Articles

Venezuela interessada em adquirir o caça russo Sukhoi T-50

In Aviões de Combate, Defesa on 11/09/2010 by E.M.Pinto Marcado: , ,

https://pbrasil.files.wordpress.com/2010/09/pak-fa-22.jpg?w=300

A Venezuela está sendo considerada como um dos potenciais clientes do caça russo de quinta geração Sukhoi T-50, segundo fontes do Centro de Análises do Comércio Mundial de Armas (CACMA), citadas pela agência Novosti.

O CACMA estima que a Venezuela poderá adquirir entre 24 e 36 unidades do caça russo entre 2027 e 2032.

https://i2.wp.com/cavok.com.br/blog/wp-contents/uploads/2010/09/preview-8-44435.jpgA “aeronave de combate do futuro” (PAK FA, na sigla russa) T-50, desenvolvido pela empresa Sukhoi, realizou seu primeiro voo no mês de janeiro desse ano. Seu projeto está baseado na tecnologia “stealth”, e segundo os testes realizados pode alcançar uma velocidade máxima de 2.100 km/h e transportar até 7,5 toneladas de armamento. Atualmente, encontra-se na etapa de testes de voo – pré-produção, e está previsto para começar a ser entregue para a Força Aérea da Rússia a partir de 2015.

Segundo Igor Korotchenko, diretor do CACMA, o único concorrente do T-50 é o caça norte americano F-35 Lightning II, pois o F-22 Raptor, por seu elevado custo, não pode gerar demanda no mercado internacional.

Fonte: Carlos E. Hernández – Notitarde, via FAV Club

Anúncios

57 Respostas to “Venezuela interessada em adquirir o caça russo Sukhoi T-50”

  1. A Rússia não vai dar aval p;/ essa sandice… e até esse avião começar a ser produzido para terceiros, tomara que Hugo Chávez já não esteja mais no poder.

  2. JZG_Pedro :
    A Rússia não vai dar aval p;/ essa sandice… e até esse avião começar a ser produzido para terceiros, tomara que Hugo Chávez já não esteja mais no poder.

    Ele vai quebrar td os parametros é da quase existente igualdade militar na As. É o BRASIL, como fica? É q venha logo esses raios de rafales.Sds.

  3. Ie!!!

    Mesmo assim duvido até porque a chace deles ficarem no chão é muito grande.Se a venefavela tiver dindin pra compra.

  4. Não dúvido que se for permitido pelos Russos, o Hugo Chavez terá estes brinquedos em sua Força Aérea.

  5. Simplismente cômico.

    Vamos por partes:

    1º A economia venezuelana vive uma profunda crise econômica, chegando até ter desabastecimento de bens de primeira necessidade como comida e produtos em geral, ficando extremamente dependente de outros países, inclusive o Brasil.

    2º Mais uma vez, a economia venezuelana mostra-se frágil, pois é dependente do petróleo extraído e exportado para vários outros países, inclusive os EUA, assim sendo, qualquer variação no preço do barril, nenhum caça levanta voo.

    3º A Rússia como parceira do Brasil no grupo BRIC não permitiria o uso desta aeronave contra a integridade da nação brasileira, pois representamos muito mais para eles econômicamente e políticamente do que a venezuela, e mais uma vez torna-se inútil o T-50.

    4º Toda a manutenção e armamento deste avião seria dependete da mãe Rússia,volto a repetir, qualquer agressão a nós brasileiros faria com que os russos cortassem os suprimentos e novamente, os T-50 ficam na chon.

    5º Esta compra esta agendada para um longínquo ano de 2027, ou seja, será que o Chavez ficará no poder até lá?? Será que se a situação deprimente do país continar assim até lá o povo ficaria de mãos atadas??, difícil, creio eu que se ista compra realmente for confirmada, o Chavez não consegue ficar para assinar, seria destituído.

    6º Quais as ameaças para aquisição de tal meio de combate extremamente eficiente??, uma HIPOTÉTICA invasão Yanke justifica uma compra deste gabarito??
    Seus vizinhos estariam satisfeitos com esta compra??, todas estas perguntas tem uma única respostas NÃO, caso contrário a venezuela desrespeitasse a opinião de seus vizinhos e realmente adquirisse esta aeronave, o que impediria o Brasil de fabricar uma NUKE para sua proteção, justificada pela compra do Chavito??

    Então senhores, podem ficar tranquilos que este tipo de coisa não irá acontecer, e se acontecer as consequências para a Venezela serão terríveis, podem escrever isto.

    Grande Abraço, Lanterna Verde.

  6. Dúvido muito, mas se o T-50 for comprado, devemos comprar o F-35 para manter o equilibrio das forças aereas… aaahh, eu tinha esquecido. o F-35 é produto americano…

  7. lanterna verde concordo totalmente com você….espero que esteja certo!

  8. Paulo…
    Meu camarada, se eles tiverem T-50 e se ele voar…
    É melhor ter um avião de verdade…
    Typhoon, Rafale, F-35 ou Gripen, tanto faz, não darão para a bufa!

    Se a Venenenenenene (sim é proposital) tiver T-50 e eles voarem efetivamente e armados não terá para ninguém, só se alguém aqui for voar de F-22 ou algum outro 5ª geração de verdade… O F-35 é uma aeronave de suporte, pensar que ele fará superioridade aérea, ainda mais frente ao “Enrabator” dos ares… acho que é querer demais…

    Mas…
    A Venenenenenene adora ter o que não pode ter… Então… Vai ser uma bela máquina para exposição em solo, se e somente se, naquele solo ela chegar.

  9. Discordo do lanterna verde pelo seguinte fato.Esse projeto do pak fa foi oferecido ao Brasil nós optássemos pelo Su 35BR e ainda eles nos dariam participação no programa espacial Russo.Aí eu faço a seguinte análise: a Rússia vendendo o Pak fa para a Venezuela (não importa se eles voem ou não) forçaria um reaparelhamento de toda a região latino americana e principalmento o Brasil que carece de no mínimo 120 caças de combate.Não adianta nem por reza brava contar com F-35 e nem com 1000 ave-marias com o F-22( é muito caro e foi negado até ao Japão) os Eua nunca venderiam para nós esses incíveis aviões,para eles é tecnologia sensível.
    A compra desse caça pela Venezuela tornaria toda frota de caças latino americana e também qualquer futura aquisição(fx 2)obsoleta já que nenhum deles é “stealth”.
    Os Russos já estão de olho no mercado latino a muito tempo e eles tambem não estão bem economicamente. e o único setor que tem trazido divisas para eles é a venda de armamentos para o mercado externo.Imaginem para nós saber que nosso tão malfadado projeto FX2 está completamente obsoleto antes mesmo de sair do papel,já que nenhum deles é paréo para o futuro pak fa.

  10. precisa ver c eles tem grana ateh 2027 pra comprar…

  11. Agora fedeu mesmo, e isso tem tudo para acontece, tem um gigantesco interesse da Rússia aqui na América do Sul

  12. 2027; 2032;

    Vamos considerar, daqui à 20 anos…não vejo nada demais nesta aquisição, pois em duas décadas, provavelmente, os T-50, serão o equivalente dos SU-30, que hoje a Venezuela já possui…

    Nós é que precisamos nos mexer, parar de levar meio século para desenvolver um projeto… E ver se em 2030, já produzimos nosso próprio caça 5 G.

    Pensando sob este aspecto, tomara mesmo que a Venezuela adquira o PAK FA, quem sabe assim, aqui no Brasil as autoridades ficam “pilhadas” para tocar o projeto do 5G.

    Pra alcançar a segurança, não se deve contar com as fraquezas dos outros, más sim eliminar suas próprias fraquezas… é o único caminho seguro!

  13. Pessoalmente torço para a Venezuela comprar o Pak fa.Talvez quem sabe o pessoal da Fab acorde porque não terão muita opção, ou vão de Pak fa ou ficam com aviões obsoletos.Se a Rússia pelo simples fato de dizer sim a Hugo Chaves o Pessoal de Brasília vai ficar de cabelo em Pé , Principalmente os lobistas.
    Se eu fosse a Rússia diria Sim para o Chaves ontem.

  14. Se daqui a 20 anos o T-50 será equivalente ao SU 30.Me diga então com o que vai se parecer qualquer um dos vencedores do FX 2.

  15. Ótimo tomará que compre uns 30 pelo menos,não vejo a Venezuela como uma ameaça ao Brasil,tem muita gente que delira,tipo a turma da extrema direita brasileira,no mais se o tio chavez permitir teremos a chance de estudar bem o caça,vamos comprar os rafales,e entrar de cabeça no seu sucessor,que terá uma tecnologia melhor que o Sukkoi T-50,basta ver o neuron que é um demonstrador,só falta para isso a grana,compra mesmo chavez te apoio totalmente,assim vc ajuda o brasil a tirar da cabecinha de alguns o caça Nano Gripen.

  16. como os colegas ja falaram.. esse avião ficar pronto .. para venda a outros países quando … 2025 / 2030 …rsrsrs

    até lá a Venezuela ou entrou em convulsão social + guerra civil … ou o Chaves foi preso , julgado e condenado por crimes de lesa a patria … ou….

    rsrsrs os EUA mandarão em 2020 uma ‘forcinha’ militar com uniforme da ONU para estabelecer a ordem na esfacelada Venezuela…rsrsrs.

  17. Na minha opinião, a Russia não daria a minima para um conflito entre Brasil e Venezuela. o que os russos querem é vender, já mostraram isso anteriormente. Eles poderiam apoiar os dois lados no conflito, pois sabem que, o que acontece aqui, não irá influenciar em nada suas vidas. BRIC nada mais é que um acordo político para discutir problemas sem resolve-los.

  18. Paulo :
    Na minha opinião, a Russia não daria a minima para um conflito entre Brasil e Venezuela. o que os russos querem é vender, já mostraram isso anteriormente. Eles poderiam apoiar os dois lados no conflito, pois sabem que, o que acontece aqui, não irá influenciar em nada suas vidas. BRIC nada mais é que um acordo político para discutir problemas sem resolve-los.

    Alguns incautos foristas se esquecem que a sigla BRICs é apenas uma questão de marketing. A Rússia quer é vender e está certíssima. Se Chávez qiser comprar encrecar por que? apenas em “solidariedade” ao Brasil? Espero que nosso governo abra o olho e mande o FX-2 para o espaço. O Brasil precisa de caças de 5 geração. Nesse cenário ou o Brasil se junta ao KF-X ou compra o F-35

  19. Concordo plenamente, depois de perder a chance do PAK FA por conta de mariquisses de alguns 4 estrelas nos restam poucas chances de podermos reverter o jogo e entrar num programa sério.
    Mas sinceramente acho o F 35 inadequado para nós na função de único caça embora reconheça que para Marinha seria o ideal.
    Mas há ai uma oportunidade de ouro o KF X coreano e mesmo o ATD-X japonês que está envolto no problema de exportação de material de defesa pelo japão, mas que seria contornado se o caça fosse desenvolvido em parceria por ambos países.
    No mais é sentar e lamentar a falta de visão e coragem de alguns.
    sds
    E.M.Pinto

  20. E.M.Pinto eu tenha essa opinião,o único caça do mundo que proporcionaria ao brasil o clico completo do caça é o Mitsubihsi ATD-X,já que até o motor do caça está sendo desenvolvido pela mitsubishi,mas tem um problema,é o custos,já que o Mitsubishi f-2,que é baseado no F-16,saiu por um valor 2x superior ao f-16.
    Eu penso que seria melhor pegar os Rafales,sentar com os franceses e entrar de cabeça no sucessor do rafale,pois o projeto já deve extistir,e tb é provavel que terá muito do neuron,quanto ao Tio Chavez estou torcendo,será uma ótima oportunidade,poderiamos estudar bem o caça,avaliar seu potencial.
    E na surdina desenvolver o sucessor do rafale com a Dassault,vendo os pontos fracos e fortes do Sukkoi,mas isso tudo custa grana e será que teriamos essa visão?

  21. Sei não… devemos nos cuidar e formar uma aliança militar com algum outro país (qualquer um, até o EUA!). Muito estranho… não confio nesse Hugo Chávez. Ele parece falso, apesar de ser cruel também. Não sei o que o Governo do Brasil está pensando. Estão tão preocupados se o EUA vão ou não invadir a Amazônia e não olham para os nossos vizinhos. Vizinhos que eu não confio nem um pouco.

  22. O sonho de muitos incapazes e que os outros não concretizem os seus sonhos , lembro-me quando a ( FAV )Força Aérea Venezuela falo em adquiri os 24 Sukhoi su-30MKV, muiiitos falavam que isso jamais ia acontece, é agora a Venezuela já esta interessada em adquirir Sukhoi T-50, isso e uma forma pura de demonstra inveja, pura inveja, essa e a realidade.

  23. BARCA :
    E.M.Pinto eu tenha essa opinião,o único caça do mundo que proporcionaria ao brasil o clico completo do caça é o Mitsubihsi ATD-X,já que até o motor do caça está sendo desenvolvido pela mitsubishi,mas tem um problema,é o custos,já que o Mitsubishi f-2,que é baseado no F-16,saiu por um valor 2x superior ao f-16.
    Eu penso que seria melhor pegar os Rafales,sentar com os franceses e entrar de cabeça no sucessor do rafale,pois o projeto já deve extistir,e tb é provavel que terá muito do neuron,quanto ao Tio Chavez estou torcendo,será uma ótima oportunidade,poderiamos estudar bem o caça,avaliar seu potencial.
    E na surdina desenvolver o sucessor do rafale com a Dassault,vendo os pontos fracos e fortes do Sukkoi,mas isso tudo custa grana e será que teriamos essa visão?

    Aí é bem capaz de os franceses, após o primeiro vôo desse “novo” caça, decretarem um embargo de armas ao Brasil e vendesse vários exemplares do avião justamente para a Venezuela. Perguntem aos Israelenses do que os franceses são capazes…

  24. Esse caça (código SU-50 provavelmente) seria perfeito como Air Dominance Fighter and Strike . Comporia a ala Hi da FAB. Infelizmente, pelo menos por enquanto temos apenas que acompanhar de longe sua evolução…

    Sobre a Venezuela, que vive as consequencias de El Chavito, poderá sim comprar esses caças, e desequilibrar a realidade do poder aéreo na AS. Com os planos do Chile vir se equipar com F-35, estaríamos teoricamente novamente com uma FAB (seja qual for o vencedoro do FX-2) defasada uma geração em relação às suas co-irmãs do continente.

    Lamentável.

    []’s

  25. hms tireless existe regras e normas que dão segurança juridica a contratos,a frança não é uma republica de bananas,segundo há o interesse economigo e estrategico,cabe lembrar que hoje quem tem minerios,petroleo,e uma economia forte,como a nossa que já é maior que a da espanha e em 4 anos estará igual ao da França,acredito que a frança não faria isso com nosco,e quanto aos israelenses, cabe lembrar ao amigo que os franceses deram um bom suporte ao programa nuclear israelense.

  26. que bonito, povo passando fome, um ditador idiotesco no poder e T50 nas bases. E assim caminha a Venevuvuzela do Chaves….

  27. BARCA :
    hms tireless existe regras e normas que dão segurança juridica a contratos,a frança não é uma republica de bananas,segundo há o interesse economigo e estrategico,cabe lembrar que hoje quem tem minerios,petroleo,e uma economia forte,como a nossa que já é maior que a da espanha e em 4 anos estará igual ao da França,acredito que a frança não faria isso com nosco,e quanto aos israelenses, cabe lembrar ao amigo que os franceses deram um bom suporte ao programa nuclear israelense.

    As regras e normas que regem os contratos não foram suficientes para impedir a França de, além de não ter cumprido com o acordado, ainda ter repassado o conhecimento de ISrael aos seus inimigos quando venderam o Mirage 5 à Líbia e o Egito. Quanto ao programa nuclear a colaboração francesa resumiu-se ao reator de dimona. As armas foram projetadas em ISrael mesmo. Não se esqueça que muitos dos físicos nucleares são judeus. Por fim, achar que os franceses não teriam coragem de fezer isso conosco é, no mínimo, acreditar em papai noel e coelhinho da páscoa

  28. Espero que o governo e o senhor NJ veja essa noticia e que possam voltar atrás e pegar os caças Russos pois são os melhores no mercado depois dos americanos.
    Um absurdo o que estão fazendo comprando um vetor caro demais e qye não vamos chegar aos 120 propostos.

    Vão pagar caro a burrice cometida !!!

    Sds.

  29. hms tireless um reator é a chave de qualquer programa nuclear basta ver o sacrificio que foi desenvolver o nosso com uma tecnologia experiental que existia na alemanha,quanto aos mirage 5,cabe lembrar que antes do conflito,a frança tinha vendido para os arabes,ela não traiu israel,tanto que depois do conflito israel e frança continuaram a manter forte intercambio,vc está confundindo as coisas,os mirages já havia sido vendidos,assim como os armamentos,calma amigo,vamos analisar sem fanatisto!
    Se a frança fosse essa traira que vc diz ser ela não seria a terceira maior nação fabricante de armas,não é ?.

  30. O NAO SE PREUCUPE ESA ALTURA TEREMOS OS MAIS AVANCADOS JATOS DO SECULO

    OS GRIPEN NG
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  31. BANDO DE BOBÕ NOS BRASILEIROS SOMOS UM BANDO DE VIADO NOS ENTRE GARIAMOA AS PRIMEIRAS BOMBAS E MELHOR SE ENTRGR LOGO

  32. Seria de excepcional rearranjo e reorientação do poder aereo e estratégia de superioridade áerea para Fuerza Aerea Venezolana ou AMV, que pelo menos durante esse período, entre 2027 e 2032, estaria minimamente dentro do teatro de operações do futuro qu envolveria no cenário internacional, tanto caças tripulados stealth de 5ªG quanto UCAVs de 6ªG.

    A grande questão, é se dadas as características específicas das FA venezuelanas e as dotações orçamentárias naquele tempo, estarão a altura de novos desafios tecnicos, científicos e doutrinários, independente se Chavez ou qualquer outra liderança estiver na politica nacional. A questão, é se haverá consolidação e diversificação da economia venezuelana em setores ainda incipientes, que tragam margem de manobra ao estado de realizar investimentos pesados em P&D militar com desdobramentos para o setor civil industrial.

    Outro ponto, é como será a capacitação profissional dentro dos quadros militares ativos, envolvendo qual projeto de doutrina operacional e filosofia de manutenção/disponibilidade, que trariam diferenças necessárias para que os mesmos conseguissem manter em boa disponibilidade suas aeronaves.

    Atualmente, os destacamentos recentes em Helicopteros cargueiros e de transporte, além das mudanças previstas para o curso de formação de oficiais aviadores venezuelanos, com a chegada de treinadores avançados chineses e toda o sistema de assistência com infra-estrutura ,e criação de doutrina qua vão se seguir, mostram uma redefinição na cultura aeronáutica que não revolucionária, mas reformadora em pontos antes emergenciais e que se deterioravam estruturalmente.

  33. Lanterna Verde :
    Simplismente cômico.
    Vamos por partes:
    1º A economia venezuelana vive uma profunda crise econômica, chegando até ter desabastecimento de bens de primeira necessidade como comida e produtos em geral, ficando extremamente dependente de outros países, inclusive o Brasil.
    2º Mais uma vez, a economia venezuelana mostra-se frágil, pois é dependente do petróleo extraído e exportado para vários outros países, inclusive os EUA, assim sendo, qualquer variação no preço do barril, nenhum caça levanta voo.
    3º A Rússia como parceira do Brasil no grupo BRIC não permitiria o uso desta aeronave contra a integridade da nação brasileira, pois representamos muito mais para eles econômicamente e políticamente do que a venezuela, e mais uma vez torna-se inútil o T-50.
    4º Toda a manutenção e armamento deste avião seria dependete da mãe Rússia,volto a repetir, qualquer agressão a nós brasileiros faria com que os russos cortassem os suprimentos e novamente, os T-50 ficam na chon.
    5º Esta compra esta agendada para um longínquo ano de 2027, ou seja, será que o Chavez ficará no poder até lá?? Será que se a situação deprimente do país continar assim até lá o povo ficaria de mãos atadas??, difícil, creio eu que se ista compra realmente for confirmada, o Chavez não consegue ficar para assinar, seria destituído.
    6º Quais as ameaças para aquisição de tal meio de combate extremamente eficiente??, uma HIPOTÉTICA invasão Yanke justifica uma compra deste gabarito??
    Seus vizinhos estariam satisfeitos com esta compra??, todas estas perguntas tem uma única respostas NÃO, caso contrário a venezuela desrespeitasse a opinião de seus vizinhos e realmente adquirisse esta aeronave, o que impediria o Brasil de fabricar uma NUKE para sua proteção, justificada pela compra do Chavito??
    Então senhores, podem ficar tranquilos que este tipo de coisa não irá acontecer, e se acontecer as consequências para a Venezela serão terríveis, podem escrever isto.
    Grande Abraço, Lanterna Verde.

    2027 a Venezuela já virou puro ‘escombro’, até lá os EUA já atacaram e sairam do pais faz tempo.
    E rafale? Se liguem, não vai ter ‘rafaela’ que segure um T-50.

    O chavez é retardado mental, a Venezuela é a favela da america latina, junto com a colombia, infelizmente.
    Pessoal lá passando fome, desempregado e nego querendo gastar milhões.. bilhões em aviões para uma guerra invisivel.

  34. Só complementando, a divisão do mundo por base em ideologias políticas fez com que praticamente todos os países da América do Sul acabassem se alinhando com os EUA e por conseqüência nos limitássemos à operação de aviões americanos ou na piore das hipóteses de procedência européia. As poucas exceções a esta regra incluem, obviamente, Cuba, que desde 1960 é um cliente fiel doa aviões russos tendo recebido e operado diversos modelos de caça soviéticos, entre eles os MiG-17, 21, 23 e 29.

    O segundo cliente de vulto na região foi o Peru que começou a receber aeronaves soviéticas a partir de 1975 com a chegada do seu primeiro helicóptero Mi-8 (NATO:”Hip”). Mais tarde, o país adquiriu vários cargueiros Antonov, entre An-26 e An-32, e ainda alguns anos depois alguns An-72. O Peru também recebeu muitos caças da União Soviética. Foram 52 Su-22M-2 (“Fitter”) posteriormente complementados por MiG-29s e aviões de ataque Su-25 (“Frogfoot”).

    No México, os helicópteros Mil e os cargueiros Antonov formam a base da aviação naval. Notícias recentes dão como certa a seleção dos Su-27 SK como o vetor futuro de caça da Marinha Mexicana, mas esta compra parece ter sido cancelada.

    A Colômbia, mesmo sendo a maior aliada dos EUA no continente e de operar dezenas de helicópteros ocidentais, também se somou à crescente lista de usuários de helicópteros russos com a expansão a partir de 1997 do componente aéreo do seu Exército.

    E uma coisa ocorreu, Chavez pode ser partidariamente fanfarrão, externamente conflitante, ter ideais comunistas, pode ser isso ou aquilo, más ele sendo idiota ou não, tomou uma atitude que no cerne do reaparelhamento militar venezuelano por compra de prateleira (pois existem algumas transferências tecnológicas em pontos menos sensíveis) partiu para a total e radical mudança de conceitos, doutrinas e aquisições de material bélico para suas forças armadas com o único objetivo de diversificação de fornecimento e parcerias no oriente, pela perda de barganha com o FMS americano.

    A compra dos Sukhoi pode ter sido um furo na água pela FAV pelo fato de “ainda”..eu disse “ainda” não terem o pacote de armamentos completo, mas querendo ou não são os melhores em combate individual do continente.

  35. hms tireless,
    Camarada, com todo o respeito, essa coisa de Israel de novo?! Os israelenses copiam tudo o que podem, à lá china, fizeram e desfizeram em cima de mirage III e sem pedir licensa alguma, aí pode né?
    A Rússia mesmo já torceu o nariz para Pequim por conta das presepadas com Su-27 e a última com XL-33 (vulgo XingLing-33), então pegar e copiar pode?

    É muito fácil sentar em cima do rabo e dizer que a Rússia está certíssima em vender e achar que mundo e lindo se não sabemos ao certo até hoje o que realmente fez o Su-35 dançar da concorrência ou que termos de subserviência estariam relacionados as propostas russas.
    Mais de uma vez já foi citado por essas paragens que não existem aliados no mundo existem interesses e eu duvido muito que o interesse do BRIC seja só marketing, principalmente se compararmos o tamanho e capacidade do mercado brasileiro, com o tamanho e capacidade do mercado venezuelano, onde fica melhor apostar?

    Mas tudo bem, se dependessemos da boa vontade de vossa majestade e a marinha britânica não teríamos subnuc nunca (para não melar as rotas e liberdades até as Falklands) e você ainda cita o F-35 como uma possibilidade??
    De avião de papel já basta ter que aturar o Gripen no F-X2…

    Enfim, se a França não é confiável os Americanos então são o terror, e você ainda quer acreditar em caça Coreano?!
    Falar de embargo de armas dos franceses e os americanos fazem o que com o F-35 na hora que ele pensar em voar aqui?

    Para ver comentários desse aqui era melhor que seu nome mudasse para HMS Turbulent, por que Tireless é quem lê essas coisas…

    Perdão se fugi as regras do Blog e desde já peço desculpas aos moderadores, mas tem coisa que é hms talent por aqui e se trata de um verdadeiro hms triumph chegar ao final vivo!

  36. Ps..:: Galera, o mundo acaba em 2012, sem chance de ver o T-50 na Venenenevuvuzela e sem chance de ver F-X2 (seja lá quem for) voando aqui!

    O MUNDO VAI ACABAR E A GENTE VAI ESTAR VOANDO DE TUCANO / F-5EM E DERBY!!!
    ACABA LOGO MUNDOOOO!!!

  37. Ótimo. Assim, o Brasil será forçado a comprar o PAKÃO também, já que não existe equivalente disponível no mercado.

  38. A nossa Força Aérea esta a pelo menos 15 anos e Dois FX tentando comprar Caça, quando compramos os nosso, já estarão superados pelos nossos vizinhos novamente, Chile com F-35, Venezuela com Su-50 Colômbia com F-22, kkk

  39. Na verdade essa noticia verdadeira ou não é muito boa, só assim para as nossas autoridades se moverem temos, 3 possíveis candidatos F-35, Su-50 e o modelo chinês.

    O F-35, mas os embargos americanos provocaram feridas profundas difíceis de se esquecer, não adianta comprar um avião de boa qualidade e no momento crucial não te armas para usar ou pesas para repor.

    O SU-50 pode compartilhar os mesmos problemas que desclassificaram o Su-35… quais problemas? Talvez pela Rússia vender armas aos fizinhos (armamento russo vendido a Venezuela) possa te deixado o GF com pé atrás afinal em um conflito ninguém garante de que lado os russos ficariam. Se do BRIC não quer dizer nada, na hora que pegasse pra capa estaríamos sujeitos a chantagens russas ou pior a seus interesses estratégicos que não existe dinheiro que mude o rumo definido.

    O avião chinês “pode” se o mais fraco dos 3, mas aproximação dos governos chinês e brasileiro pode render equipamentos de ponta, inclusive o avião de quinta geração.

    Seja como for só em a Venezuela cogitar essa possibilidade os nossos governantes e a FAB devem iniciar estudos para equilibrar a balança a nosso favor. A não já parece outro FX!!!rsrsrs

    Mais uma coisinha eu sempre fico com um pé atrás nessas negociações, especialmente com os russos me lembro que os mísseis IGLA foram vendidos com a promessa de 40% de eficácia o exército brasileiro em estes comprovaram 18%/19% de eficácia… os russos são vendedores e na hora de vender sempre irão falar bem de seus produtos mesmo que não sejam aquilo tudo… o radar do Su-35 (Tikhomirov NIIP Irbis-E) é dito por eles que tem um alcance de 400 até +, mas os “especialistas” ocidentais dizem que isso só seria possível em condições perfeitas quando tudo seria favorável inclusive o alvo do tamanho de um “prédio”, o que me parece é que os suecos e russos tem bons equipamentos, mas exageram na hora de vender.

    sds

  40. carl94fn estas informações da eficácia dos Igla não procedem.
    a Taxa de acertos é equivalente à do Mistral e do Stinger.
    sds
    E.M.Pinto

  41. Luiz9medeiros :
    hms tireless,
    Camarada, com todo o respeito, essa coisa de Israel de novo?! Os israelenses copiam tudo o que podem, à lá china, fizeram e desfizeram em cima de mirage III e sem pedir licensa alguma, aí pode né?
    A Rússia mesmo já torceu o nariz para Pequim por conta das presepadas com Su-27 e a última com XL-33 (vulgo XingLing-33), então pegar e copiar pode?
    É muito fácil sentar em cima do rabo e dizer que a Rússia está certíssima em vender e achar que mundo e lindo se não sabemos ao certo até hoje o que realmente fez o Su-35 dançar da concorrência ou que termos de subserviência estariam relacionados as propostas russas.
    Mais de uma vez já foi citado por essas paragens que não existem aliados no mundo existem interesses e eu duvido muito que o interesse do BRIC seja só marketing, principalmente se compararmos o tamanho e capacidade do mercado brasileiro, com o tamanho e capacidade do mercado venezuelano, onde fica melhor apostar?
    Mas tudo bem, se dependessemos da boa vontade de vossa majestade e a marinha britânica não teríamos subnuc nunca (para não melar as rotas e liberdades até as Falklands) e você ainda cita o F-35 como uma possibilidade??
    De avião de papel já basta ter que aturar o Gripen no F-X2…
    Enfim, se a França não é confiável os Americanos então são o terror, e você ainda quer acreditar em caça Coreano?!
    Falar de embargo de armas dos franceses e os americanos fazem o que com o F-35 na hora que ele pensar em voar aqui?
    Para ver comentários desse aqui era melhor que seu nome mudasse para HMS Turbulent, por que Tireless é quem lê essas coisas…
    Perdão se fugi as regras do Blog e desde já peço desculpas aos moderadores, mas tem coisa que é hms talent por aqui e se trata de um verdadeiro hms triumph chegar ao final vivo!

    Seu incrível desconhecimento e um certo fanatismo pelos produtos franceses o levam a cometer um equívoco histórico crasso. Caso não saiba(oi faz questão de esconder) Israel começou a produzir versões sem licença do Mirage, cujos planos foram obtidos em uma bem montada operação do Mossad, após o vergonhoso embargo gaulês. Não se se você sabe mas por conta de tal embargo os Israelenses praticamente tiveram de sequestar em um porto francês as lanchas porta-mísseis que havia comprado. E no final, que se mostrou mais confiável perante os judeus? Justamente “Uzamericanú mau”. A Rússia está certíssima se quiser vender o PAK FA à Venezuela? Claro, é um país soberano e Chávez quer comprar. Idiotas fomos nós que recusamos a proposta russa de participar do projeto e insistimos nessa “parceria caracu” com a França. F-35 avião de papel? a despeito dos atrasos, aumentos de custo e de peso, já tem mais vendas garantidas que o Rafale sequer poderia ter. Ou você acredita que o todo poderoso Rafale é melhor que o F-35. Caça Coreano? você tem alguma dúvida da capacidade tecnológica deles?.França transferindo tecnologia de sub nuclear? você realmente acredita nisso? a única finalidade do acordo dos submarinos foi permitir a construção de uma base naval sem licitação, ou será que ainda não ficou claro? Eu entendo que você não goste quando eu ou outros foristas citamos o caso de Israel afinal,é sempre ruim relembrar as sujeiras francesas certo?

  42. E.M.Pinto desta vez fiquei boiando na NET sempre vi esses números e essa mesma historia do IGLA.

    sds

  43. Me desculpe sr. Turbulent, mas realmente não creio que um erro justifique outro, sim eu sei que um coisa ocorreu em virtude de outra, porém permanece não justificando.
    Especialmente utilizando tais métodos e isso não se refere somente a relação Israel/França, poderia ser com qualquer um.

    Não questiono a Rússia estar certa, pelo contrário é interesse deles, assim como é interesse francês vender para nós e assim como é interesse seu pintar o fanatismo anti-francês. Por mim estaríamos voando de F-22 se fosse possível pois apesar de todos os pesares ele é um produto pronto e realidade, não é avião de papel como outros ou uma promessa como o PAK-FA (que até acredito que será bom, mas ainda é promessa).
    O F-35 vendeu bem? Que bom! Sou fã da Lockheed Martin por sua história e especialmente pela figura de Kelly Johnson (que considero um gênio).

    Questionar a capacidade coerana? Não, acreditar que existirá no final uma parceria de amplo espectro com os americanos igual ao T-50 (deles) e então teriamos embargos da mesma forma? Sim… Pode ser uma aposta mas por histórico isso é muito possível.

    Enfim, essa história de questionar o sub de novo… Tudo bem não é? Estamos em um país livre… Já dizia Goebbels que se contando uma mentira muitas vezes ela se torna verdade um dia… Se o sr. Tireless tem uma denúncia sobre as obras do Estaleiro Francês então corra a justiça meu irmão! Se comprovando tal, não terei problema nenhum em defender esta tese igualmente, enquanto não, o que sei é que estão fazendo algo e possibilitaram aquilo que a Marinha queria e precisa, e ela mesmo (não foi político nenhum) veio a público N vezes para confirmar isso, portanto por mais que eu preferisse outro sub, é esse que escolheram e torço para que dê certo, não vou ficar chorando igual menino por que me deram o chocolate branco e não o meio amargo…

    Valeu!

  44. Pois é Carl94 passei minha infância ouvindo que os Russos estavam decadentes e PAK FA não existia, que não voaria e tralala, segue o exemplo para tudo o que você quiser. depois da campanha de difamação russa a bola da vez é a França, que daqui a pouco não sabem nem fazer lápis porque tem que comprar grafite dos EUA.
    mas vamos ao que interessa, não tem muito haver com a conversa, ams acho interessante você dar uma olhada cno documento que encaminho.
    valeu.
    Abraço
    http://www.ausairpower.net/TE-MANPADS-Dec03.pdf

  45. valeu E.M.Pinto leitura muito boa… e temo que vc esteja certo realmente existe uma campanha de difamação para tudo que não é americano e até deles mesmo se bem que não tão comum assim. Quanto à lenda PAK FA deixa de se lenda e se torna uma promessa muito consistente talvez se torne o melhor quinta geração por muitos anos, não acredito que o F-35 será melhor que o PAK FA, mas só o tempo vai dizer.

    Bem obrigado pelo link e um bom domingo

  46. Luiz9medeiros :
    Me desculpe sr. Turbulent, mas realmente não creio que um erro justifique outro, sim eu sei que um coisa ocorreu em virtude de outra, porém permanece não justificando.
    Especialmente utilizando tais métodos e isso não se refere somente a relação Israel/França, poderia ser com qualquer um.
    Não questiono a Rússia estar certa, pelo contrário é interesse deles, assim como é interesse francês vender para nós e assim como é interesse seu pintar o fanatismo anti-francês. Por mim estaríamos voando de F-22 se fosse possível pois apesar de todos os pesares ele é um produto pronto e realidade, não é avião de papel como outros ou uma promessa como o PAK-FA (que até acredito que será bom, mas ainda é promessa).
    O F-35 vendeu bem? Que bom! Sou fã da Lockheed Martin por sua história e especialmente pela figura de Kelly Johnson (que considero um gênio).
    Questionar a capacidade coerana? Não, acreditar que existirá no final uma parceria de amplo espectro com os americanos igual ao T-50 (deles) e então teriamos embargos da mesma forma? Sim… Pode ser uma aposta mas por histórico isso é muito possível.
    Enfim, essa história de questionar o sub de novo… Tudo bem não é? Estamos em um país livre… Já dizia Goebbels que se contando uma mentira muitas vezes ela se torna verdade um dia… Se o sr. Tireless tem uma denúncia sobre as obras do Estaleiro Francês então corra a justiça meu irmão! Se comprovando tal, não terei problema nenhum em defender esta tese igualmente, enquanto não, o que sei é que estão fazendo algo e possibilitaram aquilo que a Marinha queria e precisa, e ela mesmo (não foi político nenhum) veio a público N vezes para confirmar isso, portanto por mais que eu preferisse outro sub, é esse que escolheram e torço para que dê certo, não vou ficar chorando igual menino por que me deram o chocolate branco e não o meio amargo…
    Valeu!

    Dois pesos e duas medidas é? Se o embargos é dos EUA os americanos “são o terror” e “possuem péssimo histórico”. Agora se o embargo é francês é somente um erro? qual é a lógica meu caro? e o fato de Israel ter reavido, ainda por vias clandestinas, aquilo que ajudou a projetar é um erro que não justificaria o outro? sem essa! quanto ao Sub nuclear, é até compreensível que a marinha tenha aceitado o acordo de bom grado pois estava em pior situação que as outras forças, vide o descomissionamento precoce de uma das Type 22. Agora você há de convir que é lícito, e até saudável, que o cidadão questione se não seria melhor utilizar os recursos do contrato em pesquisa e desenvolvimentos locais com vistas a obter o tão sonhado, desejado e necessário sub nuclear.Por fim, qual o motivo de sua citação de Sua Majestade, a RN e as Falklands no nosso sub nuc?

  47. Ficar pensando que o Brasil não pode ser atacado por sermos passivo é um erro tremendo, um país tão grande e inoperante em suas forças é lamentavel.

  48. Existem aqui no blog pessoas que não entendem quando dissemos para não confiar nos estados unidos como se isso fosse anti-americanismo.Por favor não sejamos maniqueístas.Não sou anti-americano,nem anti-semita,nem vive la France ou pró mãe Rússia.Gosto do lado bom da américa gosto muito do jazz,Contrane e Miles.
    Meu caça americano predileto era o F-14 com aqueles poderozos mísseis AIM-54 Phoenix.O que realmente eu não gosto na américa(assim como no Brasil)são os políticos,neles nós não podemos confiar,seria até redundante falar de todos os embargos feitos pelos estados unidos ao Brasil no tocante a tecnologia(não adiante essa história de “americanu bobo e feio”)eles não nos venderão o F-35 nem a nós nem mesmo ao chile(eles venderam ao chile um F-16 míope e meia boca incapaz de operar mísseis ar-solo).
    Recentemente comprei a Revista Força aérea com a reporatagem sobre o Pak fa,e o redtor dizia que o caça era isso ou aquilo que o t-50 ainda estava na infância do desenvolvimento que os russos estão defasados aqui e ali.Isso tudo só demonstra o quanto está entranhada no nosso alto escalão de comando está comprometido com o american way of life.Pessoalmente acho que estamos num beco sem saída,dificilmente a Fab vai voltar atráz e participará do projeto T-50,seria humilhante demais,pois esnobamos na primeira vez.Acredito que a Rússia vendera o T-50 a Venezuela com isso atingirá dois objetivos um é o comercial e o outro político,com esse gesto dirá ao Brasil “tá vendo o que vc perdeu”,seu fx2 não conseguem enxergá-los, E agora José?
    Não acredito que a Venezuela vai nos atacar,esse é um recado do Chaves aos americanu bobu e feio,já que o companheiro Chavez sabe que ele é a segunda bola da vez depois do irã.
    E só pra constar que as primeiras aeronaves vão estar operacionais em 2015. não em 2022 ou 2025 com foi dito aqui.

  49. hms tireless,
    Não usei dois pesos e duas medidas, embargos não são corretos, não aprovo nenhum deles, mas vamos lá, não temos M61 nos AMX, dane-se isso é passado, vem agora, e os dentes?
    E as armas?

    Continuo no fato de que se querem contestar contratos que se usem os meios corretos para tal, contratos tem de ser cumpridos e bem amarrados, quebra contratual é crime, porém operações como a que fizeram é tanto quanto ou mais, sabe-se lá se não teve derramento de sangue no meio, e aí? Não vale da mesma forma.

    O ponto no momento a meu ver é que os Europeus, e não só os franceses, já que você acha que sou fã dos caras, estão dispostos a vender os que possuem a quem quiser pagar pois estão falidos, precisam de grana e nós podemos pagar.

    Agora preste atenção que não questiona a licitude de seu questionamento, somente a comprovação ou de preferência a denúncia aos meios de justiça, o Ministério Público está aí para te ouvir meu caro, fizeram até concurso para reforçar os quadros administrativos hoje.

    Sobre Sua Majestade, nada contra ela, só contra o fato de sabe-se lá o que tem nos mares do sul na porta do nosso quintal, se são só os “Conqueror” da vida para mandar para o inferno gelado meia dúzia de argentinos ou se tem mais por ali… A presença de um outro tubarão que possa prejudicar os seus pares como o Torbay ou Trenchant, ou até ameçá-los, aposto que Elizabeth não vê a idéia como a melhor e tenha Elizabeth somente como personificação do estado Britânico.

    E entenda também que eu chamo de Falklands, e reconheço aquilo como terras britânicas, os argentinos que se lixem…

    E concordo inteiramente com o Novobrasuk, se falamos aqui contra um ou outro somos automaticamente taxados de fã ou torcedor do concorrente… Não… isso é errado e visão de quem precisa de um certo e errado desesperadamente para viver…
    Não quero saber de certo ou errado, quero saber de um avião capaz em nossa FA, não confio nos russos não confio nos EUA, aprecio e demais seus produtos e como queria ver um F-15-KBR por aqui… Mas não vejo futuro assim…

    Enfim meu colega, você pensa de um jeito e eu penso de outro, queria que fosse possível não se questionar a confiabilidade de ninguém, mas os fatos dos EUA conosco são uma coisa e dos franceses pode até não ser lá muito melhor, mas já é melhor…
    Se tivessemos um histórico de confiabilidade e boa parceria como Israel, ótimo, seria fantástico, mas não temos, os franceses podem enrolar e cobrar caro mas no final entregaram mais e tiveram até mais boa vontade e isso já é um progresso, um dia o pessoal pode aprender que vale a pena acreditar em nós, mas só quem demonstra essa vontade são os franceses até o momento, o F-35 ao que eu saiba nunca sequer esteve nas conversas, por mais que a FAB quisesse.

    Enfim, eu vou continuar na torcida sim, para a VeneChavezela tenha bons equipamentos e gaste o que tem e o que não tem e no final estoure uma bela guerra civil por lá!

  50. Esta primeira foto é uma montagem de uma das fotos do primeiro vôo do PAK-FA…

  51. Bom acho que é simples se a Venezuela que compra a Russia vai vender!
    Agora tem aqueles fatores basicos, a economia venezuelana está em crise, a sociedade vive a base da violência, a populariedade de Chavez está caindo tb entre os pobres.

    Acho também que o Brasil precisa desenvolver seu proprio caça, fazer o que a Embraer está fazendo com o KC-390 desenvolvendo com vários países e para de esperar pela Russia, America e Europa pq eles não vão transferir tecnologia.

    Abraço.

  52. Pessoal, algumas considerações minhas:

    1 – A Venezuela não é ameaça ao Brasil, pelo simples fato de não poderem conosco;
    2 – A Venezuela é sim o motivo pelo qual o Brasil pode alegar estar fortalecendo suas forças armadas, e vejo que o acordo Brasil-EUA poderia fortalecer ambos, já que o país poderia contar com os EUA como fornecedor de tecnologia e armamentos (aviões, mísseis, radares, navios, etc), ao passo que os EUA poderiam contar com o Brasil como um contrapeso à influência russa na AL;
    3 – Talvez (e somente talvez) essa notícia faça com que os comandantes das nossas FFAA decidam pelo desenvolvimento de um caça 5ª geração nacional para entrar em serviço por volta de 2025, quando teremos, pelo cronograma da MB, nosso novo NAe substituto do São Paulo. Até 2032, prevê-se que teremos 100.000 toneladas e alguns esquadrões de caças de 5ª geração embarcados de democracia para negociar com a Venezuela ou qualquer país que ouse nos ameaçar.
    4 – Concordo com o Edilson quando ele considera o F-35C como caça ideal para a MB e seus novos NAe’s… 48 dessas belezuras embarcadas até 2032, e mais uns 36 em três bases aeronavais dariam à MB uma capacidade que hoje só temos em sonhos. E, se até o canadá está comprando 65 F-35A, por que não poderemos também, já como 5ª maior economia do mundo???
    5 – Ainda considero que duas frotas não serão suficientes para nossas ambições. Se cada uma tiver pelo menos dois NAes mudo minha opinião, mas o ideal, pelo nosso gigantismo e o nosso crescimento como potência no cenário internacional, seriam pelo menos 4 frotas: Norte-Nordeste, Sudeste, Sul (Malvinas e Antártida) e uma na costa leste do continente africano. Temos que blindar o Atlântico Sul antes que o façam por nós.
    6 – Vejo a FAB operando, no futuro, um mix Hi-Low. Não tem como fugir disso. O FX-2 será assinado, dezenas serão construidos, mas estarão um passo abaixo da tecnologia mais atual assim que F-35 e PAK-FA estiverem operacionais e vendendo. Ah! Muito se comenta que o Chile não comprará o F-35. Ledo engano, a não ser que ocorra um novo terremoto como o último que devastou o país.
    7 – BOMBA, BRASIL!!!

  53. Que a Venezuela não vai atacar o Brasil isso é fato,todo o discurso de Chaves é anti-americano, ela se arma não numa investida expancionista na região mas como um meio de sobrevivência do regime bolivariano.
    A Venezuela não é o único motivo para o rearmamento não só do Brasil e também da américa latina com um todo.Primeiro vem do fato de toda a força militar da região está sucateada.Segundo vem do fato de que depois de um longo processo de estabilização política e economica a região vem crescendo como um todo.E por último vem do fato que as recentes descobertas de hidrocarbonetos e minerais demandam meios para defende-los da “mão invisível do mercado” que ronda nossos bolsos.
    Essa opão Hi-low me agrada muito seria interessante um caça pequeno 4.5+ e um caça de maiores dimensões “stealth”.Mas acho que nossa chance já passou.

  54. PAK FA na VENEZUELA!!!
    E o BRASIL???
    RAFALE f-3 X PAK FA
    Talvez sejamos a Segunda Força Aerea da America Sul!!!
    ABRAÇO!!!!!!!!!!!!

  55. RAFALEFICHA TÉCNICA DE DESEMPENHO
    Velocidade de cruzeiro: mach 1
    Velocidade máxima: mach 2
    Razão de subida: 18000 m/min
    Potencia: 1.15
    Fator de carga: 9 Gs
    Taxa de giro: 30º/s
    Taxa de rolamento: 270º/s
    Raio de ação/ alcance: 1850km/ 3335km
    Alcance do Radar: 130km
    Empuxo: 2 X M-88-2 com 7439 kgf de empuxo maximo cada
    DIMENSÕES
    Comprimento: 15,30 m
    Envergadura: 10,90 m
    altura: 5,34 m
    Peso vazio: 9060kg
    ARMAMENTO
    Ar Ar: míssil Mica com alcance de 60km, Magic 2 com alcance 5 km, Missil MBDA Meteor com 100 km de alcance
    Ar terra: Bombas guiadas a laser GBU 12 Paveway II, misseis AASM, mísseis apache, AS30. Missil Storm Shadow e SCAP-EG.
    Ao todo existem 14 pontos fixos para armamentos no Rafale baseado em terra e 13 pontos de cargas no Rafale naval.
    Interno: Um canhão Nexter M-791 de 30 mm

    PAK FA T-50
    FICHA TECNICA
    Velocidade de cruzeiro: mach 1,2
    Velocidade máxima: mach 2,4
    Razão de subida: 21000 m/min
    Peso/Potência: 1,25
    Fator de carga: 10 Gs
    Taxa de giro: 30º/s
    Razão de rolamento: 240º/s
    Raio de ação/ alcance: 2000 km/ 4000km
    Alcance do radar: Tikhomirov NIIP N050/ SH-121 com 400 km de alcance para caças
    Empuxo: 2 X NPO Saturn AL-41F com 17500 kgf de empuxo
    DIMENSÕES
    Comprimento: 22 m
    Envergadura: 14,2 m
    Altura: 6,5 m
    Peso: 18500 kg (vazio)
    ARMAMENTO
    Ar Ar: Míssil R-73/ 74Archer, míssil Izdeliye 300 (K-MD), Missil R-77 Adder,míssil Izdeliye 810
    Ar Terra: Míssil KTRV Kh-58UshE , missil Kh-38, missil Kh-35, missil Kh-29, Bombas guiadas Kab (todas as versões), Bombas convencionais FAB (todas as versões).
    Interno: 1 canhão GSH 30-1 de 30 mm.

  56. FONTE
    CAMPO DE BATALHA AÉREA

  57. O Wagner, a velocidade super cruzeiro do T-50 esta meio defazada. A bem da verdade ela não foi divulgada ainda, mas após o refinamento na aerodinâmica e a adoção dos novos motores (que já estão tipificados na ficha técnica acima), é bem provável que ele exceda mach 1.5!
    Mas ficou muito legal sua comparação! Vou dar uma sapeada neste “Campo de Batalha Aérea”!
    Valeu e um abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: