Articles

Jornal do México pede orientação a traficantes em editorial

In Segurança Pública, Terrorismo on 21/09/2010 by E.M.Pinto

https://i2.wp.com/blogvecindad.com/imagenes/2010/09/DarylCagleMexicanFlag.jpg

O principal jornal de Ciudad Juarez, cidade no norte do México, publicou um editorial em que se dirige diretamente aos traficantes que atuam na região, perguntando a eles o que pode ou não ser publicado sobre o conflito entre eles e o governo mexicano sem que a publicação resulte em violência.

O texto, intitulado O que vocês querem de nós?, diz queos jornalistas de El Diario são “comunicadores, não adivinhos” e pede explicações dos criminosos para que o jornal pare de “pagar tributo com a vida” de seus profissionais.

Clique aqui para ler

Segundo o diretor do jornal, Osvald Rodríguez, a decisão de falar diretamente com os traficantes foi tomada depois da morte do estudante de fotografia Luis Carlos Santiago, 21, na última quinta-feira, por um grupo de criminosos.

O estudante trabalhava para o jornal e é o segundo jornalista de El Diario a ser assassinado por traficantes. Um estagiário que estava com ele, Carlos Sanchez, também foi atacado e permanece internado.

A Comissão Nacional de Direitos Humanos do México diz que mais de 60 jornalistas foram assassinados na última década em todo o país e 11 estão desaparecidos desde 2006.

´Não somos adivinhos´

O editorial descreve os chefes do tráfico como “autoridades de fato” em Ciudad Juarez, já que os governantes instituídos legalmente não conseguiram evitar a morte de seus colegas.

Entretanto, o jornal ressalta que o editorial não representa “uma rendição”, mas sim “uma trégua para com quem impôs a força de sua lei nessa cidade”.

Falando à BBC, Osvaldo Rodriguez disse que os jornalistas não pediram pela guerra que está acontecendo no México.

Rodríguez disse ainda que o veículo “busca a verdade”, mas pode considerar o fim da cobertura da guerra contra o tráfico para proteger os seus repórteres. “Nenhuma história vale a vida de alguém”, afirmou.

Escalada de violência

Ciudad Juárez é cenários de alguns dos mais violentos confrontos entre o narcotráfico e o governo mexicano, que experimentaram um rápido crescimento no norte do país nas últimas semanas.

Grupos de oposição dizem que uma operação do governo de perseguição aos cartéis, que começou há cerca de 3,5 anos, não fez nada para acabar com o fluxo de drogas em direção aos Estados Unidos.

Mais de 28 mil pessoas morreram em crimes relacionados ao tráfico desde que o presidente Felipe Calderón deu início a uma campanha do exército contra os cartéis em 2006.

O El Diário também criticou no editorial a atuação do governo do presidente Felipe Calderón na proteção dos habitantes de Ciudad Juarez, afirmando que ele, “para conseguir a legitimação que não obteve nas urnas, se meteu em uma guerra contra o crime organizado sem conhecer a dimensão do inimigo nem as conseqüências que este confronto poderia trazer ao país.”

No entanto, Felipe Calderón defendeu sua política, dizendo que o crescimento da violência é um sinal de que os cartéis estão ficando desesperados.

Nota do Blog

Continue financiando o tráfico, logo logo este serviço personalizado estará disponível ai na sua cidade, para seus familiares e amigos.

Seus filhos e netos agradecerão.

E.M.Pinto

Fonte: BBC Brasil

Anúncios

11 Respostas to “Jornal do México pede orientação a traficantes em editorial”

  1. para chegar a esta situação … falência completa …. dos orgãos de segurança … imagino o lixo de política pública que existe lá.

    pqp … a mídia sendo pautada por traficantes… só falta adicionarem ‘conscientemente’.. ‘pó’.. na merenda escolar…

  2. Agradeçam ao Tio Sam…O México derreteu depois da política neo liberal e do NAFTA.. Isso é uma lição aos capachos de plantão que amam tudo o que vem dos EUA como a verdade absoluta..

  3. culpar a situação do México acusando os EUA…rsrsrs… santa ignorância batman..rsrsrs

    em breve Cuba e Venezuela também serão culpa dos EUA…rsrsrs.

  4. So falta isso,a sociedade implorar ao narco-trafico…Tem é de passar o rodo neles todos…La é pior que aqui.aqui a burguesia prefere ouvir tiroteios ao longe e seus filhos e filhas se prostituindo drogados do que o confronto…É uma guerra…Ou nós acabamos com eles ou eles acabão com as sociedades.

  5. xtreme :culpar a situação do México acusando os EUA…rsrsrs… santa ignorância batman..rsrsrs
    em breve Cuba e Venezuela também serão culpa dos EUA…rsrsrs.

    XTREME…Em parte o governo Americano é culpado sim…Por não conseguir evitar o fluxo de drogas a seu pais e não evitar o contrabando de armas ao narcotrafico.E mais,a sociedade Norte-Americana é quem banca o narcotrafico dando seus dolares em troca de verem tudo colorido…ÉH NOISSSS

  6. E uma questao de amadurecimento tanto da populacao com boa educacao mas tambem dos orgaos institucionais do pais. Nos EUA antes de se firmarem com um judiciario forte, em 1970 com o RICO Act,(ver google) os criminais tambem tinham uma certa “impunidade”, nao completa, mas aquela igual a que existe atualmente no Brasil e que se perdeu no Mexico de uns 4 anos para ca; Judiciario pra quebrar o galho, por nao ter melhores palavras. Eles prendem alguns aqui e acola mas no fundo a bandidagem faz o que quer. Reforma judiciaria esta com 20 anos de atraso no Brasil, e precisamos urgentemente de algo parecido com o RICO Act. Se a temos nao a usamos muito bem.

    Os EUA tem suas culpas com o caso mexicano no que tem a ver com o trafico de armas na fronteira com o Mexico. Ai entra a politica interna no quesito controle de armas, porque se alguem e familiar com as leis dos EUA, cada partido tem uma idea diferente como proceder quanto ao porte de armas.Um quer mais controle e outro quer tudo desregulado, sem leis contra a compra de armas; neste caso o Texas.
    No caso brasileiro as leis brasileiras sao ridiculas quanto ao porte de armas. Uma idiotice sem fim. Uma pessoa honesta e trabalhadora nao pode ter uma arma, mas desde quando este controle preveniu um bandido de comprar o que quiser; ate foguete compra com dinheiro.

  7. carlos :
    Texas.No caso brasileiro as leis brasileiras sao ridiculas quanto ao porte de armas. Uma idiotice sem fim. Uma pessoa honesta e trabalhadora nao pode ter uma arma, mas desde quando este controle preveniu um bandido de comprar o que quiser; ate foguete compra com dinheiro.

    NÃO MISTURA AS COISAS NÃO AMIGO…Ja pensou a nossa população despreparada portando armas de folgo?Ja não basta o alto nivel de assassinatos que temos?Infelizmente temos é gente demais portando armas nas ruas e legalmente….EX:Guardas de presidio,Bombeiros (vão apagar incendios a bala),Salvavidas,pessaos do meio judiciario e etc etc etc….Aquele que porta arma de fogo em via publica é policia e se não é policia é bandido como bandido deve ser tratado e responder.Se o bandido tem armas é porque nos falta controle e eficaz prevenção.Armas do nosso narcotrafico são Israelenses,Americanas,Russas,Chinesas,Alemãs,Argentinas e sua maioria e na minoria Nacionais com a maior parte vendida legalmente e retornando como contrabando ao Brasil.è pequeno o numero de armas nacionais desviados….Ta brabo chamo o BOPE que a CAVEIRA resolve.Caveira que é caveira não amarela e não compactua.Caveira passa é o rodo…EH NOIIIIISSSSS BRAAAÇO….

  8. Isso provavelmente dá boas idéias tanto para os traficantes cariocas e paulistas quanto para a imprensa e o governo. Em breve veremos coisa parecida por aqui, pode escrever…

  9. O México chegou onde está dizendo amém para tudo que o Tio Sam queria, implantando uma política neoliberal de abertura do mercado irrestrita, etc.. Resultado, quebraram a cara, o erro foi dos mexicanos por terem acreditado nas lorotas gringas!

  10. 1maluquinho :

    xtreme :culpar a situação do México acusando os EUA…rsrsrs… santa ignorância batman..rsrsrs
    em breve Cuba e Venezuela também serão culpa dos EUA…rsrsrs.

    XTREME…Em parte o governo Americano é culpado sim…Por não conseguir evitar o fluxo de drogas a seu pais e não evitar o contrabando de armas ao narcotrafico.E mais,a sociedade Norte-Americana é quem banca o narcotrafico dando seus dolares em troca de verem tudo colorido…ÉH NOISSSS

    Estava assistindo o replay da entrevista da espanhola radicada no México sobre as razões do crescimento dos narcotraficantes: Pura miséria.O baixo poder aquisitivo dos sálarios, bem mínimo mesmo, e os altos lucros da empresas dentro do país. O meu medo e o mesmo começar ocorrer aui no BRASIL, onde a miséria e uma constante…q o México abra os olhos dos nosso ávaros políticos. Sds.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: