Articles

Em imagens: Sete anos de guerra no Iraque

In Conflitos, Geopolítica, História on 31/08/2010 by E.M.Pinto Marcado: , ,

No dia 17 de março de 2003, o então presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, deu a Saddam Hussein e a seus filhos 48 horas para deixar o Iraque ou enfrentar uma guerra. Dois dias depois, começaram os primeiros bombardeios em Bagdá.

Refugiados fogem de Basra, no sul do Iraque. A cidade foi cercada por tropas britânicas no dia 22 de março de 2003, e as preocupações com a situação humanitária de seus moradores aumentaram quando os serviços públicos – incluindo a água – foram cortados.

Após três semanas de enfrentamentos, as tropas americanas avançaram sobre Bagdá. Em um gesto simbólico, no dia 9 de abril, soldados americanos derrubaram uma estátua de Saddam Hussein no centro da cidade, ovacionados por iraquianos. Saddam fugiu e se escondeu.


No dia 1º de maio de 2003, Bush fez um discurso dentro do porta aviões USS Abraham Lincoln, decorado com uma faixa com os dizeres “Missão Cumprida”. O presidente declarou então o fim das principais operações de combate americanas no Iraque.


Em dezembro de 2003, Saddam Hussein foi encontrado escondido em um buraco perto de sua cidade natal, Tikrit, e capturado pelas forças americanas. Ao anunciar a prisão do ex-presidente iraquiano, no dia 14 de dezembro, o então administrador americano para o Iraque, Paul Bremer, disse: “Nós o pegamos”.


Ao longo de 2004, as tensões entre as comunidades xiita e sunita do Iraque se intensificaram, com cada vez mais frequentes atentados suicidas, como este contra um centro de recrutamento para o Exército iraquiano em Bagdá.

Em maio de 2004, apareceram fotos de presos iraquianos sofrendo abusos de soldados americanos na prisão de Abu Ghraub, em Bagdá. O episódio manchou profundamente a reputação das tropas americanas no país. Onze dos militares envolvidos nos maus-tratos foram presos.

O número crescente de civis inocentes atingidos pela violência também prejudicou as relações entre os iraquianos e as tropas da coalizão. Aqui, uma criança iraquiana chora após soldados iraquianos terem disparado contra o carro no qual viajavam seus pais.

O principal argumento para a invasão do Iraque era o suposto desenvolvimento de armamentos de destruição em massa pelo governo de Saddam Hussein. Mas em outubro de 2004, o chefe americano de inspeção de armas concluiu que o Iraque não tinha estoques de armas químicas, biológicas ou nucleares.

Em 15 de dezembro de 2005, os iraquianos votaram para eleger o primeiro Parlamento e governo para um mandato completo desde a invasão. Após meses de impasse, um acordo permitiu ao xiita Nouri Al-Maliki formar um governo em abril de 2006.


Em fevereiro de 2006, um ataque a bomba destruiu o templo xiita Mesquita Dourada, em Samarra. O ataque gerou uma onda de violência sectária entre sunitas e xiitas que deixou centenas de mortos.


Em 19 de outubro de 2005, Saddam Hussein começou a ser julgado por crimes contra a humanidade, acusado pela morte de 140 pessoas na cidade de Dujail em 1982. Em 5 de novembro de 2006, ele foi condenado à morte por enforcamento e foi executado no dia 30 de dezembro daquele ano.


As últimas tropas de combate dos Estados Unidos se retiraram do Iraque neste mês. Mas o Exército americano ainda mantém cerca de 50 mil homens no país para treinar e auxiliar as forças de segurança iraquianas.

Fonte: BBC Brasil

Anúncios

11 Respostas to “Em imagens: Sete anos de guerra no Iraque”

  1. Os americanos não sabem o que plantaram…

  2. Concordo com você Claudio,
    Segundo o provérbio Chinês “Podemos escolher o que semear, mas somos obrigados a colher aquilo que plantamos.”

  3. Guerra estúpida que levou mais morte e sofrimento para o povo Iraquiano do que todos os anos que Sadam ficasse no poder poderia levar. Milhões morreram e continuam morrendo apenas para que os gringos possam ter petróleo barato e vender suas armas.

  4. o que eles tao plantando
    vao colher :x

  5. realmente os americanos acharam as ARMAS DE DESTRUICAO EM MASSA.. quando olharam para um espelho…

  6. Não esqueçam, se alguém plantou algo foi o Terrorrismo, apelidado de Al Kaeda, eles colheram o infortúnio para todos estes países e a culpa e exclusivamente deles em dar motivos para os EUA fazer o que fizeram. Eles deveriam pensar duas vezes novamente antes de atacar os EUA com terrorrismo.

  7. D3lta :
    Não esqueçam, se alguém plantou algo foi o Terrorrismo, apelidado de Al Kaeda, eles colheram o infortúnio para todos estes países e a culpa e exclusivamente deles em dar motivos para os EUA fazer o que fizeram. Eles deveriam pensar duas vezes novamente antes de atacar os EUA com terrorrismo.

    A guerra do Iraque não teve nada haver com terrorismo, até os proprios americanos usaram como desculpa as armas químicas jamais encontradas, foi tudo questão economica, prova maior é que foi divulgado recentemente com os documentos hackeados da Cia que uma da maiores bases da Al Kaeda é o Paquistão, e porque a guerra não foi contra eles então?

  8. A sede de petróleo dos americanos só é comparável a do Saddan Hussein quando invadiu o Kuwait em 1990 e que, de uma forma ou de outra, foi quem deu o tiro de largada para a invasão do Iraque em 2003.
    Se colhemos o que plantamos, parece que Saddan Hussein já saboreou os frutos de sua semeadura.
    Não concordo que tenha sido justificada a invasão do Iraque, mas aceito como sendo uma verdade irremovível o provérbio chinês postado pelo Nakamura.

  9. Mesmo com erros foi justificada a açao americana no Iraque. O terror precisa ser atacado em seu cerne.

  10. claudio :
    Os americanos não sabem o que plantaram…

    Jose Vanildes Luiz :
    Mesmo com erros foi justificada a açao americana no Iraque. O terror precisa ser atacado em seu cerne.

    E vão colher tempestade, pq plantaram mt ventos de ódio.Que essas imagens sirva ao TPI p prender os culpados por esse crime internacional. Qdo começa o julgamento dos mesmos?Sds.

  11. Jose Vanildes Luiz :
    Mesmo com erros foi justificada a açao americana no Iraque. O terror precisa ser atacado em seu cerne.

    Que terrorrismo? Lêia os fatos q levaram os ianks/ingleses a cometerem esse crime, se tá mau.Sds.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: