Articles

ONU critica investigações de Israel e Hamas sobre guerra em Gaza

In Conflitos, Defesa, Geopolítica, Segurança Pública, Terrorismo on 21/09/2010 by E.M.Pinto

https://i0.wp.com/www.cbc.ca/gfx/images/news/photos/2009/01/03/gaza-bomb-cp-6039006.jpg

Um relatório da ONU, divulgado nesta terça-feira, acusa Israel e o grupo islâmico Hamas de não conduzir investigações confiáveis sobre as acusações de crimes de guerra cometidos durante a ofensiva israelense em Gaza, entre 2008 e 2009.

O relatório, do Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas, critica Israel e o Hamas por suposta falta de imparcialidade e de esforço em responder às acusações levantadas por apurações anteriores.

Os autores do documento recomendam que o tema seja transferido ao Tribunal Penal Internacional, em Haia (Holanda).

A ofensiva de três semanas, iniciada por Israel em resposta ao lançamento de foguetes do Hamas em território israelense, deixou ao menos 1,4 mil palestinos e 13 israelenses mortos.

Relatório Goldstone

Os dois lados já haviam sido criticados em relatório do juiz sul-africano Richard Goldstone, designado pela ONU para investigar a ofensiva.

Em outubro de 2009, a ONU endossara o chamado Relatório Goldstone, que pedia que as acusações de crimes de guerra fossem levadas a Haia caso israelenses e palestinos não investigassem o ocorrido na ofensiva, de forma independente e minuciosa, num prazo de seis meses.

Goldstone criticara Israel por ter usado “força desproporcional com o objetivo de humilhar e aterrorizar” a população de Gaza.

Já o Hamas, que controla a faixa de Gaza, foi criticado pelo uso de foguetes contra cidades israelenses, sem fazer distinção entre alvos civis e militares.

Na época, Israel questionou a imparcialidade do documento e se disse “comprometido em agir em completo acordo com a lei internacional”, prometendo “examinar qualquer alegação de delito por parte de suas forças”.

O país não é signatário do tratado que criou o Tribunal Penal Internacional.

Fonte: BBC Brasil

Anúncios

6 Respostas to “ONU critica investigações de Israel e Hamas sobre guerra em Gaza”

  1. (Miriam Alster/European Pressphoto Agency)

    Judeu ultra-ortodoxo oculta o rosto ao carregar uma galinha quinta-feira (16) no bairro de Mea Shearim, em Jerusalém.

    Ele vai participar do ritual Kaparot, que, segundo a crença, transfere os pecados do arrependido (ou tshuva) para a inocente ave.

    Como se vê, as religiões monoteístas guardam muito ainda das práticas do paganismo e do pensamento mágico, embora garantam se constituir como um patamar superior do supra-sensível.

    Esse tipo de gente —- é que sustenta politicamente o protofascismo que predomina hoje no governo de Israel.

    Se a moda pega, vai faltar galinha no mercado israelense.

    *(Texto do blog Diário Gauche)

  2. Wi :
    (Miriam Alster/European Pressphoto Agency)
    http://farm5.static.flickr.com/4087/5012183583_e977b5a781_b.jpg
    Judeu ultra-ortodoxo oculta o rosto ao carregar uma galinha quinta-feira (16) no bairro de Mea Shearim, em Jerusalém.
    Ele vai participar do ritual Kaparot, que, segundo a crença, transfere os pecados do arrependido (ou tshuva) para a inocente ave.
    Como se vê, as religiões monoteístas guardam muito ainda das práticas do paganismo e do pensamento mágico, embora garantam se constituir como um patamar superior do supra-sensível.
    Esse tipo de gente —- é que sustenta politicamente o protofascismo que predomina hoje no governo de Israel.
    Se a moda pega, vai faltar galinha no mercado israelense.
    *(Texto do blog Diário Gauche)

    Falou e disse, são os ultraordoxos quem manda nos SSioniSStras.São os q escravizam os pobres dos Palestinos. Sds.

  3. Israel agiu em legitima defesa em Gaza. Se os terroristas nao lançassem os kassan nao haveria ofensiva israelense.

  4. -JACÓ SEM TETO?

    O governo de Israel está ficando isolado, encurralado em um beco sem saída.
    Se não abrirem os seus olhos gananciosos,serão novamente convidados a se retirarem, a questão é, ir para onde?.

  5. lucena :-JACÓ SEM TETO?
    O governo de Israel está ficando isolado, encurralado em um beco sem saída.Se não abrirem os seus olhos gananciosos,serão novamente convidados a se retirarem, a questão é, ir para onde?.

    E quem vai destruir ISrael meu caro? O Irã? Sinto te dizer mas é mais fácil Israel transformar o Irã em um aterro que o inverso. E quem está ficando a cada dia mais encurralado e isolado é sim a teocracia medieval iraniana, em que pese a(frustrada) incondicional e inflamada defesa da mesma por tipinhos como Idi Amin Chávez e Evo Cocales, além é claro da nossa diplomacia amadora, bolivariana, palanqueira e ideologizada.

  6. Pessoalmente, nas circunstancias atuais, não acredito em ameaça a existência de Israel.

    Aliás, Israel amplifica e se utiliza destas supostas “ameaças a sua existência”, para prosseguir com sua política de anexação de território palestino.

    E dentro de um contexto maior, no Oriente Médio, estas “ameaças a existência de Israel” são justificativas para politicas militares/expansionistas de Israel/EUA/OTAN, como é o caso da invasão do Iraque e das constantes pressões e ameaças ao Iran…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: