Articles

Cientista americano é acusado de tentar vender segredos nucleares

In Conflitos, Geopolítica, Inteligência e Espionagem on 18/09/2010 by E.M.Pinto Marcado: , ,

https://pbrasil.files.wordpress.com/2010/09/fbi_1.png?w=300

Alessandra Corrêa

Da BBC Brasil em Washington

Um cientista americano e sua mulher foram presos e acusados formalmente nesta sexta-feira de ter passado informações confidenciais sobre armas nucleares a um agente do FBI que fingiu ser do governo venezuelano.

Pedro Leonardo Mascheroni, de 75 anos, um argentino naturalizado americano, e sua mulher, a americana Marjorie Roxby Mascheroni, 67 anos, foram presos por agentes do FBI (a polícia federal dos Estados Unidos) na manhã desta sexta-feira em sua residência no Estado do Novo México.

Segundo o Departamento de Justiça dos Estados Unidos, ambos foram acusados formalmente “por comunicar informações confidenciais relacionadas a armas nucleares a uma pessoa que eles acreditavam ser um agente do governo da Venezuela”.

Entre as 22 acusações contra o casal está também a de “conspirar para participar do desenvolvimento de uma arma atômica para a Venezuela”.

Logo após a prisão, o casal foi levado a um tribunal federal na cidade de Albuquerque. Caso sejam considerados culpados, eles poderão ser condenados à prisão perpétua.

Governo da Venezuela

Em um comunicado distribuído nesta sexta-feira, o Departamento de Justiça americano esclarece que a acusação “não alega que o governo da Venezuela ou qualquer pessoa agindo em seu nome tenha tentado receber ou recebido qualquer informação confidencial”.

“Também não acusa integrantes do governo da Venezuela ou qualquer pessoa agindo em seu nome de qualquer infração”, diz o texto.

Mascheroni havia trabalhado como funcionário terceirizado para o laboratório nacional de Los Alamos, no Estado do Novo México, de 1979 até 1988. Sua mulher trabalhou no mesmo local de 1981 a 2010.

Segundo o Departamento de Justiça, o casal tinha acesso a informações confidenciais, inclusive a dados relacionados à fabricação e uso de armas atômicas, à produção de material nuclear especial e seu uso na geração de energia.

FBI

A prisão do casal ocorreu depois de uma investigação de mais de dois anos.

De acordo com a acusação formal, em 2008 Mascheroni manteve uma série de encontros com um agente do FBI que se fazia passar por um representante do governo da Venezuela.

Nesses encontros, Mascheroni teria dito que poderia ajudar a Venezuela a desenvolver uma bomba nuclear dentro de 10 anos.

O cientista também teria afirmado que, caso seguisse seu programa, a Venezuela poderia usar um reator nuclear secreto para produzir e enriquecer plutônio, além de outro reator para gerar energia nuclear.

“Durante esses encontros, Mascheroni supostamente pediu informações sobre como obter cidadania venezuelana e descreveu como esperava ser pago por seu trabalho confidencial para a Venezuela”, diz o Departamento de Justiça.

Mascheroni teria repassado ao agente do FBI um documento de 132 páginas com dados confidenciais sobre armas nucleares e teria pedido o pagamento de US$ 793 mil (R$ 1,3 milhão).

Fonte: BBC Brasil

Anúncios

12 Respostas to “Cientista americano é acusado de tentar vender segredos nucleares”

  1. ou seja, parece o cara estava na sua casa tranqüilo, e vai o FBI e lhe oferece trabalhar para a Venezuela,
    isso é legal?
    o argentino não pode processar o FBI por incitação ao delito?

  2. Caro Milton Brás Cabral, você não é o único que fica indignado com os métodos de investigação das polícias americanas, e a explicação jurídica disto é que o Estado não pode fomentar as ações ilícitas de seus cidadãos, prática odiosa e proíbida no Brasil, impressionante é que eles se orgulham disso, coisas de um país que cada vez se torna mais neurótico com seus cidadãos. Abraços.

  3. Claudio :
    Caro Milton Brás Cabral, você não é o único que fica indignado com os métodos de investigação das polícias americanas, e a explicação jurídica disto é que o Estado não pode fomentar as ações ilícitas de seus cidadãos, prática odiosa e proíbida no Brasil, impressionante é que eles se orgulham disso, coisas de um país que cada vez se torna mais neurótico com seus cidadãos. Abraços.

    Isso é q é democracia, o resto e papo furado. Sds.

  4. putzz. agora arrumaram uma desculpa pra invadir a venezuela.kkkk

  5. A farsa continua, através da imprensa de gração em geração. O que um cientista iria ganhar vendendo um segredo de uma farça para um governo Venezuelano? Só tupiniquin para acreditar. Eles lançam uma farça e o PIG reproduz como verídica…Orson Welles ja havia testado a teoria de que nada melhor do que as lavadeiras, digo a imprensa, para esparamarem um boato. O mundo dos que sofreram lavagem cerebral acredita em tudo que o primeiro mundo diz.

  6. Com 513 bilhões de barris de petróleo prontos para serem extraídos (e os EUA podem sustentar os custos dessa extração), daqui a pouco o Tio Sam afirma (veementemente) que a Venezuela possui armas de destruição em massa…

    Estamos de olho…

  7. Aonde está o Chavinho pra ‘interceder’ pela alma deles?
    É, corram para as colinas, os Americanos vem vindo ai !

  8. Que asno, muita burrice… e por tão pouco,,, Imaginem se não fosse do FBI, nesses casos acho correto q a CIA incite os cientistas ao crime e se eles cederem devem pagar… Não se trata de um delito qualquer, é bomba atômica nas mãos de um ditador…

  9. o FBI está com a razão, todos os que não são americanos são potenciais terroristas… Aliás, todos os que dominam a tecnologia nuclear podem traí-los um dia, pois têm o conhecimento e podem partilhá-lo… Aliás, apoio também para que investiguem todos os seus cidadãos, pois vai que existam traidores… Nossos primos do norte estão a cada dia mais paranóicos!!!

  10. VAMOS VER SE EU ENTENDI.

    Se amanhã um agente do FBI,se passando por alguém do governo brasileiro;poderia ser de qualquer país, quiser comprar alguma informação sobre armas nuclear americana e este corrupto assim vender,qual seria o crime do Brasil nisso tudo?
    Aí o Tio Sam,pede desculpa,depois é claro,de nos destruir.-rsrsrs
    É um bom motivo para qualquer especulação do governo americano,…né.
    Calúnia e difamação,foi assim que começou a invasão no Iraque.

    É muito conveniente,…,não é!

  11. Nada de invasão ..EUA mande um comando para matar o Chavez… simples.

  12. O FBi investiga um argentino naturalizado americano sobre venda de segredos nucleares aos venezuelanos… rs
    Meus deus será que o povo americano não vê este teatro…
    Querem intimidar a população para aumentar a repressão…
    Ainda para colocar o povo venezuelano sob uma ainda hipotética suspeita…
    A invasão a Venezuela não tarda… Falta um pretesto…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: