Articles

FAB realiza treinamento de Tiro Aéreo com o 1º GDA na Base Aérea de Canoas (BACO)

In Aérea, Aviões de Combate, Defesa, Exercícios Militares on 28/08/2010 by E.M.Pinto Marcado: , ,

Dois caças F-2000C do 1º GDA taxiam na pista da Base Aérea de Canoas antes de partir para mais uma missão de Tiro Aéreo sobre o litoral gaúcho. (Foto: Rudnei Dias da Cunha / Cavok)

Durante os dias 18 e 27 de agosto, a Força Aérea Brasileira (FAB) realizou na Base Aérea de Canoas (BACO), no Rio Grande do Sul um exercício de Tiro Aéreo (TA) e para isso deslocou seis caças F-2000C e um F-2000B do 1° GDA (Grupo de Defesa Aérea), Esquadrão Jaguar, da Base Aérea de Anápolis, Goiás, para o sul do país, onde juntamente com os caças F-5EM do Esquadrão Pampa, participaram de missões na área de Pinhal, noroeste do estado do Rio Grande do Sul. Nossos colaboradores e amigos Rudnei Dias da Cunha e Leandro Casella nos trazem as imagens e o relato da missão.

Dois caças F-2000C aguardam a decolagem do F-5EM com o alvo rebocado, para depois poderem partir para a missão de Tiro Aéreo. (Foto: Rudnei Dias da Cunha / Cavok)

As aeronaves, geralmente operavam em elemento, tendo o reboque sido ofertado pelo 1°/14° GAV (Grupo de Aviação), Esquadrão Pampa, que empregou aeronave F-5EM Tiger equipado com pod de TA SECAPEM. Geralmente eram realizadas de quatro a seis saídas por dia. Infelizmente, houveram algumas abortivas em função do tempo (nevoeiro e depois chuva).

Um caça F-2000C do 1º GDA despeja todo os 95 kN de empuxo com pós-combustão do motor Snecma M53-P2A após ter sua decolagem autorizada pela torre. (Foto: Rudnei Dias da Cunha / Cavok)

O tiro aéreo foi efetivado na área restrita (ativada para o exércício) de Pinhal, situada sobre a região das cidades de Quintão e Pinhal, litoral norte do RS. A missão, basicamente, consite na decolagem do “Reboque” (F-5EM) para área, acompanhado da esquadrilha que irá efetuar o TA. Ao atingir a área (entre o 12.000 e 15.000 pés, dependendo do plano da missão), o reboque irá desflaldar a biruta, como é chamado o alvo flexivel modelo Pod Equipaer AV-CAA SECAPEM, que é levado no casulo. São 300 metros de corda e no final dessa um alvo de tela. O reboque voa então paralelo ao litoral (Norte-Sul ou Sul-Norte) nivelado. Os atiradores circulam ao redor do “reboque” e de uma altura maior que este, mergulhando e efetuando disparos com munição real, no caso de 30mm, do F-2000C na biruta. O tiro, sempre, é do continente para o mar e sempre a 45° (diagonal) do eixo perpendicular do rebocador, e no sentido oposto ao deslocamento do mesmo.

Um caça F-2000C regressa da missão de Tiro Aéreo realizada no Rio Grande do Sul. (Foto: Rudnei Dias da Cunha / Cavok)

Após realizar entre quatro e cinco passes, há o regresso para Canoas. Sendo a esquadrilha na frente, com o seguinte pilofe e pouso, e o reboque, na sequência, e mais lento, em função de voltar para a Base com a biruta extendida. A mesma é alijada sobre a base, com o corte do cabo, e recolhida pelo pessoal de terra. Geralmente é alijada no sentido 30-12, com curva de reversão do reboque para pouso na 12.

Caças F-5EM do Esquadrão Pampa também aproveitaram para treinar Tiro Aéreo durante o período que o 1º GDA esteve no sul. Um dos F-5EM está equipado com o alvo rebocado no ponto fixo central. (Foto: Rudnei Dias da Cunha / Cavok)

O cômputo é feito através da análise do alvo, que tem impresso a tinta deixada pelos projéteis. Para isto, cada aeronave, tem a ponta da sua munição pintada de uma cor diferente, que ao atingir a malha, normalmente deixa rastro de fragmentos de tinta impressos.

Para aproveitar a vinda dos Jaguares, o Pampa também efetuou TA ao longo destes dias, aproveitando o serviço de reboque. O Esquadrão Jaguar fez voo direto SBAN – SBCO, mesma rota com que retornou hoje, dia 27 de agosto.

Texto: Leandro Casella

Fonte: Cavok

Anúncios

15 Respostas to “FAB realiza treinamento de Tiro Aéreo com o 1º GDA na Base Aérea de Canoas (BACO)”

  1. Belas fotos, sempre que eu vejo os noticias sobres os mirage 2000 da FAB voando me vem a mente aquela falácia de que são sucatas que não sei do chão, rainha do hangar, etc.
    So é uma pena eles estarem em numero muito pouco para compensar uma modernização.

  2. Eu sou fã dos Mirage

  3. Mas em contrapartida, apesar de terem tido sua época de glória na guerra do Vietnan, nossos F-5 foram bastante modernizados pela Embraer e hoje é considerado um caça de 4ª geração. Apesar de todas as defasagens, ainda temos a melhor força aérea da América Latina, tanto em número como e poder de fogo.
    Graças a Deus, pelo menos no papel, já existem programas de modernização e revitalização de nossa gloriosa FAB.

  4. Carcará :
    Eu sou fã dos Mirage

    Sou fã dos caças da FAB, da segurança do BRASIL.Mt chato saber q ñ temos um caça do nível do Su 30/35 BM , de certos países da AS. Mt triste, mostra a incapacidade dos n cabeças, de e enxergar, sem redundancia,a Africa do sul produz um caça e nós?E uma vergonha.Fico com inveja dessas ações propósitivas; qdo teremos coragem p ousar?Sds.

  5. carlos argus :

    Carcará :
    Eu sou fã dos Mirage

    Sou fã dos caças da FAB, da segurança do BRASIL.Mt chato saber q ñ temos um caça do nível do Su 30/35 BM , de certos países da AS. Mt triste, mostra a incapacidade dos n cabeças, de e enxergar, sem redundancia,a Africa do sul produz um caça e nós?E uma vergonha.Fico com inveja dessas ações propósitivas; qdo teremos coragem p ousar?Sds.

    Saudações Carlos

    Nós produzimos o Embraer EMB-312 Tucano, Embraer EMB-314 Super Tucano. Turboélices de grande tecnologia e renome internacional. Tanto é que os EUA interessaram em comprar 200 para US Navy. O super tucano pode carregar tanto armas convencionais como inteligentes. Atualmente ele é o “melhor turboélice do mundo”.
    Apesar de não ser um Mig 30 ou um F-35 é importante frizar que a indústria aeronáltica brasileira vem crescendo e produz equipamentos paralelamente tecnológicos à seu tempo

  6. correção: “Su 30”

  7. Cada manifestação….

    Fulano mete o pau na FA … etc…..e o que a figura faz se não só falar mal…

    Devia é ter vergonha de se olhar no espelho !

  8. Lá no aereo, tem um carinha que vive falando que o M2000 não voa, não atira, não faz nada… e, não só nesta ocasião, mas num exercício recente no Nordeste, estiveram presente 6 M2000 também, logo, sabemos que 2 devem estar em alerta em Brasília, sendo assim 8 M2000 estão em operação, este número ou é igual ou é maior que a disponibilidade de F-5M… Mentira pouca é bobagem! como tem nego mal intencionado pelos blogs de defesa!
    Só para lembrar os colegas… esta “rainha de Hangar”, o M2000C, nosso é do início dos anos 80, e nunca teve uma modernização! foi esfolado no ADL e continua, pelo que vemos, dando exemplo de disponibilidade! o resto é MENTIRA DESLAVADA!

    Sds!

  9. Tenente Hítalo :

    carlos argus :

    Carcará :
    Eu sou fã dos Mirage

    Sou fã dos caças da FAB, da segurança do BRASIL.Mt chato saber q ñ temos um caça do nível do Su 30/35 BM , de certos países da AS. Mt triste, mostra a incapacidade dos n cabeças, de e enxergar, sem redundancia,a Africa do sul produz um caça e nós?E uma vergonha.Fico com inveja dessas ações propósitivas; qdo teremos coragem p ousar?Sds.

    Saudações Carlos
    Nós produzimos o Embraer EMB-312 Tucano, Embraer EMB-314 Super Tucano. Turboélices de grande tecnologia e renome internacional. Tanto é que os EUA interessaram em comprar 200 para US Navy. O super tucano pode carregar tanto armas convencionais como inteligentes. Atualmente ele é o “melhor turboélice do mundo”.
    Apesar de não ser um Mig 30 ou um F-35 é importante frizar que a indústria aeronáltica brasileira vem crescendo e produz equipamentos paralelamente tecnológicos à seu tempo

    Vc está certo,eu sei disto, + falo de um caça p o n país dedimensões continental,é isso o pano de fundo ,um caça supersônico Brsuca.Sds.

  10. com certeza amigo Carlos. Não tirei sua razão não.
    Se não me engano nosso presidente disse que seria a última importação de caças que o Brasil faria. Que logo após ele teria condições de produzir um próprio. sds

  11. Já pensou, um Caça Nacional…
    Caraca, não vejo a hora…. o/
    só não pode fazer que nem os Astros, encomendar 20 e já era…

  12. Tenente Hítalo, não confronto sua opinião, mas será mesmo que temos a FA mais poderosa da América do Sul? E os chilenos e venezuelanos, com equipamentos mais NOVOS e com capacidade sabidamente superior aos nosoos?

  13. Concordo com seu questionamento Fábio e respeito. Mas olhe o temanho de nossa força aérea em relação à eles. O ministro da defesa esses tempos foi questionado se o Brasil estava participando da corrida armamentista na américa do sul. ele disse que da parte do Brasil não há corrida até porque a nossa FA tem aviõs que nem tem a necessidade de decolar.

  14. Lembrando que nao adianta os venezuelanos ter su-30 e nao ter treinamento, a FAB tem mirage, F5, e muitos pilotos com capacidades extraordinarias!
    Considerando tambem a marinha e o exercito brasileiro, que tem um grande potencial.

  15. Seria possível uma modernização dos f-2000 nos moldes do F5M?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: