Articles

Nada é por acaso:Brasileiro é o mais barrado em aeroportos da Europa

In Geopolítica on 07/09/2010 by E.M.Pinto Marcado:

https://i0.wp.com/www.chacomleite.com/wp-content/uploads/2010/02/agente-imigracao-conferindo-passaporte.jpg

Oficialmente, não é preciso visto para entrar no continente, mas controle sobre imigração é crescente nas fronteiras

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o presidente da Comissão Europeia, Jose Manuel Barroso, não perdem a oportunidade de declarar que Brasil e União Europeia (UE) são aliados. Mas, nas fronteiras, a realidade é diferente. Dados da Frontex – agência europeia de controle de fronteiras – mostram que, no primeiro trimestre de 2010, os brasileiros foram os mais barrados em aeroportos da Europa.

Segundo a agência, 25.400 estrangeiros tiveram entrada rejeitada entre janeiro e março – número menor que o de trimestres anteriores, provavelmente pela crise na zona do euro. Deles, 1.842 eram brasileiros – 6,3% a mais que no final de 2009. O volume só perde para o total de ucranianos barrados, que chega a 5 mil. Estes, porém, não são obrigados a tomar aviões – até andando podem tentar cruzar a fronteira de seu país com a UE.

Para os europeus, os brasileiros barrados não deram garantias de que voltariam ao País e eram suspeitos de tentar entrar de forma irregular. Muitos deportados, no entanto, têm versões diferentes.

Segundo a Frontex, os dados se justificam pela distância entre Brasil e Europa. Se africanos podem tentar entrar por barco e a cidadãos do leste europeu basta pegar um carro, os brasileiros precisam do avião. Mesmo assim, os vetos a brasileiros superam os de nigerianos, chineses e indianos.

Oficialmente, não é preciso visto para um brasileiro entrar na Europa. Mas, com políticas imigratórias cada vez mais restritas, a UE e seus 27 países vêm endurecendo os controles em fronteiras e aeroportos. No caso dos brasileiros, a instrução dada aos policiais aduaneiros é a de pedir provas de que têm dinheiro, hotel para ficar e, principalmente, passagem de volta.

Nota:

Nada é por acaso fui eu quem acrescentei.

E.M.Pinto

Fonte: Último Segundo

Anúncios

31 Respostas to “Nada é por acaso:Brasileiro é o mais barrado em aeroportos da Europa”

  1. em breve faremos o mesmo contra os ‘irmãos’ latinos…

    ps. pimenta nos olhos dos outros…

  2. xtreme :
    em breve faremos o mesmo contra os ‘irmãos’ latinos…
    ps. pimenta nos olhos dos outros…

    E nesse ordem: Espanha, Portugal ,França e Italia..e depois os outros. Sds.

  3. É a pura verdade, gostaria de saber quantos Europeus foram barrados no mesmo período?

  4. Ter que chegar já com um “hotel para ficar” é um absurdo…

    Sempre que viajei de férias, só depois que cheguei ao destino é que fui escolher um hotel (pesquisando, in loco, sempre se acha algo mais em conta…), ainda mais, se o viajante estiver fazendo turismo itinerante e independente de pacotes e agências de viagem, que é por sinal, como os europeus gostam e costumam fazer…

  5. Barram porque existe um pequeno pormenor. Brasileiros ficam na Europa depois que o visto vence para trabalhar. Quisera o Brasil ter problemas com alemaes ilegais formados em engenharia e coisa mais querendo ficar no Brasil ilegalmente.
    Eles nos apertam e nos apertamos os bolivianos e paraguaios.

  6. COMPLEXO DE MULHER DE MALANDRO.

    A Europa sempre foi xenófoba,os domesticados europeus se toleram e quando vai para lá um do 3º mundo ,com eles nos vêem,é a fome com a vontade de comer,é pau puro nos brazucas;logo agora que eles estão com pires na mão!
    Além de mais há sempre brasileiro que adora apanhar nê,o que essa gente vai fazer por lá meu Deus!!

  7. Estou na Europa a quase uma década e estive em muitos países fora dela, nunca tive problemas com documentos ou entrada em nenhum lugar.
    Sei que isto parece ser arrogância porém posso atestar que nada ocorre ao acaso, anualmente são deportados ilegalmente da Espanha 30 mil compatriotas, muitos alegando em sua maioria desinformação e discriminação, não nego que haja, porém 99% destas pessoas sabem que estão ilegais, sabem que serão deportadas e sabem que estão desrespeitando leis dos países alheios.
    Como cidadão e compatriota, não os defendo pois gasto tempo e dinheiro para conseguir os documentos e licenças para poder andar dentro da lei e ordem, infelizmente, não compactuo com esta visão do coitado perseguido.
    Porém é a estas pessoas e não as autoridades de seja qual for o país que culpo pela burocracia e morosidade na emissão de documentos uma vez seus atos só justificam a resposta destas autoridades, ninguém quer pessoas a margem da lei, no Brasil podem passar por coitados, mas nos outros países são ilegais.
    sds
    E.M.Pinto

  8. Wi, estas medidas visam coibir os 90% ilegais que andam ilegais e se julgam vítimas.
    a Vítima sou eu e é você que sempre procuram fazer as coisas da maneira certa, somos nós quem pagamos pelo jeitinho brasileiro simpático e esperto de 90% dos nossos compatriotas que muito me envergonham…
    sds
    E.M.Pinto

  9. Tenho que concordar com o E.M.Pinto, na Europa só é deportado que for pego em situação ilegal. Todo mundo fica, menos eu, com os pena desses “pobres coitados” que são deportados por países xenófobos, enquanto aqui no Brasil existe milhares de bolivianos e paraguaios que vem trabalhar nas fabricas têxteis de São Paulo ganhando muito menos que um trabalhador brasileiro. Fica na europa, ou ficava já que lá a coisa da feia, trabalhadores qualificados que estejam dentro das leis. Bem logo o Brasil vai precisar de mão de obra qualificada, já que aqui falta técnicos, e vai começar uma nova onda de imigração, como acontecia no Brasil do final do século 19 até a 1ª metade do século 20.

  10. Se a questão toda é de documentos, e não de política, então qual a relevância desse artigo pro site?

    Quanto à questão em si, lembro que já houve deportações de pessoas que claramente não eram ilegais. Por exemplo, de estudantes brasileiros deportados da Espanha depois de lá fazerem escala para ir assistir a uma palestra em Portugal. No mais das vezes esse procedimento deve ser justificável – mas nada desculpa o destrato para com a minoria. Deve haver reciprocidade. Esses velhos da Alemanha, Itália e Espanha que chegam aqui pra fazer “turismo”, deviam ser deportados e até lá tratados como animais por violarem leis nacionais.

  11. Espero que não chova portuga chato neste tópico. Sempre que tem artigo sobre a terrinha, é isso.

  12. Rafael, sejamos advogado do diabo, Noreferido caso de deportação ( que eu não nego pode ter sido arbitrário) causou estranheza a estudante em questão negar o auxílio jurídico da universidade (USP).
    No mais não vejo isso senão exatamente na forma como lhe disse, em caso de arbitrariedade ela não é por acaso.
    30 000 irregulares que entram basicamente por Barjaras deixaria todo e qualquer sistema de segurança de orelha em pé, não concordas? ou como agiria o Brasil se por ventura deportássemos basicamente 30 000 espanhóis por ano de São Paulo ou Rio? qual seria a estigma dos espanhóis perante as autoridades brasileiras?
    A Estudante em questão pode ter sido vítima sim, dos atos de outros brasileiros que contaram a mesmíssima história que ela só que nos outros casos não estavam respaldados pela regularidade, quem pagou por isso foi ela.
    Para você ter uma ideia a entrada de ilegais brasileiros preocupa mais as autoridades espanholas hoje que a dos africanos que atravessam amontoados em barcos tal como todos vimos na TV, como disse, não é por acaso…
    Não podemos tornar fatos isolados como sendo generalizações já entrei e sai da europa trocentas vezes, viajei para 20 dos 27 estados membros, nunca tive problema, porém não foi raro ver caso de retenção de imigrantes ilegais em todos os lugares por onde passei, não foi raro encontra compatriotas que foram detidos.
    Quanto a intenção da matéria no blog, a Geopolítica envolve o tema e o governo Brasileiro está tomando providências perante a comunidade internacional para avaliar e averiguar os abusos, estas medidas podem resultar em sinais positivos ou negativos para ambos. Porém refletem a necessidade de ação das autoridades perante a comunidade internacional.
    Isto nos interessa e interessa a todos brasileiros, por sua imagem desgastada e suja por conta de pessoas que ainda se posicionam como vítimas, com isto eu não compactuo.
    sds
    E.M.Pinto

  13. não ha ação sem causa… infelizmente 90% dos brasileiros que vão para a europa.. vão com terceiras intenções…

    em breve esta ‘revolta’ manifestada aqui.. será conhecida nos países que nos cicundam…

    questão de tempo para termos até ‘muros’ em fronteira…. pouco tempo.

  14. Em outros paises europeus pode ate ser por falta de documento ou qualquer outra coisa mas na Espanha e por preconceito puro e simples,por exemplo se for uma mulher bonita e solteira dificilmente entra na Espanha.

  15. Rafael :Espero que não chova portuga chato neste tópico. Sempre que tem artigo sobre a terrinha, é isso.

    Rafeal, não sei se estou incluído no “pacote” mas sou da mesma opinião do E.M.Pinto.
    Mas isso funciona para qualquer país e com qualquer nacionalidade, é questão de estar legal ou não.
    Eu á muitos anos convivo com Brasileiros, tinha um colega no trabalho, que foi para o Dubai porque teve uma boa proposta de trabalho. Namorei uma brasileira; actualmente sou amigo dela e damos muito bem, ficou uma grande amizade.
    Tenho amigos nos clubes de futebol da ilha onde vivo e são alguns bons amigos. Tenho tanta infinidade que para mim somos a mesma coisa. A palavra irmãos não uso por acaso, acho que á uma aproximação entre os nossos povos e acho que devo manter… só tenho pena nunca ter ido ao Brasil; mas hei-de de ir um dia… mas vou legal…piada… ;)
    Sds

  16. Se vai sem documentação e comprovação de volta tem que barrar mesmo, independente da nacionalidade, ainda mais brasileiro que tristemente tem a mentalidade de tirar vantagem em tudo. Por sinal também aprovo o que a França está fazendo com os ciganos.
    Lei é lei.

  17. Eu não disse?

  18. Eu morei 11 anos na Itália, no Inicio até ficar com os DOC’s prontos eu estava irregular, fui envolvido em uma briga de rua e fui preso… não fui deportado e continuei vivendo na Itália por anos a fio.Tive alguns problemas iniciais tipo onde morar, como morar, com quem morar, mas isso tudo é normal, mas depois que arrumei trabalho fixo em empresa grande nunca mais… e conheci muito da europa também, e vou ano que vem de férias la ver os amigos feitos.

    Tem mais que simplesmente estar irregular para ser expulso da Europa, creio que eles vêem um pouco o lado da pessoa também, e eu vi muito neguinho ser expulso por ter sido desonesto o ter feito maracutaia, mesmo sendo regular com documentos.Brasileiro tem o dom de criar confusão e arrumar latada por onde passa, e isso eu conheci bem na Europa, tanto que depois de algum tampo eu me isolei de brasileiros, mas as amizades reais nunca acabam…

    Mas em época de crise no continente queriam o que?? Normal que eles preferem ter os próprios engenheiros, técnicos e profissionais Nacionais em lugar de “Importados”, isso é obvio, primeiro o meu angu.

    Valeu!!

  19. Lógico. Brasileiro é igual barata… Tem em todo lugar.
    O problema é que sempre queremos nos dar bem nas custas dos outro. Agora aguenta a fama que pegamos.

  20. Errado está aquele que entende que as Leis não devem ser respeitadas.
    Temos no Brasil uma horrenda “cultura” de sentir-se bem ao infringir a Lei e não ser descoberto, pego – ou pego, nada acontecer.
    Isso vem da infância e em qualquer situação, desde coisas simples como tratar o patrimônio público como se não fosse de ninguém, como os pais que na frente dos filhos não usam cinto de segurança para trafegar de carro um trajeto curto.
    Ao encontrarmos um cidadão que respeita a Lei – mas que respeita mesmo – tratamos com diferença, as vezes estranheza e mesmo brutalidade, ou alguém aqui não viu alguém ser xingado porque buzinou para alguém parado em fila dupla?
    São deportados os que não cumprem a Lei em vigor para a entrada, não podem culpar quem aplica a Lei – que não é quem fez a Lei, legislar é tarefa de congressistas – o que então lhes resta?
    Reclamar, hipócritamente reclamar.

  21. A palavra certa no caso é “reciprocidade”, quando aprendermos a dar a eles(Portugal e Espanha) o mesmo tratamento, certamente eles vão mudar.

  22. Tem brasileiros que gastam o que não tem para correr atrás de uma ilusão..Na Europa existem oportunidades como existem no Brasil. Só que na Europa mais ainda é necessário trabalhar muito como em qualquer lugar..Cada país tem sua lei e tem que ser respeitado por isso..

  23. Rafael :
    Espero que não chova portuga chato neste tópico. Sempre que tem artigo sobre a terrinha, é isso.

    Podes-te queixar à vontade, mas os Brasileiros só não necessitam de visto na Europa (espaço Schegen, mais concretamente) devido à influência de Portugal.

    Mas chora mais um bocadinho…

  24. Eu estou na espanha também,mais tenho a nacionalidade espanhola pelo meu pai que é espanhol,o problema dos brasileir@s é,que o 90% das mulheres vem para prostituirse,por isso os espanhois quando ve uma brasileira pensa que é put.,e isso para me mata ver e escutar essas coisas,e agora ta ficando na moda que brasileiro também ven para ser put…,vi na televisão aqui na espanha,outros vem para trabalhar ilegal,só um 15 ou 20% vem de ferias os demais vem querrendo ficar,eu conheço qüase 60 brasileiras y delas 37 são ou forão put….,sds

  25. Não vamos ter nem a chance de fazer o mesmo, pq os coitados dos europeues estão ficando sem dinheiro, vão ter como pagar pra vim pra cá não.. talvez eu empregue alguma europeia como domestica…

  26. ANdré, esta informação não é correta.
    O Brasileiro não precisava de visto na Itália, Inglaterra e Alemanha, nada tem haver com Portugal que também eram desnecessárias as exigências de vistos.
    Aliás as relações diplomáticas entre Brasil Alemanha e Itália são muito mais alargadas que Brasil e Portugal e se devem justamente às Diáspora destes dois povos que a cerca de 150 anos começaram migrar ao Brasil.
    A entrada no espaço schengen trouxe a vantagem de não ser necessário um visto para cada fronteira sendo válida praticamente por toda a UE (nem todos são signatários).
    Mesmo se Portugal não fizesse parte da UE o Brasil teria estas relações via Itália e Alemanha pelo menos.
    Mas sim, nós Brasileiros e Portugueses ganhamos muito com a entrada de Portugal na UE e no alargamento das relações entre nossos países que estiveram distantes por praticamente um século.
    Quanto a choradeira do Rafael estou de pleno acordo consigo, como Brasileiro sempre fui bem recebido e não posso reclamar do tratamento, e só tenho a agradecer aos europeus como um todo por isto.
    Não defendo meus compatriotas que andam fora das leis assim como não defendo todo e qualquer cidadão venha de onde vier, faça o que fizer esteja fora da lei…
    sds
    E.M.Pinto

  27. André :

    Rafael :Espero que não chova portuga chato neste tópico. Sempre que tem artigo sobre a terrinha, é isso.

    Podes-te queixar à vontade, mas os Brasileiros só não necessitam de visto na Europa (espaço Schegen, mais concretamente) devido à influência de Portugal.
    Mas chora mais um bocadinho…

    Isso pra mim não tem importância nenhuma. Com ou sem visto, isso não muda nada para mim – não pretendo ir à Europa. E esses brasileiros que querem sair, eu mesmo preferia que eles ficassem aqui. Seriam mais produtivos, trabalhando e consumindo dentro das fronteiras da nação.

    EM Pinto,

    Eu nem sei que caso é esse que você menciona. Aquele a que me referi, envolvia um largo número de estudantes – de 20 a 30 – e aconteceu já há alguns anos. E pensar que 30 estudantes de uma mesma universidade, a Iuperj, todos de classe média ou alta, do nada decidiram emigrar ilegalmente para a Espanha, não me entra na cabeça. Pelo menos nesse caso, a probabilidade de abuso arbitrário parece alta. E ficar piando pela “imagem suja” que nacionais deixam colar em cidadãos respeitáveis como você, é só dar razão a quem comete esses arbítrios. E se no Brasil deportassem, sem nenhum critério, turistas alemães e italianos do sexo masculino devido à imagem que se tem deles no país – seria justo, isso?

  28. Rafael, estamos citando o mesmo caso dos estudantes que passaram por lisboa e iam para um congresso em madrid.
    deu repercussão e acredito até que houve sim arbitrariedade.
    pouco se fala mas o Brasil também deporta muitos europeus, irregulares e por outros problemas, por exemplo a PF já tem a lista de torcedores Hoolligans que não entrarão no país a partir de 2012, o trabalho está sendo feito em coordenação com as autoridades britânicas, neonazis entre outros…
    Neste meio acho difícil não haverem arbitrariedades tanto ai como aqui.
    sds
    E.M.Pinto

  29. EM Pinto,

    Não, o caso que tenho em mente, pelo que lembro, era o oposto: eles iam a Portugal e fizeram escala ou conexão em Espanha. Mas enfim, acho que isso não muda nada. Quanto a europeus deportados do Brasil, pelo que você fala, são pessoas já com histórico de badernagem. A deportação brasileiros por razões concretas, não me incomoda. O que incomoda é a deportação a priori, isto é, efetuada sem nenhuma evidência contra o caráter do indivíduo além de sua nacionalidade.

  30. ah meus amigos… só sei com grana voce é bem recebido em qualquer lugar.

  31. E.M.Pinto :
    Wi, estas medidas visam coibir os 90% ilegais que andam ilegais e se julgam vítimas.
    a Vítima sou eu e é você que sempre procuram fazer as coisas da maneira certa, somos nós quem pagamos pelo jeitinho brasileiro simpático e esperto de 90% dos nossos compatriotas que muito me envergonham…
    sds
    E.M.Pinto

    Eu tbm ñ quero europeus dentro do BRASIL,se autoridade eu dificultaria ao máximo a presença deles aqui, reciprocidade; só isso, Sds.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: