revela que 10.000 imigrantes foram sequestrados quando passavam pelo país rumo aos EUA em apenas seis meses.

Desde 2006, estima-se que cerca de 28 mil pessoas tenham morreram em razão da guerra do governo ao narcotráfico.

Apenas como comparação, no mesmo ano no Brasil houve 33.284 mortes causadas por arma de fogo, segundo o “Mapa da Violência” do Ministério da Saúde.

Fonte: Folha via Notimp

Anúncios

5 Respostas to “Jornais censuram chacina no México”

  1. Auto-censura, o poder paralelo e mt poderoso no México,eu temo é mt q isso venha ocorrer por aqui , nas terras BRASILIS ; lá a miserabilidade levou ao estado em q eles se encontram. Tem-se q , melhorar o IDH de cada um de nós, aumentar o poder aquisitivo do sálario mínimo , ajudaria e mt os da base da piramide social. A coisa poderá piorar mt p td nós.

  2. Agradeçam à NAFTA…

    Drogas no México, consumidores mais ao norte…

  3. “Continue a usar drogas e financiar o tráfico seja no México, Brasil ou Zimbabwe, Itália, Holanda, a anti sociedade, a barbárie, a covardia, a brutalidade e a anti civilidade vão agradecer.
    Continue assim e construa o futuro para seus filhos e netos.”

    Não é necessário dizer mais nada. O consumidor de drogas sempre é tratado com um terceiro, coadjuvante, e não como protagonista nesta história toda. Sua culpa é subsidiar estas chacinas e este negócio todo.

  4. “Continue a usar drogas e financiar o tráfico seja no México, Brasil ou Zimbabwe, Itália, Holanda, a anti sociedade, a barbárie, a covardia, a brutalidade e a anti civilidade vão agradecer.

    Continue assim e construa o futuro para seus filhos e netos.”

    Quem financia os lucros do narcotráfico é o próprio Estado…

    Como funciona…

    Existe uma relação entre oferta e demanda ótima em relação ao lucro pelo produto.

    Muita oferta (legalização) gera concorrência e portanto lucros menores. Não é do interesse de investidores que se utilizam deste meio.

    Quando existe a possibilidade de controle do mercado através de meios indiretos (proibição – abre a possibilidade do controle do fluxo de demanda e oferta – através da CORRUPÇÃO dos agentes públicos) busca-se a melhor relação de lucro.

    O Estado entra contribuindo com investimentos que reduzam a demanda ou a oferta (normalmente acabando com novos concorrentes) são bilhões de dólares por ano. Típica transferência indireta de recursos do Estado para o crime organizado.

    É o dinheiro senhores…

    É o dinheiro…

    Ignorar isto é no mínimo inocência.

  5. Leiam o Blog Del Narco para saberem mais sobre os problemas de nossos irmãos mexicanos..Mais do que os traficante a garnde desgraça deles foi terem aderido ao NAFTA e se tornarem capachos dos americanos..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: