Articles

Emirados Árabes Unidos estão preparados para comprar aeronaves de combate do Brasil

In Aviões de Combate, Aviões de Transporte, Aviões de Treinamento, Defesa, Negócios e serviços on 22/09/2010 by E.M.Pinto

Sugestão: Darkman

A aeronave de ataque leve Super Tucano é um dos pontos principais da negociação entre os Emirados Árabes Unidos e o Brasil durante visita do Ministro da Defesa Nelson Jobim no país do Oriente Médio.

Os Emirados Árabes Unidos e o Brasil estão negociando um acordo de cooperação de grande escala na área de defesa que poderá ver os Emirados adquirindo aeronaves de transporte e ataque leve fabricadas no Brasil.

Dentro de duas semanas, o Brasil vai apresentar uma proposta de acordo para os Emirados, e para isso desenvolve “um acordo de cúpula entre os dois países sobre a cooperação no campo militar”, disse o Ministro da Defesa Nelson Jobim aos jornalistas nessa terça-feira.

“Nós colocamos na mesa todas as possibilidades de cooperação entre os dois lados. Essa foi uma negociação franca e transparente,” ele disse.

O acordo é centrado na venda de aeronave de ataque leve turbohélice Super Tucano e na contribuição no desenvolvimento da aeronave de transporte KC-390, bem como em programas de treinamento para os oficiais brasileiros e dos Emirados.

Uma vez que os Emirados revisem o acordo, os membros dos dois países colaborarão nas suas especialidades. Jobim disse que espera que o negócio possa ser assinado dentro de dois meses depois do esboço.

O Brasil é um dos grandes exportadores de armas, tendo sido listado entre as maiores nações negociadoras de armas, assinando acordos avaliados em US$7,2 bilhões no ano passado, de acordo com um recente relatório do Congresso dos EUA.

Outro ponto em negociação é a parceria no desenvolvimento da aeronave de transporte KC-390 da Embraer, que possui vários países já envolvidos.

O acordo com os Emirados poderá representar a primeira significativa exportação de armas do Brasil para o Golfo desde os anos 80, quando a indústria de defesa sofreu um grande revés no final da Guerra Irã-Iraque. O Brasil foi um grande fornecedor de armas para o regime de Saddam Hussein na época.

Um peça central do negócio é o KC-390, uma aeronave de transporte projetada pela fabricante brasileira Embraer, que pode transportar 21 toneladas de carga. Seus primeiros dois protótipos devem ficar prontos em 2014 e 2015, e devem estar disponíveis no mercado a partir de 2018.

O Brasil espera preencher a lacuna que será deixada pelas aeronaves C-130 Hercules de mais de 50 anos de operação. Jobim estima que 1.500 aeronaves de transporte C-130 fabricadas nos EUA devem ser retiradas de operação entre 2018 e 2020.

Um parte principal de qualquer acordo potencial inclui convidar as companhias dos Emirados para criar parcerias ou se unir no desenvolvimento de projetos com os fabricantes de defesa do Brasil com o objetivo de “criar uma capacidade nacional na indústria de defesa”, disse Nelson Jobim.

“As autoridades dos Emirados mostraram um interesse em participar, em desenvolver, e programar o KC-390″, disse Jobim.

Mustafa Alani, um especialista de segurança do Centro de Pesquisas do Golfo, em Dubai, disse que os Emirados poderiam utilizar a aeronave de transporte para expandir sua ampla rede de missões humanitárias.

“As forças dos Emirados estão aumentando o movimento e a participação em missões de paz, então eles precisarão de aeronaves de transporte versáteis”, disse Alani.

Ele adicionou que a tendência em contratos de defesa agora envolve ter uma “dimensão local”, a qual é a razão porque a parceria é um importante componente de qualquer acordo.

Os Emirados também mostraram interesse no Super Tucano, uma aeronave leve de combate fabricada no Brasil. Jobim disse que a aeronave poderia ser ideal para as operações de contra-insurgência bem como para manter a segurança nas fronteiras e no combate ao tráfico de drogas.

Jobim disse que os detalhes de quantas aeronaves os Emirados vão adquirir ou do valor monetário de tal acordo ainda não foi detalhado, e a decisão sobre as encomendas poderá apenas ser feita após serem realizados os trabalhos conjuntos entre os dois países.

As aeronaves “deverão cumprir as especificações e exigências da Força Aérea dos Emirados Árabes Unidos”, ele disse.

Fonte: The National – Tradução: Cavok

Anúncios

31 Respostas to “Emirados Árabes Unidos estão preparados para comprar aeronaves de combate do Brasil”

  1. very good
    mister Jobim

  2. O nosso Super tucano é mesmo imbatível em sua categoria. Vejo sua linha de montagem em atividades por muitos anos. O mundo contra-insurgentes voa Super Tucano e seguramente certos de resultados satisfatórios.

  3. E por essa que eu acredito cada vez mais que o super hornet seguido pelo gripen ng serão escolhidos pelo Brasil.Não se esqueçam que esses aviões utilizam turbinas e outros componentes americanos

  4. jakson almeida:
    descordo, acho que esses acordos podem indicar uma
    aprocimação do projeto Rafale. Almejando desemvolvemento de futuras
    tecnológias para o vetor.
    O que ambos estão procurando e força a França a ceder mais tecnológia
    ou redução de preços ou ambos.
    Mesmo não que seja somente uma leitura dos fatos sem informação especial
    e totalmente pacivel de erro.

  5. Concordo com você, jakson. Pelo visto os rafales dançaram!

  6. Existe um distanciamento visivel entre Sarkozy e o Lula desde a cúpula da Amazônia.

  7. Descordo de você Jackson os Rafales venceram !

  8. TEndo em vista que recentementemente os EUA emitiram um RFI para a Boeing, e também pelo teor da entrevista do Gen Silvy, fica evidente que o Rafale está perdendo a concorrência no EAU. Entretanto eu não dividaria que Mr. Jobim, a pedido dos desesperados franceses, tenha tentado convencer os árabes a insistir no Rafale com a promessa de que iriam rachar o desenvolvimento do mesmmo. Contudo, árabe não é besta e, podendo pagar menos por capacidades que o Super Hornet já possui, certamente declaram da proposta….mas espero que o Brasil desista da Jaca e opte pelo F/A-18 E/F também.

  9. Parem de criar factóides!!!

    A visita pode até tratar de caças, mas o ponto central e vender o que produzimos aqui!!!

    Jakson se realmente as coisas caminharem pela politicagem e teoria da conspiração que você tanto anuncia em sua postura, certamente voaremos de J-XX

  10. bem é esperar para ver né, me parece que vai ser anunciado depois das eleiçoes.

  11. Luiz9medeiros :
    Parem de criar factóides!!!
    A visita pode até tratar de caças, mas o ponto central e vender o que produzimos aqui!!!
    Jakson se realmente as coisas caminharem pela politicagem e teoria da conspiração que você tanto anuncia em sua postura, certamente voaremos de J-XX

    O rafale ja perdeu na Índia,Brasil e Emirados não fica triste não, compra um CD da Carla Bruni a unica coisa que presta na França,ah é mesmo ela e italiana.HAHAHAHAHA!!

  12. Deonde tiraram este valor de exportação citado na reportagem?

  13. Nelson :Descordo de você Jackson os Rafales venceram !

    Teriam vencido se não fosse a desastrada declaração do presidente no dia 07/07/2009

  14. Eu acho que nos teremos,Rafale e o NG. O certo é diversificar,quem mais tranferir
    tecnologi: ai podemos padronizar,depois…

  15. Vocês são o maior barato, sério! Transformam em “tiroteio FX” noticias que não tem nada a ver com o futuro (?) caça brasileiro, hahahahah!
    Brincadeiras a parte, não deixa de ser uma boa noticia. Vou fazer uma previsão aqui vai! Se os EAU comprarem os dois modelos, serão 24 Super Tucano e 9 KC-390! Puro chute, mas espero que aconteça, independente das quantidades. Vai “engrossar” mais ainda a carteira de venda dos dois modelos.

  16. Parabéns a Embraer.
    E que o FX tem haver com essa historia… pelo amor de deus!!

  17. carl94fn :
    Parabéns a Embraer.
    E que o FX tem haver com essa historia… pelo amor de deus!!

    TUUUUUUUUUUUUDO.Se o Brasil quer vender o KC-390 assim como o Super Tucano que empregarão(KC-390) e empregam(Super Tucano)turbinas e outros componentes americanos o Brasil vai ter que saber negociar pra garantir os itens em questão, portanto tudo esta ligado em ações comerciais.

  18. AS VENDAS DE SUPER TUCANOS E KC 390 PARA OS EMIRADOS ARABES EU CREIO COMO QUASE CERTAS , O QUE E BOM TODO MUNDO QUER E ESTA FALACIA DE SUPER HORNET EM VEZ DE RAFALES EU CREIO QUE SEJA IMPOSSIVEL OU QUASE PARA ISSO ACONTECER OS YANKES TERIAM QUE FAZER ULGUMA COMPRA MUITO ESPETACULAR DO TIPÓ 500 SUPER TUCANOS 200 KC 390,ISTO TODOS NOS SABEMOS E IMPOSSIVEL POIS DO BRASIL ELES SO QUEREM E SE APOSSAR DA NOSSA AMAZONIA VERDE E AZUL.

  19. Saudações caro E.M.Pinto e demais amigos,

    logo que li esta matéria me veio uma questão, que até agora ninguém abordou : sendo a aviônica do Super Tucano israelense, seria aceita pelos EAU, ou teria que ser trocada por uma americana, por exemplo ?

  20. Salve Baqueiro
    Creio que Israel e os EAU não terão problemas com isso, não creio que haverá problemas em ceder os sistemas para eles.
    Porém creio que já passou da hora do Brasil desenvolver um motor tipo PT-6 do qual tem centenas senão milhares voando no Brasil, além de desenvolver aviônica própria justamente para oferecer um produto próprio e evitar constrangimentos.
    Sds
    E.M.Pinto

  21. E.M.Pinto :Salve BaqueiroCreio que Israel e os EAU não terão problemas com isso, não creio que haverá problemas em ceder os sistemas para eles.Porém creio que já passou da hora do Brasil desenvolver um motor tipo PT-6 do qual tem centenas senão milhares voando no Brasil, além de desenvolver aviônica própria justamente para oferecer um produto próprio e evitar constrangimentos.SdsE.M.Pinto

    Amigo,

    não sei se deixei claro, o que me refiro é o problema de um país árabe receber equipamentos israelenses ( o velho conflito árabe-judeu ).

  22. Fx-2, até neste tópico?

    O FX-2 está sendo tratado com a paixão de torcedores, com cada um torcendo pelo seu time…

    Independente do vencedor, torço para que o Brasil marque um golaço no FX-2!

    Um vídeo sobre os comentaristas do Fx-2:
    (Para descontrair…”E quem não sonhou em ser um piloto de caça?…”)

  23. O F-18 “super marimbondo” não tem chance na disputa.O Brasil fechou com a França um pacote completo e bem amarrado.Fechou um acordo de submarino,”jacas voadoras”,e aviões de transporte(nosso Kc-390).Qualquer compra do Brasil que não seja o Rafale irá gerar retaliações por parte dos Franceses em todos esses projetos.Aí seria adeus submarino nuclear brasileiro,adeus helibrás e seu heli 100% nacional e por aí vai.Quanto o embargo americano aos itens que compõem o super tucano eu não me preoculpo, uz americanu são tão bonzinhos com a gente. Eles jamais fariam esse tipo de coisa para prejudicar nosso comércio com os Árabes.Aliás esse estória de boicote americano é puro papo furado.
    Que eu me lembre eles só vetaram a venda do super tucano para a venezuela mas fazer o quê?

  24. Uma coisa muitos se esqueceram de comentar: do jeito que as coisas vão indo, e com o país vendendo cada vez mais no mundo, em breve nosso “novo” Airbus A-319 ficará pequeno…

    Campanha: Quero um A-380 como FAB-01!!!

    PS – E muitos criticaram a Presidência da República pela aquisição do Airbus e dos dois Embraer 190… Complexo de vira-latas é difícil de curar…

    =)

  25. E.M., acredito que a questão levantada pelo Baqueiro é bem pertinente, pois nem sensores de alarme (IVP) de origem Israelense, são aceitos em Embaixadas de países árabes aqui no Brasil.

    Preferem Canadenses (made in China) e outros…

  26. Uma coisa é importante lembrar!!!!!!Se esse acordo realmente ser fechado!!!!!!
    Dependendo do número de aeronaves a serem adquiridas!!!!!Temos que dar o devido respeito ao ministro Jobim!!!!!!!!Pois quando ele é enviado como representação da nossa indústria de defesa!!!!!!!!Ele pelo mesmos faz o negócio acontecer!!!!!
    Prefiro ele ainda ministro da defesa até no próximo governo!!!!!Não conheço alguém para ocupar esse cargo melhor que ele no momento!!!!!!!!!

  27. jakson almeida:
    O rafale ja perdeu na Índia,Brasil e Emirados não fica triste não, compra um CD da Carla Bruni a unica coisa que presta na França,ah é mesmo ela e italiana.HAHAHAHAHA!!

    companheiro kkk… aqui só um milagre pra não dar Rafale
    mas veremos vou guarda esse seu comentario ;-)

  28. Tem alguma coisa errada nesse trexo do texto. ( O Brasil é um dos grandes exportadores de armas, tendo sido listado entre as maiores nações negociadoras de armas, assinando acordos avaliados em US$7,2 bilhões no ano passado, de acordo com um recente relatório do Congresso dos EUA.) Não seria , O Brasil é um dos grandes IMPORTADORES de armas? o que exportamos para chegar á esse valor???
    ou estamos melhor do que pensamos e as informações são confidênciais, ou tem erro mesmo rsrs
    Que saia logo esse ETERNO-X, todo mundo já sabe desde que o Brasil começou a sondar e fazer acordos com os Franceses, que seria o RAFALE ( quem sabe não apelidado na FAB de ARCANJO, devido ao ARCANJO RAFAEL, que em francês acredito eu, ser RAFALE. rsrs)

  29. Wi,
    Realmente… se tornou uma batalha de torcidas com pessoas destorcendo fatos e a criação de sentimentos anti-enfim incríveis…

    Eu já havia comentado sobre as torcidas e o ressentimento que o futebol causou em alguns, o mais interessante é o vira-casaquismo de uns que antes defendiam o Gripen com unhas e dentes por ser um projeto promissor e usavam argumentos de que o Rafale era um avião velho e escolhem agor as “cores” de uma aeronave em tese ainda mais velha, ademais…
    O sentimento de torcida chegou até a promover blogs dando “parabéns” a um dos concorrentes em tom de ironia, mal se lembrando que o concorrente que tanto lobby por lá tinha é não mais do que 2 anos mais “novo” enfim…

    Triste é ver os factóides que são criados, a vontade de não mais comentar conscientemente e trazer única e exclusivamente discórdia e espizinhamento ao ambiente de discussão…

    Mas a tragédia é que moramos em um país livre e democrático… E as liberdades individuais garantem que fóruns de discussão se transformem em pinico devido a posições com pouco ou nenhum embasamento e fortemente calcada em fatos criados, bem na doutrina Goebbles…
    Ao menos isso me faz entender por que hoje eu perdi meu tempo acompanhando um julgamento no STF que deveria ser útil… Mas não terminou.. Aí entendo, afinal pessoas que deveriam ter reputação ilibada estão mais interessadas em criar a sem-vergonhice nesse país…

    Até na dita “blogosfera” é assim

  30. Jakson

    Não concordo Rafale e SH não devem te ligação nenhuma com essas compras diferente das relações coma Índia, mas o tempo dirá.

    sds

    acaba logo FX!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: