Articles

SLAMRAAM disparado de nova plataforma

In Defesa, Defesa Anti Aérea, Mísseis, Sistemas de Armas on 11/09/2010 by konner7 Marcado: , , ,

https://i0.wp.com/upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/d/d7/AIM-120_AMRAAM_P6230147.JPGFoi realizado um teste de lançamento balístico de vários mísseis SLAMRAAM (Surface-Launched Advanced Medium Range Air-to-Air Missile, Míssil Ar-Ar Avançado de Médio Alcance Lançado da Superfície) a partir de uma viatura FMTV (Family of Medium Tactical Vehicles, ou Família de Veículos Médios Táticos). O objetivo principal do ensaio foi caracterizar os efeitos dinâmicos sobre a plataforma causados pelo lançamento dos mísseis.


Fonte:Segurança&Defesa

Anúncios

12 Respostas to “SLAMRAAM disparado de nova plataforma”

  1. . . . cara, como eu gosto deste conceito !!

  2. Konner,
    Também!

    Na verdade prefiro este ao sistema Spyder israelense.
    A adição do AIM-9X é muito interessante.
    Sem falar que esse sistema provavelmente vai aposentar os sistemas antiaéreos baseados no Stinger usados pelas forças americanas (Avenger, M-6, etc) e também os sistemas blindados de alta mobilidade como os Gepards, Pantsir, Tor, etc.
    A simplicidade desse sistema é fantástica, contando com um radar de uso comum (Sentinel) operado por controle remoto e um posto de comando em um veículo Humvee, capaz de controlar vários veículos lançadores por controle remoto.
    O sistema é altamente móvel e ligados por data link via RF (ou fibra ótico) e adota o conceito “cooperativo”, fazendo parte da rede, e com conexão com AWACS, JLENS, AEGIS, etc.
    Sua capacidade de sobrevivência é bem grande já que a única parte vulnerável a míssil antiradiação é o radar (de controle remoto) de longo alcance, que se posiciona bem à retaguarda da linha de frente.
    Ótimo como um sistema móvel para acompanhar um exército em movimento e melhor ainda para defender pontos estratégicos fixos.

    Um abraço.

  3. Bosco,

    Por tudo isso que você falou, eu ô chamo de:

    Conceito – [ V P L ] — Versátil – Prático – Letal

  4. Konner,
    Essa foto está mais condisente com o post.
    Dê uma olhada!

  5. Ops!
    Condisente = Condizente

  6. Konner,
    Este sistema é tão bom que o US Army não está muito entusiasmado como o sistema MEADS, que usa o Patriot PAC-3, apesar de ser um sistema muito mais letal, mesmo porque, tem capacidade ATBM que o SLAMRAAM não tem.
    Com essa crise corre-se o risco até de cancelarem o MEADS, desse modo o PAC-3 seria operado apenas pelo sistema Patriot, bem menos móvel e flexível.
    Um abraço.

  7. Essa família de veículos (FMTV) será responsável por mobilizar vários sistemas de armas americanos, tais como o HIMARS, o MEADS, o NLOS (cancelado?), o SLAMRAAM (alternativo), etc, além de servir de base para veículos MRAP de transporte de tropas.

  8. . . . imagens, pode escolher neste arquivo.

    Saudações

  9. Mas a única que tem o veículo FMTV, tema do post “SLAMRAAM disparado de nova plataforma” é a imagem que eu postei. rsrsrssr

  10. Realmente você está certo, a viatura da imagem do post não é a adequada para a matéria.

    Confesso que de momento não encontrei uma imagem perfeita.

    A que você colocou é a correta, mas aquele sujeito na frente da viatura está estragando a imagem, você não concorda? rsrsr

  11. O sistema Spyder israelense, eu também gosto muito, acho a configuração dos mísseis ultra-ágeis Python 5, guiados por calor, e Derby 4, guiador por radar, bastante eficientes.

  12. Com certeza. Acho que a imagem que eu postei é nova. Não existia há uma semana atrás, e realmente o sujeito na foto atrapalha.
    Quanto ao Spyder também é um bom sistema, só que não gosto da configuração usada por eles em que o radar de vigilância é junto ao posto de comando.
    Já que é um sistema modular, prefiro a configuração usada no SLAMRAAM, por não ter essas duas unidades juntas.
    Fico sempre imaginando como é que um operador do sistema se sente no caso de um combate real tendo um radar “brilhando” na sua cabeça feito um farol, como no caso do Spyder.
    No mais, acho a dupla Amraam/AIM-9X mais letal que a Derby/Python V devido ao alcance das últimas versões do Amraam. Seguindo a regra de que uma versão ar-ar tem em geral 3 vezes mais alcance que sua versão sup-ar, se usarem a versão C-7 do Amraam, chegaria fácil a 30 km, bem maior que os 15 km da versão Spyder-SR.
    Um abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: