Articles

Irã deveria abandonar anti-semitismo, afirma Fidel Castro

In Geopolítica, Opinião on 08/09/2010 by E.M.Pinto Marcado:

https://i2.wp.com/www.giron.co.cu/Foto/Fidel/FidelCastroRuz.JPG

O ex-presidente cubano Fidel Castro disse em entrevista a uma revista americana que o Irã e o seu presidente, Mahmoud Ahmadinejad, deveriam abandonar o anti-semitismo e tentar entender os motivos pelos quais os judeus foram perseguidos em todo o mundo ao longo da história.

Castro convidou o jornalista Jeffrey Goldberg, da revista americana The Atlantic Monthly, para uma conversa em Havana, depois de ter lido um artigo seu sobre as relações entre Israel e Irã.

O ex-presidente cubano está afastado do poder desde 2006 devido a problemas de saúde. Ele renunciou ao cargo em favor do seu irmão, Raúl Castro, que hoje governa Cuba.

Nas últimas semanas, Fidel Castro tem demonstrado que seu estado de saúde melhorou. No mês passado, o líder fez seu primeiro discurso no Parlamento nos últimos quatro anos.

Na semana passada, ele falou a milhares de estudantes da Universidade de Havana. Nas duas ocasiões, Fidel abordou o risco de uma guerra nuclear envolvendo Estados Unidos, Irã e Israel.

Recado

Na entrevista para a Atlantic Monthly, cuja primeira parte foi publicada no site da revista na terça-feira, Fidel diz que nenhum povo foi tão perseguido na história quanto os judeus.

“Os judeus tiveram uma existência muito pior que a nossa. Não há nada que se compare ao Holocausto”, disse Castro a Goldberg, que é especializado em Oriente Médio. Em seguida, Fidel Castro pede que o jornalista passe o recado para Ahmadinejad.

Em um trecho da entrevista, Fidel faz uma autocrítica sobre a sua posição na crise dos mísseis, durante a Guerra Fria.

Em 1962, a União Soviética instalou uma base militar em Cuba para apontar mísseis para os Estados Unidos, no momento mais tenso da Guerra Fria, quando as duas superpotências quase entraram em guerra nuclear.

“Depois que eu vi o que eu vi, e sabendo o que eu sei hoje, eu sei que aquilo não valia a pena”, disse Fidel à revista.

Fonte: BBC Brasil

Anúncios

19 Respostas to “Irã deveria abandonar anti-semitismo, afirma Fidel Castro”

  1. Concordo com o Fidel nesse ponto.

    O que o Armandinho tem o direito de ser contra a politica de um país, mas não contra o povo. Isso é muito errado.

    Imaginem, se Israel quisesse varrer o Irã do mapa. Ela já teria feito, pois poder ela tem, no entanto, ela não fez.

    Sei que algumas politicas de Israel estão erradas, mas isso não justifica o anti-semitismo.

  2. Nossa!
    Escrevi tudo errado. Mas acho que dá pra entender o que eu escrevi.

    Acabei de acordar.
    Hoje é feriado em Curitiba.

  3. Castro está correto. Mas os judeus são uma coisa, o estado de Israel é outra.

  4. Pois é…más triste é saber que o estado israelense, cujos judeus se queixam tanto do anti-semitismo. É o mais “racista” do planeta:
    ……………………………

    ESTADÃO.COM.BR

    Israel expulsará 400 crianças filhas de imigrantes por não serem judias
    .

    Decisão aprovada em agosto pelo gabinete de Netanyahu deve entrar em vigor dentro de um mês
    .
    07 de setembro de 2010 | 21h 28
    .
    SÃO PAULO- O governo de Israel confirmou a expulsão de 400 crianças filhas de imigrantes que estão no país, informou uma reportagem do canal Telesur nesta terça-feira, 7. Como justificativa, o Estado judeu afirma que “essas crianças não são judias”.
    .

    As expulsões devem começar assim que acabarem as festas em comemoração do ano novo judaico, que começam nesta quarta.

    A decisão foi aprovada em agosto pelo gabinete do premiê Benjamin Netanyahu e em princípio envolvia 200 filhos de trabalhadores estrangeiros não judeus, procedentes em sua maioria das Filipinas, Tailândia e países da África, como Sudão ou Egito.

    Depois de várias revisões e apelações, foi estabelecido que 400 crianças serão repatriadas aos países de origem de suas famílias, sem importar que elas tenham sido nascido em Israel, pois não são judias.

    O ministro do Interior e líder do ultrarreligioso partido Shas, Eli Yishai, foi o principal promotor da medida ao considerar que a presença dessas crianças “ameaça a totalidade da empreitada sionista”.

    O Ministério do Interior deu um prazo de 30 dias para “dar tempo” para que os menores saiam do país e, uma vez acabado o período estimado, o governo recorrerá a métodos “mais drásticos”, como a Unidade Oz, braço armado da Polícia de Imigração que tem ordens de usar a força para retirar as crianças do país.
    ……………………………………

    E se os demais países do mundo passarem a expulsar os filhos de judeus do seu território? claro que seriam acusados de anti-semitismo… E neste caso, já que parece que todos os humanos que não sejam judeus, não podem se tornar israelenses, o que é a expulsão de crianças não judias de Israel? “anti-humanismo”?

    O estado de Israel se comporta como uma teocracia medieval…
    .
    Na verdade racismo não é a palavra exata, já que ao contrario do que prega o sionismo, não existe, no sentido biológico, uma “raça judaica”, muito menos são uma “raça de descendentes biológicos diretos de Abrãao e Jacó”.

    O judaísmo é antes de tudo um fenômeno religioso e cultural, ao qual o sionismo moderno , a partir de meados do século 19, passou a tratar como se fosse um grupo racial homogêneo.

    Neste caso, basicamente, o que existe no estado sionista israelense é fanatismo e preconceito religioso, misturado com xenofobia…

  5. O Povo faz um governo!

    Enquanto Israel mata Palestinos desarmados e joga bombas em escolas,vocês ainda acreditam que Israel é o corderinho da humanidade.
    Holocau$$to Judeus,”Bomba dos pobres” do Irã,isso é tudo para fazer chantagem emocional!

  6. 25.000 judeus moram no Irã (maior comunidade judaica do Oriente Médio fora dos territórios ocupados da Palestina) e não querem sair de lá de jeito nenhum. Qualquer pessoa que brincou de “ligar os pontos” quando era criança sabe que esse papo de “antissemitismo” é utilizado para desqualificar qualquer pessoa que não se curve ao sionismo internacional.

  7. Se Fidel usou mesmo o termo anti-semita, ele se refere também aos árabes, pois judeus e árabes são povos semitas. Há uma confusão enorme, muito bem aproveitada pelos espertos de sempre, que confundem o SIONISMO,

  8. Começo esse comentário com uma maxima de Marx “tudo que humano não me é estranho”. Dito isso, a lição mais importante da vida é a de que não importe o que se fez no passado ou que faz no presente, um lampejo de juizo (se for um ser humano normal) lhe fará mudar. Pois o tempo é o remédio de tudo e senhor da razão. Aos loucos, dementes e psicopatas isso não tem importância pois nem tempo nem juizo existem para eles. Fidel recomenda que o Iran abandone o anti-semitismo mas o correto seria que o camarada fosse melhor informado de que a questão do Iran com Israel não tem nada a ver com questões étnicas mas com o Estado israelense, este sim, orientado pela ideologia étnica, violador de princpios elementares de direitos humanos e belicoso pela sua própria gênese. Opinião bem fundamentada se forma com a diversidade de informações. O filtro quem deve fazer somos nós leitores e individuos livres.
    Leiam:

    http://www.resistir.info/petras/judeus_no_irao_pt.html
    http://www.counterpunch.org/whitney08182010.html

  9. continuação…

    …que confundem SIONISMO, um sucedâneo ideológico do NAZISMO, com ANTI JUDAÍSMO,

  10. continuação…

    …que confundem SIONISMO, um sucedâneo ideológico do NAZISMO, com ANTI JUDAÍSMO, uma questão completamente diferente da disputa pelas terras palestinas, habitadas há milhares de anos pelos povos que foram expulsos de lã no momento da criação do Estado de Israel, e que tinham um convívio pacífico com os judeus autóctones..

    O Estado Sionista hoje promove uma campanha sistemática, um POGROM perene contra os palestinos usando os mesmos conceitos que se adotaram na Europa para perseguir os judeus durante os séculos XIX e XX…

  11. jorge :Concordo com o Fidel nesse ponto.
    O que o Armandinho tem o direito de ser contra a politica de um país, mas não contra o povo. Isso é muito errado.
    Imaginem, se Israel quisesse varrer o Irã do mapa. Ela já teria feito, pois poder ela tem, no entanto, ela não fez.
    Sei que algumas politicas de Israel estão erradas, mas isso não justifica o anti-semitismo.

    Não concordo que israel tenha força pra destruir o Irã, vc ta brincando né ???

  12. É O VELHO GUERREIRO,MESMO?

    Eu espero que Fidel,em uma maneira mais sensata que ultimamente está,resolva de vez os problemas dos presos políticos em cuba,ele falou sobre os homossexualismo,e outras cositas mas ,em fim;em um certo momento ,há na sua retórica, sinais de mudança de idéia,com viés mais progressista,para um velho guerreio com Fidel.
    Tomara que os líderes de esquerda na região,assim como fidel,revejam algumas idéia e que do outro lado do golfo do méxico,dê sinais ao continente que eles não são donos da verdade e que saibam conviver pacificamente com os demais,respeitando as diferencias ideológicas.

    -Tomara que a mosca azul que picou o nosso velho guerreiro,tenha picado o Hugo Chaves e o Evo Morales,bem como algumas cabecinhas da direita americana.

  13. O ódio é tão grande do Irã que jamis deixaria de detesta-los acho que Fidel tá sobre efeito de alucinoginos.

  14. Aff a Múmia falou algo que presta?!?!?!?!?!?!@

  15. Fidel assina o Discovery? xD

  16. Finalmente alguem com bom senso aqui. Os judeus pelo que sofreram merecem sim um estado só seu, porque nao ?

  17. A declaração do grande guerreiro e eterno revolucionário Fidel Apenas vem corroborar o caráter fascista do regime iraniano e, em especial, de seu raivoso presidente.

  18. Jose Vanildes Luiz :
    Finalmente alguem com bom senso aqui. Os judeus pelo que sofreram merecem sim um estado só seu, porque nao ?

    José Vanildes,

    merecem sim, más dentro dos limites impostos e concedidos pela ONU, aqueles, anteriores à 1967…

  19. Wi :

    Jose Vanildes Luiz :
    Finalmente alguem com bom senso aqui. Os judeus pelo que sofreram merecem sim um estado só seu, porque nao ?

    José Vanildes,
    merecem sim, más dentro dos limites impostos e concedidos pela ONU, aqueles, anteriores à 1967…

    Falou e disse, atrás da linha verde, conforme 1967. Um morto bem esclarecido, notável. Sds.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: