Articles

R.Unido e França podem compartilhar porta-aviões

In Defesa, Geopolítica, Guerra Anti-submarino, Naval on 31/08/2010 by E.M.Pinto Marcado: , , ,

https://i0.wp.com/www.meretmarine.com/objets/500/6328.jpg

Reino Unido e França estão dispostos a compartilhar o uso de seus porta-aviões como parte de um acordo de cooperação destinado a manter o poder militar e reduzir custos, informa a edição desta terça-feira do jornal “The Times”.

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, e o presidente francês, Nicolas Sarkozy, esperam divulgar o conteúdo desta proposta em uma cúpula que realizarão em novembro, segundo o jornal, que não especifica o local da reunião.
Através deste acordo, Londres e Paris trabalharão juntos para proteger os interesses dos dois países.
https://pbrasil.files.wordpress.com/2010/08/45150493.jpg?w=300No entanto, um porta-voz do Ministério britânico de Defesa disse nesta terça que a informação publicada pelo “Times” é apenas especulação.

O plano, que pode entrar em vigor assim que for feito o anúncio oficial, permitirá que pelo menos uma de três embarcações – uma francesa e duas britânicas – esteja o tempo todo nas tarefas de vigilância.

Ainda de acordo com o jornal, atualmente há períodos em que os dois porta-aviões britânicos, o “HMS Ark Royal” e o “HMS Illustrious”, estão atracados.

Este acordo é divulgado em um momento em que as forças armadas do Reino Unido enfrentam um período de cortes de despesas.

O ministro da Defesa do Reino Unido, Liam Fox, deve se reunir nesta sexta em Paris com seu colega francês, Hervé Morin.

Segundo o artigo do “The Times”, há conversas para considerar um protocolo que faz referência a casos em que os interesses britânicos – como as ilhas Malvinas, pela reivindicação de soberania da Argentina – possam ser ameaçados caso os franceses estejam a cargo das tarefas de vigilância no mar.

Fonte: EFE via Geopolítica Brasil

Anúncios

15 Respostas to “R.Unido e França podem compartilhar porta-aviões”

  1. Grupo Aéreo formado por F-35 e Rafale….

    Que beleza, heim….

  2. Hummm…Eles vão se delineando e se revelando…É teremos surpresas no FX.

  3. É lógico que precisam chegar a um acordo. A história se repete. Em 1907, temendo a ascensão do Império Alemão, estes dois (rivais seculares) trataram logo de por as diferenças de lado e firmaram um entente cordiale. 103 anos depois, estas duas potências, enfrentando problemas econômicos, articulam novo entendimento. Von Bismarck já dizia: “Política é a arte do possível”.

  4. Esse acordo é interessante , visto a crise econômica que varre a Europa.

    Mas será que a França enviaria seu CDG para as Malvinas se um evento como o de 82 ocorresse novamente? E comandando uma Força Tarefa Britânica?

    []’s

  5. Boa pergunta Nick para mima resposta é não…
    Já propuseram o mesmo para Brasil e Argentina, já pensou? e se a Argentina entra num conflito com os britânicos novamente?
    Mas creio que podem compartilhar muitas coisas como treinamento e equipamentos.
    Sds
    E.M.Pinto

  6. Sei que muitos vão me criticar, mas, JÁ ESTÁ NA HORA DE UMA GUERRA DE PORTE “MÉDIO”.

    Todos, sim TODOS, os avanços tecnológicos e COMERCIAIS, surgitem após e durante grandes coflitos. Manter Generais europeusnas casernas não faz bem ao mundo.

    Acho que seria a única maneira, mesmo que EU não apoie, de sairem da crise, ou pelo menos driblarem-ns. GUERRA!!!!!

    DEUS QUE ME PERDOE.

    :(

  7. Com a aproximação dos britanicos,já tendo a dos franceses, quem sabe teremos uns deste.

  8. ATÉ QUE O INTERESSE,OS SEPARE !

    -Estamos vendo duas raposas velhas do mar unidas?
    Será que é mais um acaso do destino?
    Em tempo de crise,como esta;qualquer coisa para eles é melhor que nada.
    No passado,presente e no futuro;os britânicos e franceses,sempre foram pragmático entre si.
    Para mim,é só um acordo de ocasião,durará até quando houver conveniência entre as partes,é claro.
    É um vaso lindo de se ver,mais frágil e oco,por dentro.
    Só o tempo dirá.

  9. Eu já disse: o deus grana faz coisa quase q impossivel, eles vão partilhar até bombas atômicas;estão juntos e misturados, lêia-se ianks tbm.Sds.

  10. Quando superarem estas dificuldades nacionais então estará aberto o “portão”, primeiro grande acesso, para o governo mundial único.

    Quem viver verá…

    Realmente tudo caminha inicialmente pelas beradas e quando menos se espera: PIMBA!
    Vide o comportamento e o bote das serpentes.

  11. Assisti ontem num canal por assinatura o programa “Conexões da Engenharia” em que faz ligações em projetos simples que “inspiraram” outros nada simples: ligava uma semeadora do século XVIII com a metralhadora ultra-rápida do sistema Goal Keeper do Ilustrious, o giroscópio do mesmo com um bumerangue, e assim vai.

    O que me deixou perplexo foi o pequeno tamanho do porta aviões acima citado. Pelazs imagens fica claro como é pequeno se comparado aos americanos.

    Me surpreendi, pois a cenas de pousos e decolagens eu nunca tinha visto pelos angulos mostrados.

  12. A briga mesmo vai ser na hora da comida: ingleses e franceses odeiam as culinárias um do outro…Vinho ou cerveja quente ? Fish and Shops ou Crepe Suzettes ?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: