Articles

Portugal deve comprar seis cargueiros KC-390 da Embraer

In Defesa, Geopolítica, tecnologia on 11/09/2010 by konner7 Marcado: , ,

https://pbrasil.files.wordpress.com/2010/08/kc390_planobrasil_juniopinheiro.png

REUERES  —  Portugal manifestou nesta sexta-feira a intenção de comprar seis cargueiros KC-390, avião militar em desenvolvimento pela brasileira Embraer.

Assim, o total de vendas encaminhadas da aeronave já chega a 52 unidades, com valor potencial da ordem de 4 bilhões de dólares.

A previsão é que o primeiro voo do cargueiro da Embraer ocorra em 2014, com entrada em serviço no final de 2015.

Os ministros da Defesa do Brasil e de Portugal, Nelson Jobim e Augusto Santos Silva, assinaram nesta sexta declaração de intenções relativa à participação dos portugueses no desenvolvimento do KC-390, que será usado para transporte militar.

“O acordo marca o início das negociações para a entrada de empresas portuguesas no projeto e na fabricação do novo avião, bem como para a futura aquisição de seis aeronaves para equipar a Força Aérea Portuguesa”, informou a Embraer em comunicado à imprensa.

As ações da Embraer avançavam 1,06 por cento às 16h00, para 11,42 reais. No mesmo horário, o Ibovespa tinha oscilação positiva de 0,11 por cento.

De acordo com o presidente-executivo da Embraer, Frederico Curado, os estudos preliminares para o KC-390 foram concluídos e “estamos avançando na definição da configuração final da aeronave e dos principais fornecedores”.

Antes de Portugal, o Chile e a Colômbia assinaram acordos com a Embraer para futura aquisição de seis e 12 unidades do KC-390, respectivamente. Além disso, a Força Aérea Brasileira (FAB) pretende comprar 28 aeronaves para renovação da frota.

A Embraer não divulgou o preço do KC-390, mas já informou querer um terço do mercado global de cargueiros estimado em 700 unidades em 15 anos, o que significaria receita de 18 bilhões de dólares para a fabricante brasileira.

Com base nesses números, é possível chegar a um valor médio por cargueiro perto de 80 milhões de dólares. Assim, o valor potencial das vendas das 52 unidades seria de pouco mais de 4 bilhões de dólares.

Fonte: Terra

Nota do Editor:

Realmente, este projeto mal nasceu e já faz um grande sucesso,

desejamos muita sorte e empenho a Embraer e seus parceiros no

desenvolvimento e qualificação desta nova aeronave.

Abraço, Lucasu.


Anúncios

17 Respostas to “Portugal deve comprar seis cargueiros KC-390 da Embraer”

  1. Parabéns Portugal, parabéns Força Aérea Portuguesa!

    Contabilizando: :

    28: Brasil/FAB
    06: Chile/FAC
    12: Colômbia/FAC
    12:França/AdlA (carrinhos-de-mão)
    06: Portugal/FAP
    ———–
    64 Total KC390

    Aguardando :
    África do Sul, Argentina (será??)

    Com mais esses 2 países, fecharia a lista de clientes lançadores do programa.

    []‘s

  2. Sócios e clientes , mt bom, outros + virão.Sds.

  3. É certa a entrada da França???

  4. Caro Cesar,

    Não …não é certa, depende obviamente do andamento do FX-2 …
    do ponto de vista operacional eles contam com 2 cargos: C-295 e A-400M. O KC-390 ficaria em termos de capacidade entre os 2.

    []’s

  5. Mísseis e bomba

    08.09.2010 Source: Pravda.ru URL: http://port.pravda.ru/science/30369-misseis-0

    Sabe-se que o Brasil tem capacidade de construir artefato nuclear a qualquer instante, devido aos estudos e pesquisas dos cientistas que monitoram a Usina de Angra dos Reis.

    A Marinha detém, igualmente, conhecimento para tanto. E a Aeronáutica tem condições de fabricar mísseis geoestacionários, que ficam a 36 mil quilômetros do nível do mar.

    Tudo isto é possível, mas não foi feito. Agora, com a vinda dos aviões de caça, última geração, tudo indica que vamos passar por um período armamentista.

    Está previsto para após as eleições, chegarem os caças, 36 no início, podendo chegar a 100; nota-se que quem tem dinheiro necessita de armas, para defender sua riqueza.

    Fontes de informação sabem que existe no centro do país um poço muito resistente, profundo e com defesas contra radiação atômica. Foi construído para ser campo de teste de explosão de artefato nuclear pequeno, do tipo que os sismógrafos locais indicam alteração mínima. Ou seja, bomba de muito pequena potência, a menor possível já feita. Típica operação experimental.

    Ao que tudo indica, vai ser usado, sem o menor perigo, pois como já se disse, é “bombinha de São João”, usada nas festas juninas, e não uma “cabeça de negro” que assusta um quarteirão.

    Mísseis, caças e bomba. O Brasil é o terceiro país do mundo na captação de investimentos estrangeiros, perdendo apenas para a China e Índia, com os Estados Unidos em quarto e a Rússia em quinto lugar.

    Além da prosperidade, temos uma jazida de petróleo incalculável, no pré-sal.

    Nossa vontade é que nunca sejam usados, mas que são necessários, são.

    Jorge Cortás Sader Filho é escritor

    © 1999-2006. «PRAVDA.Ru». No acto de reproduzir nossos materiais na íntegra ou em parte, deve fazer referência à PRAVDA.Ru As opiniões e pontos de vista dos autores nem sempre coincidem com os dos editores.

    E.M.PINTO O QUE VC ACHA DESSE COMENTARIO NO PRAVDA?

  6. Muito boa noticia… Já me tinham informado sobre essa intenção… mas estava em dúvida. Parabéns Brasil por este excelente produto.
    Bem, agora é acho que vai ser o ponto fulcral é saber quem está associado na construção desta bela máquina… será muito importante.
    E.M.Pinto, ainda tenho algo que me diz que o FX2 tem vai estar ligado com o KC390… isso ainda não me saiu da cabeça… vou esperar para ver….

  7. Portugal quer fabricar software e fuselagem, o que vai sobrar para os outros parceiros? e para a Embraer??? E Portugal só vai comprar seis? Bom negocio para Portugal, esse pessoal da FAB está pensando pequeno, por este motivo o FX2 esta parado, pois a turminha da força aérea só marca gol contra.

  8. quanto mais países aderirem … menor será a fatura paga por todos nós… ;)

  9. O Augusto Santos Silva é um testa de ferro, um coitadinho, que é ministro da defesa porque porque o lambe-botas do Luís Amado teve de ir para MNE…

    A substituição do C-130 não está prevista na Lei de programação militar

    Militarmente o Kc-390 não tra mais valias em relação ao c-130, a não ser na velocidade, no tudo o mais perde para o velho c-130

    o A400M é a solução

    o ASS está apenas a garantir facturação para as OGMA

    espero k neste caso se tenha em atenção as necessidades operacionais presentes e futuras da FAP e nao o calendário eleitoral

    PS – os aviões da Embraer são excelentes, o KC-390 não será excepção, mas não serve para a FAP.

  10. Afonso de Portugal, discordo quanto diz que o KC-390 não traz mais valias em relação ao C-130 que não seja uma velocidade maior. Acho que você ignora, ou não tem conhecimento do fato ainda, de que o avião da Embraer carregará 5tn a mais que o Hercules, e isso, por si só, é um grande atrativo. Ele pode não interessar a Portugal pq esse esta com a economia em frangalhos. Pelo tanto de ouro que vocês levaram daqui era para estarem bem melhor! Não estou muito por dentro da politica de Portugal, mas o KC-390 é um avião que “cabe bem” em qualquer Força Aérea!
    Por mais que pairem duvidas sobre o avião, por não ter voado ainda, deve-se levar em consideração o sucesso que a Embraer tem alcançado no mercado mundial de aviação, chegando a terceira colocada, perdendo somente para as muito maiores Boeing e Airbus…
    Portugal sendo operador do C-130, e havendo a necessidade de substituí-lo teria no KC-390 o avião ideal, pois este estaria na mesma faixa de preço do C-130J (e até um pouco mais barato), com uma capacidade maior. Quanto ao A-400, este sim talves não sirva para Portugal, melhor, não caberia no bolso de Portugal.

  11. Daniel, infelizmente, há muitos como você: info-excluídos. Mas eu explico.Este mês recebemos o primeiro de dois submarinos U-214, actualmente os mais sofisticados a operar no mundo. A marinha do Brasil não tem nada comparável. Aí está a economia portuguesa em frangalhos.

    As prestações do KC-390 são somente no papel, e são 3 ton mais, não 5. No papel repito, e transportáveis a menor distância do C-130J.

    Gosto dos aviões da Embraer e todos os dias me cruzo com o mais belo avião do mundo, o E-195, mas paixões à parte, o KC-390 não serve para a FAP. Fica curto, ou leve, para o Afeganistão, por exemplo.

    O A400M cabe no bolso de Portugal, pode estar descansado. Até já estivémos no projecto, veja lá o quão pobres somos.

    Mas já que fez uma provocaçãozinha, permita-me uma da minha parte, sem maldade, apenas como reminder.

    A média do PIB per capita da Argélia, Botswana, Egipto, Ilhas Maurícias, Líbia, Marrocos, África do Sul e Tunísia é superior à dos BRIC. 7,9 mil euros, contra 6,3 mil euros dos BRIC. O que entende disso?

    PS – Só não vale dizer que é inveja de português, porque como deverá saber, o PIB per capita português é mais do dobro dos referidos.

    PS1 – Agora, com a sua licença, vou ali viver na minha miséria.

  12. Afonso, a previsão inicial eram 18ton… agora subiu para 23,5…não sei como é a matematica ai em Portugal, mas aqui no Brasil, isso representa uma diferença de 5,5ton. Não sou info-excluido, e sem querer ser ofensivo a este povo que aportou em nossas praias e a quem devemos muitas coisas, tanto boas quanto ruins, não vejo Portugal despontando no cenário mundial, quer seja politico ou econômico. Certamente vc não responde por seu governo, assim como eu não respondo pelo nosso, mas certamente se Portugal pudesse adquirir o A-400, não teria saido do programa. As duas aeronaves poderiam sim conviver dentro da Força Aérea de seu pais, bastando para isso que seus comandantes o quisessem, dentro de suas doutrinas de operação. E parabens para Argélia, Botswana, Egito, Ilhas Maurício, Líbia, Marrocos, Africa do Sul e Tunísia… espero que com este potencial economico venham a ser operadores do nosso avião. Digo nosso pq a Embraer é brasileira, como vc bem o sabe.
    Longe de fazer provocaçãozinha, fiz tão somente uma constatação. E isso é inquestionável.
    Em nenhum momento o chamei, tanto à vc quanto ao povo portugues de miseráveis, portanto, não ponha palavras na minha boca, melhor, palavras no meu post. Quanto ao que citou sobre o Afeganistão, veja, nenhum avião do mundo está preparado para qualquer tipo de teatro operacional. Os BF-109, quando foram empregados na Africa, tiveram que acrescentar filtro na entrada de ar para não “engolir” areia! Aviões projetados para o teatro europeu tiveram dificuldade no Iraque, e por ai vai.
    Certamente o KC-390 deverá ter problemas em alguns tipos de teatro operacional, mas quando eles surgirem, tenho certeza que nossa Embraer prontamente irá sanar o problema.
    Saudações, e tome alguns goles de vinho do Porto por mim…

  13. E enquanto estiver a fazê-lo, se o fizer, de uma acessada neste link http://www.areamilitar.net/opiniao/opiniao.aspx?nrnot=144
    Um abraço.

  14. Quanto ao primeiro U-214 de DOIS que seu pais acaba de receber, parabens! Espero que saibam fazer bom uso dele. É uma ferramenta sem sombra de duvidas valiosa. Nossa marinha o recusou em pró de um projeto que lhe pareceu muito mais vantajoso, o francês, de onde extrairemos valiosas lições para chegarmos ao nosso submarino com propulsão nuclear. Como vê, o que é bom para sua marinha, pode não ser bom para a nossa… mas o que é bom para nossa Força Aérea parece interessar a sua…

  15. Sem querer manter uma discussão estéril, repito o KC-390 é curto, ou “leve de carga” para a FAP. O Afeganistão, Timor, Guiné (e as suas crises endémicas) ficam longe. O que importa é isso. São as “pernas”.

    Se bem me estou lembrado, a previsão inicial do KC-390 sempre foi as 20 toneladas, até porque esta é a referência do rival, o C-130.

    Quando ao link. Ponto 1. Opiniões há muitas, e nesse site o “anti-espanholismo” só encontra eco na histeria dos autores. Esse é o motivo da “opinião”, digo entre aspas porque as “crónicas” são feitas por amadores que nem português sabem escrever, quanto mais as mais elementares regras jornalísticas.

    Quanto ao resto, de certeza que há mais brasileiros a querem tornarem-se espanhóis, ou italianos, ou armenos. E o que se deve depreender disso?

    PS – Mais uma vez digo, adoro os produtos da Embraer. Pena é serem recheados de sistemas sofisticados norte-americanos ou europeus.

  16. Afonso, pontos de vistas são tão somente isso! Pontos de vista. O link é de um forum português, então, parafraseando vc, não é piadinha de brasileiro. Pernas curtas é algo relativo! Ele conta com capacidade para RV, para tanto, seria o menor dos problemas para a Força Aérea de seu pais. Acho que o responsável pela aquisição de aviões da sua Força Aérea parece estar contente com o alcance do nosso KC. Quanto a previsão inicial para o projeto do KC-390, o senhor esta equivocado. A previsão inicial era de 18ton, tendo sido ampliada atravéz de estudos posteriores para 23,5ton. Fico feliz que goste dos produtos da Embraer. Quanto aos brasileiros quererem se tornar espanhois, americanos, sul-africanos, haitianos, que bom que conseguissem. Que bom seria que ficassem neste pais maravilhoso somente aqueles que sentem orgulho de serem brasileiros, que cantam nosso hino sem erros ou vicios, que amam a bandeira. Certamente seriamos um pais muito melhor. Creio que em sua terra as coisas não seriam diferentes.
    Quanto aos sistemas americanos e europeus, nisso tenho que concordar com você. Mas, atravéz da Aeroeletrônica, estamos implantando uma ampla modernização em alguns aviões que já estavam com a parte eletrônica defasada, a exemplo nosso EMB-110 Bandeirante. Creio que, no tocar da carruagem, em poucos anos teremos capacidade de, pelo menos em avionica, sermos auto-suficientes. Ficaria faltando a parte de propulsão, mas ai o buraco é muito mais embaixo.
    Aviões americanos tem sistemas de outros paises. Aviões ingleses tem sistemas de outros paises, os franceses também. Não vejo problema nisso. Claro que quanto menos for a dependência, melhor. Se tivessemos maior domínio, teriamos vendido nossos Super Tucano e A-1 para a Venezuela… e quem sabe até alguns KC-390.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: