Articles

Brasil deve fomentar cooperação e evitar controvérsias com a China, dizem analistas

In Geopolítica on 21/09/2010 by E.M.Pinto

https://i1.wp.com/2.bp.blogspot.com/_9fNKRyQxUNw/TFKr0MfVIiI/AAAAAAAAFrU/gqZrI98QpTU/s1600/china+dragon.jpg

Sugestão: Gérsio Mutti

Marina Wentzel

De Bangcoc para a BBC Brasil

O resultado da eleição presidencial no Brasil não deverá afetar a relação comercial do país com a China, que deverá ser mais de cooperação do que de competição, afirmam analistas brasileiros e chineses ouvidos pela BBC Brasil.

De acordo com analistas, os laços comerciais e políticos entre o gigante do Oriente e o Brasil continuarão se fortalecendo, independentemente de quem seja eleito para o Palácio do Planalto.

Para Rodrigo Maciel, consultor da empresa Strategus, baseada em Pequim, “uma ruptura da política atual não acontecerá de forma alguma”.

Já o presidente do Conselho Empresarial Brasil-China, o embaixador e ex-ministro Sérgio Amaral, “o fortalecimento da parceria entre Brasil e China é o caminho natural”.

Interdependência

O intercâmbio comercial entre os dois países praticamente quadruplicou de 2004 a 2009, saltando de US$ 9,15 bilhões para US$ 36,1 bilhões ao ano. Esse avanço elevou o país asiático à posição de principal parceiro comercial do Brasil.

Os investimentos chineses em território brasileiro também estão em alta, com a entrada de pelo menos US$10 bilhões neste ano.

De acordo com o professor brasilianista Jiang Shixue, que leciona na Academia Chinesa de Ciências Sociais (Cass, na sigla em inglês), ainda que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva não consiga fazer seu sucessor, o novo governo do Brasil muito dificilmente retrocederá em “todos os avanços conquistados na política externa nos últimos oito anos”.

Livre entrada

A controvérsia quanto ao futuro da relação entre os dois países é gerada pela natureza dos investimentos chineses – que se destina, em grande parte, a garantir o acesso do país a recursos naturais brasileiros.

Acordos como a compra das minas de ferro da Itaminas pela mineradora chinesa ECE, por US$ 1,2 bilhão, inquietam parte do empresariado brasileiro, que se queixa da falta de reciprocidade.

As leis chinesas, afirmam, não permitem que empresas brasileiras fechem acordos significativos para explorar matéria-prima em território chinês.

Os chineses são seletivos com o capital que entra lá. Eles não aceitam todo tipo de investimento. Passada a eleição, seria de se pensar se o mesmo deveria acontecer aqui.

Sérgio Amaral

Outros negócios, como a participação de 40% da petrolífera Sinochem no campo de Peregrino, localizado na Bacia de Campos, e o projeto de US$ 300 milhões da Chongqing Grain Group para a plantação de soja de exportação no Nordeste brasileiro, acabam corroborando junto a muitos essa percepção negativa.

Em declarações recentes à imprensa, o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Benjamin Steinbruch, questionou a livre entrada do capital chinês no Brasil.

“A China comprar reservas de minério no Brasil, sendo ela o principal cliente do país, precisa ser considerado de forma diferente. A China é uma força no mundo. A partir do momento que ela tenha o domínio sobre a matéria-prima, sendo a maior consumidora de minério, ela pode tirar os outros do jogo”, disse Steinbruch ao jornal O Estado de S. Paulo.

“Os chineses são seletivos com o capital que entra lá. Eles não aceitam todo tipo de investimento. Passada a eleição, seria de se pensar se o mesmo deveria acontecer aqui”, avaliou Sérgio Amaral.

Briga

Os analistas ouvidos pela BBC, no entanto, concordam que ainda é cedo para se prever se o futuro governo do Brasil alimentaria um confronto entre Brasil e China.

“Duvido que algum futuro presidente venha a comprar essa briga dessa forma. Não dá pra simplesmente para se proibir a entrada de investimento chinês”, apostou o consultor Rodrigo Maciel.

“Teria que se proibir o investimento estrangeiro por setor, mas será que o Brasil tem capital suficiente para tocar sozinho os grandes investimentos que estão em curso na área de mineração?”, questionou.

Segundo o brasilianista Jiang, a relação de comércio e investimento entre o Brasil e a China é na sua essência “igualmente proveitosa para ambos os lados”, o que justifica uma postura conciliatória por parte dos candidatos.

Os candidatos a presidente são “inteligentes o suficiente para entender a importância da China e não fariam nada que pudesse colocar em risco esse volume de comércio e investimento”, diz Maciel.

“O fato é que a Ásia continuará sendo o motor de crescimento da economia mundial”, analisa Zhou. “E isso não poderá ser negado por nenhum dos candidatos.”

Fonte: BBC Brasil

Anúncios

11 Respostas to “Brasil deve fomentar cooperação e evitar controvérsias com a China, dizem analistas”

  1. O cliente sempre tem razão, temos de formar parceria, td vão ganhar. Sds.

  2. Olha aí o perigo da China.

    Ela envolve e amarra seus parceiros. Ou este ciclo é quebrado ou em 10 anos estaremos completamente dependentes da China. Por que não forçamos os Chineses a terem um parceiro brasileiro para o negócio. É a lei da reciprocidade e eles não poderiam reclamar.

    Não se enganem ao achar que nós precisamos dos Chineses. Na verdade eles precisam de nós. Se criamos barreiras para proteção de nossas matérias-primas eles vão fazer oque?

    Parar de comprar Minério de ferro, petroleo e soja do Brasil?

    Claro que não. Isso arrebentaria com a economia deles. Ou vocês acham que eles correriam o risco de passar por uma crise alimentar ou de matéria-prima?

    Não esqueçam do caso da Vale do Rio Doce que sofreu uma tentativa de lobby por parte das siderúrgicas Chinesas e simplesmente disse que não venderia ao minério no preço dos Lobbystas. Sabe o que aconteceu? Eles abriram as pernas.

    O Brasil tem que ser mais malicioso nas suas relações internacionais.

    Se a China não quiser investir no Brasil a Europa e os EUA querem.

    A política Chinesa é uma política de gafanhotos. Eles não querem promover o crescimento querem promover a exploração até a exaustão.

  3. É obvio que não podemos rejeitar os investimentos chineses, mas também é óbvio que não podemos deixar que os chineses e quem quer que seja tomar conta de um veio mineral no Brasil. Sempre o governo brasileiro tem de ter participação ativa e de veto. Não podemos fazer o que vínhamos fazendo com os EUA e os Europeus que compravam as coisas e depois agiam de maneira que só eles tinham o poder de decidir o que fazer com o que compraram aqui no Brasil. Nossas riquezas devem sim ser controladas pelo governo, vende-las sim, mas não a qualquer custo e sem controle. Este caso específico das minas de ferro sendo compradas pelos chineses é lógico que é uma maneira que a China encontrou de manipular os preços do minério a seu favor, isto prejudicaria as nossas mineradoras de maneira irreversível por longas décadas, a menos que o Brasil tenha algum dia força militar para reverter o processo.
    Todo o cuidado é pouco para que amanhã não tenhamos mais um setor comercial do Brasil colonizado por algum país.
    Já temos alguns exemplos que hoje estão dando dor de cabeça, é o caso do NIÓBIO, que os estrangeiros vão lá e pegam o que querem e nós ficamos só olhando, sem poder fazer nada, por causa de contratos suspeitos e que precisariam ser revistos imediatamente… o caso do NIÓBIO é gravíssimo…não se vê repercussão a altura da gravidade, nem aqui na internet, onde estão os baluartes defensores do Brasil? Onde se escondeu a mídia que adora fazer denuncia? Onde estão os guardiões da imprensa que adoram alaridos?
    Todos vem aqui e em varias paginas da internet pedir que o governo compre de uma vez os famosos caças para a defesa do Brasil, mas esquecem que muitos componentes destes aviões, mísseis e foguetes que estão querendo são fabricados com o NIÓBIO que sai do país a preço de banana, e depois voltam nas mercadorias a preço de ouro.

  4. O preço do ferro é fixado aos chineses por 3 mineradoras que dominam o mercado.

    A última vez foi há uns meses e aumentaram acho que um 100% o algo assim, e os chineses ficaram malucos, assim que é de esperar eles comprar qq mina de ferro que se lhes ofereça.
    Como você colocou Fernando, e mais, tem muito minério que sai de contrabando, nem paga impostos. Argus desta vez discordo um pouco, como fala o Invincible, chineses são importantes para a geopolítica brasileira, mas na economia, são um perigo.
    Acho eles já aportaram as duas campanhas a da Dilma e a do Tucano, como fazem nos EUA.

  5. “As leis chinesas, afirmam, não permitem que empresas brasileiras fechem acordos significativos para explorar matéria-prima em território chinês”. – matéria prima é exatamente o que vem buscar – entendo como uma nova forma de colonialismo.

  6. Acordos como a compra das minas de ferro da Itaminas pela mineradora chinesa ECE, por US$ 1,2 bilhão, inquietam parte do empresariado brasileiro, que se queixa da falta de reciprocidade.

    “As leis chinesas, afirmam, não permitem que empresas brasileiras fechem acordos significativos para explorar matéria-prima em território chinês.”

    “Os chineses são seletivos com o capital que entra lá. Eles não aceitam todo tipo de investimento. Passada a eleição, seria de se pensar se o mesmo deveria acontecer aqui.”
    —————————————–

    Assim como os chineses, todos os países que tem força, independência, consciência nacional… procedem assim, defendem o que é seu! inclusive países Europeus e EUA.

    Esta na hora de o Brasil aprender defender e valorizar seus recursos/ativos naturais, da exploração predatória de moldes coloniais. Isto deve ser feito através de leis e regulamentações que sejam efetivamente cumpridas e especialmente através de uma mudança desta mentalidade de curtissimo prazo, que só enxerga o lucro imediato e em nome dele , empresários e políticos abrem alegremente as pernas…sem isto, não vai adiantar ter 5.000 mi caças de 5ª geração e 600 subs nucleares + 1 milhão de bombas atõmicas

  7. “Brasil deve fomentar cooperação e evitar controvérsias com a China, dizem analistas”
    ———————————-

    Discordo, para defender seus interesses , o Brasil não deve se intimidar frente a eventuais controvérsias.

    Europa, EUA, China… todos são importantes , más como diz o ditado:” ninguém é insubstituível”.

    O único país que é insubstituível para nós, brasileiros…É O BRASIL!

    E as riquezas e recursos naturais, que são parte do patrimônio indissolúvel deste Brasil, ainda estão aguardando serem possuídas, de fato, por esta nação.

  8. Ja repararam que nosso governo ta sempre xiando do comercio Chines e da intransigencia Americana.Da Russia eles não xiam nada.Porque heim?PÇorque tem Cosaquinhas dançando Mamuska de nine saia e botinha de pele de urso polar la na casa dos Marajas…Sabem onde é essa residencia né!

  9. Em outras palavras: o Brasil deve começar a morrer de medo da China desde já???

    Devemos é começar uma política de contenção, explicitar nossas diferenças e valorizar nossas tradições, natureza, recursos naturais e nossa democracia.

    Fora com os GAFANHOTOS!!!

  10. Calma amigos…Tem um montão de alarmistas de plantão ai escrevendo balbozeiras.então os Chineses são os novos vampiros né e como sempre os Americanos os bonzinhos né…Eles compram de nós tudo o que precisam e pagam.Se se instalam em nosso pais com comercios e industrias,quantos extrangeiros fazem o mesmo aqui?Tem o eixo do mal né e o motor do mal?O motor do mal é esse EUA-UK-ISRAEL…Ai vão dizer que sou antiamericano antisionista e que não gosto da Rainha.Tenho parentes nascidos nos EUA e muitos outros naturalizados.Ja lhes avisei estão la porque querem e eu continuo aqui na verdadeira democracia dormindo e sonhando com tchutchucas enquantos eles sonhm que estão sendo atacados…Solte um punzinho no metro de New York e veras a esteria,infartos e desmaios pensando tratar-se de ataque quimico.Quem não deve não teme e vive tranquilo.

  11. Rodrigo :
    Em outras palavras: o Brasil deve começar a morrer de medo da China desde já???
    Devemos é começar uma política de contenção, explicitar nossas diferenças e valorizar nossas tradições, natureza, recursos naturais e nossa democracia.
    Fora com os GAFANHOTOS!!!

    RODRIGO para botar-mos os gafanhotos para fora deste pais não sobrariam aqueles para fazerem isso…Os lobos nos manipulam de todos os jeitos.Com alarmes,com chantagens e ate com argumentos embasados em nossas crenças.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: