Articles

Brasil planeja construir 11 navios para patrulhar reservas petrolíferas

In Defesa, Geopolítica, Naval, Navios de Guerra on 13/09/2010 by E.M.Pinto Marcado: , ,

https://pbrasil.files.wordpress.com/2010/09/orizzontesn-mm-fremm_02.jpg?w=300

A Marinha do Brasil planeja a construção de 11 grandes navios para patrulhar de forma “constante” as jazidas petrolíferas no oceano Atlântico, disse hoje o almirante Júlio Soares de Moura Neto, comandante do corpo.

Os planos da Marinha contemplam a construção em estaleiros brasileiros de cinco fragatas de 6 mil toneladas, cinco navios de patrulha oceânica e um navio de apoio logístico, de 20 mil toneladas, detalhou Moura Neto em entrevista coletiva realizada por ocasião da 24ª Conferência Naval Interamericana.

“Queremos patrulhar permanentemente nas proximidades dos campos petrolíferos (…) Isso se chama fator de dissuasão”, manifestou o comandante da Marinha.

Os militares apresentarão até o fim deste ano seus planos ao Governo e no próximo ano pretendem “ajustar os detalhes” com o Executivo que vencer as eleições de outubro, que tomará posse em janeiro.

Pelos planos da Marinha, a construção dos navios patrulha começará em 2012 e, sucessivamente, serão fabricados navios de apoio logístico e fragatas, as últimas a serem fabricadas, devido ao fato de serem extremamente sofisticadas.

Os 11 navios se somarão ao pacote de seis fragatas pequenas, de 500 toneladas, uma das quais já foi entregue e o restante está em construção, que fazem parte do plano de renovação das Forças Armadas.

No marco desta estratégia, já começou a construção de quatro submarinos convencionais e se está preparando um estaleiro para a fabricação de um submarino de propulsão nuclear, que será desenvolvido em associação com a França e que previsivelmente estará operacional em 2022, segundo Moura Neto.

O comandante da Marinha explicou que além da defesa da riqueza petrolífera do país, o aumento da frota vai servir para patrulhar o restante das águas de jurisdição brasileira, cuja ampliação está sendo discutida com as Nações Unidas.

Atualmente, Brasil conta com uma área exclusiva marítima de 3,6 milhões de quilômetros quadrados, que o Governo quer ampliar para 4,5 milhões de quilômetros quadrados.

“A ONU aceitou já 750 mil quilômetros quadrados e discorda dos critérios técnicos que usamos nos 200 mil restantes. Estamos revisando os cálculos e realizando novas medições para reforçar a proposta”, detalhou o militar.

Moura disse que na América Latina existe um “clima de paz relativa”, mas considerou que isto não se contrapõe a que o Brasil “se prepare para ter capacidade de dissuasão”.

Além disso, assegurou que a intenção do Brasil é “criar um clima de confiança” entre as marinhas do continente para que melhore a cooperação e a troca de informações entre os comandantes militares dos diferentes países.

Segundo o almirante, o objetivo da Conferência Naval Interamericana, que desde hoje e até na próxima sexta-feira congregará a altos comandantes das marinhas de 17 países da América.

Estão representados na reunião Argentina, Bolívia, Brasil, Canadá, Chile, Colômbia, Equador, El Salvador, Estados Unidos, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, República Dominicana e Venezuela.



Fonte: EFE via Geopolítica Brasil

Anúncios

20 Respostas to “Brasil planeja construir 11 navios para patrulhar reservas petrolíferas”

  1. 11 pra começar né?

  2. Afinal, vai ser as FREMM italianas ou não?

  3. Parece-me q estão a prendendo a contar, já chegamos ao 11, quem sabe chegaremos aos 27, 21 subs , 120 lanchas ultrarápidas oceanicas..e por aê vai.A MB está de parabéns, temos mt c o quê nos preocupar. Sds.

  4. “Os 11 navios se somarão ao pacote de seis fragatas pequenas, de 500 toneladas, uma das quais já foi entregue e o restante está em construção, que fazem parte do plano de renovação das Forças Armadas.”

    Qual já foi entregue (Barroso)? Fragata pequena? Onde estão sendo construidas as outras 5?

    Gizuiz.

  5. Só não entendi esta passagem:

    “…Os 11 navios se somarão ao pacote de seis fragatas pequenas, de 500 toneladas, uma das quais já foi entregue…”

    Já que o “Navio de Patrulha Oceânico” (NaPaOc) dos planos da MB, tem 1.800 toneladas.

    Não seriam 6 navios patrulha de 500 T?

    E qual “mini-fragata” já foi entregue?

  6. […] PBrasil (0) Comments    Read More    Post a Comment […]

  7. Acredito que a “fragata pequena” seja esta aqui:

    “Navio-Patrulha classe Macaé”

    Com uma autonomia de 10 dias e raio de ação com mais de 4.500Km, o “Macaé” auxiliará na fiscalização das Águas Jurisdicionais Brasileiras (AJB), desenvolvendo atividades de patrulha naval, inspeção naval, salvaguarda da vida humana no mar, fiscalização de poluição marítima e proteção dos campos de petróleo no mar, além de contribuir para a segurança do tráfego marítimo nacional.

    Buscando nacionalizar a execução do projeto de construção do Navio-Patrulha “Macaé”, a Marinha alcançou um índice geral de 60%. Dentre os modernos sistemas nacionalizados, cujo elevado grau de complexidade agregam tecnologia de ponta ao setor industrial associado, destacam-se:

    – O Sistema de Controle e Monitoramento de Máquinas (SCM); e

    – O Terminal Tático Inteligente (TTI).

    CARACTERÍSTICAS GERAIS
    Comprimento total 55,6 m

    Boca máxima

    9,3 m

    Calado máximo

    2,5 m

    Deslocamento

    500 t

    Sistema de propulsão

    2 MCP MTU 16V 4000 M90

    Geração de energia

    3 Grupos diesel-geradores MTU

    Velocidade máxima

    21 nós

    Raio de ação a 15 nós

    2.500 MN

    Autonomia

    10 dias

    Sistema de Controle e Monitoração (SCM)

    Sistema de Controle de Avarias (SCAv)

    TRIPULAÇÃO
    4 Oficiais + 2 destacados
    30 Praças + 6 destacados

    SENSORES
    Radar de Busca de Superfície (Banda X),
    VISION MASTER FT250 da SPERRY MARINE
    Radar de Busca de Superfície (Banda S),
    VISION MASTER FT250 da SPERRY MARINE

    ARMAMENTO
    01 Canhão 40mm L70 (AOS)
    02 Metralhadoras 20mm GAM B01-2

    OPERAÇÕES AÉREAS
    Capacidade de operar com aeronaves em fainas de recebimento de cargas e de pessoal

    FONTE: Marinha do Brasil

  8. Dúvida…

    *creio que não é “Classe Macaé” e sim o Navio-Patrulha “Macaé”

  9. Fabio :
    “Os 11 navios se somarão ao pacote de seis fragatas pequenas, de 500 toneladas, uma das quais já foi entregue e o restante está em construção, que fazem parte do plano de renovação das Forças Armadas.”
    Qual já foi entregue (Barroso)? Fragata pequena? Onde estão sendo construidas as outras 5?
    Gizuiz.

    Acredito que foi confusão do reporter, na verdade ele está falando dos navios de patrulha de 500 ton. classe macaé.

    Fotos:

  10. Só espero q ñ sejam meia-bocas, e sejam mt bem e pesadamente bem armadas. Sds.

  11. “Os 11 navios se somarão ao pacote de ‘seis fragatas pequenas’, de 500 toneladas, uma das quais já foi entregue e o restante está em construção…”
    Navio de Patrulha agora virou “fragata pequena”… é dose pra mamute. O “tecnicismo” de nossa imprensa “especializada” consegue se superar a cada dia…
    Bobagens à parte, ninguém pode criticar a Marinha por tentar… acordo com a França… acordo com a Itália… acordo com o Reino Unido… a estratégia da MB parece ser aquela do joguinho “batalha naval”: algumas tentativas vão dar “água”, mas de tentativa em tentativa acaba acertando um submarino (4 + 1), umas fragatas, uns NaPaOc, um porta-aviões…
    A União Européia está toda no vermelho. Parece que a MB está sabendo explorar esse fato, e usando-o em benefício próprio para conseguir melhores equipamentos e melhores condições. Agora é ver pra crer.
    Sorte da Marinha que ninguém do Planalto (ainda) apadrinhou esse ou aquele fornecedor… e enquanto isso o FX-2 pode virar 3, 5, 99…
    Quem viver, verá…

  12. OK Esdras, obrigado.

  13. PREPAREM OS NOSSOS BOLÇOS.

    Brasil irá comprar navios patrulha do Reino Unido,da Itália,provavelmente da Ucrânia e provavelmente da França.

    OBS:
    Não sou contra ao reaparelhamento das nossas forças armada,más que vai doer no bolço,vai.

  14. lucena :
    PREPAREM OS NOSSOS BOLÇOS.
    Brasil irá comprar navios patrulha do Reino Unido,da Itália,provavelmente da Ucrânia e provavelmente da França.
    OBS:
    Não sou contra ao reaparelhamento das nossas forças armada,más que vai doer no bolço,vai.

    É o preço da liberdade, aliás, nada na vida e de graça, nem a vida. Sds.

  15. È senhores; diz o velho deitado rssss quem muito escolhe com o pior se apega, não sei mais o que teremos francesas, italianas ou inglêsas, sobrará as maravilhosas santa Maria ,Pinta e Nina, tenham certeza disto, quanto ao subn esperemos pra 2030 e olhe lá.

  16. Bom noticia, agora cabe as autoridades que tem obrigação moral e legal de cumprir esse plano levarem sua execução ate o fim, sem que ele seja abandonado, como tantos outros causando grandes prejuízos ao país.

  17. É bom construir logo esses navios (hehehe)..a Petrobrás Cbbou de estimar que a jazida de Libras, sozinha, equivale a tudo o que o Brasil possuía de petróleo até 2001.

    “Libra, sozinha, pode ser uma jazida igual a tudo o que o nosso país possuía em 2001. Pode, junto com Tupi, representar o aumento em 100% de nossas reservas.”

    http://www.tijolaco.com/26262

    abraços a todos

  18. ops! “Cbbou” = acabou

  19. lucena :
    PREPAREM OS NOSSOS BOLÇOS*.
    Brasil irá comprar navios patrulha do Reino Unido,da Itália,provavelmente da Ucrânia e provavelmente da França.
    OBS:
    Não sou contra ao reaparelhamento das nossas forças armada,más que vai doer no bolço*,vai.

    Melhor em armamento, do que em mansão pra político corrupto.

    *BOLSO.

  20. O texto começa falando que a Marinha do Brasil planeja a construção….
    Há muito tempo eu venho lendo isso que ela planeja , mas só fica nisso planejando;
    tá igual a FX-2 que há muito tempo se planeja. Não seria melhor ao inves de planejar ela construir ou então comprar?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: