Articles

Governo aumenta participação na Petrobras; entenda a capitalização

In Energia, Geopolítica on 24/09/2010 by E.M.Pinto

https://i1.wp.com/www.csmonitor.com/var/ezflow_site/storage/images/media/images/2010/0802-weekly/0802-opetrobras-oil-rig-brazil-deep-sea/8372330-1-eng-US/0802-OPETROBRAS-oil-rig-BRAZIL-DEEP-SEA_full_600.jpg

Fabrícia Peixoto

De Brasília para a BBC Brasil

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse nesta sexta-feira que o processo de capitalização da Petrobras permitiu ao governo brasileiro ampliar sua participação na companhia de 40% para 48%.

Depois de meses de expectativa do mercado, a empresa realizou nesta quinta-feira o maior processo de capitalização já realizado no Brasil e um dos maiores do mundo, assegurando um montante de cerca de R$ 120,4 bilhões.

A operação de venda dos papéis colocou a companhia brasileira no 2º lugar entre as maiores petroleiras do mundo, atrás apenas da americana Exxon Mobil. A empresa estava em 4º lugar.

Os analistas de mercado que acompanham os papéis da Petrobras consideraram a capitalização um “sucesso”, com forte procura pelas ações, inclusive por investidores estrangeiros.

O resultado, segundo eles, mostrou que os investidores “têm grandes expectativas” sobre o futuro da companhia, apesar das incertezas quanto à exploração do petróleo em águas profundas.

A BBC Brasil preparou uma série de perguntas e respostas para ajudar você a entender o processo de capitalização.

O que é uma capitalização e para que serve?

A capitalização (ou aumento de capital) é um processo comum entre as companhias de capital aberto que por algum motivo precisam de mais recursos.

Uma alternativa à capitalização, por exemplo, seria o endividamento, buscando verbas do sistema bancário. Em alguns casos, no entanto, a empresa pode não achar conveniente aumentar seu nível de dívida.

No caso da capitalização, a empresa coloca novas ações à venda no mercado. O capital arrecadado com a venda desses papéis dá fôlego para novos investimentos.

Segundo o diretor da Faculdade de Administração da Faap, Tharcisio Santos, em geral a capitalização ocorre em um ambiente “favorável” aos negócios daquela companhia.

“Quando a empresa tem um projeto muito bom, com potencial de retorno elevado, a chance de arrecadar mais dinheiro na capitalização é maior”, diz.

Por que o governo decidiu capitalizar a Petrobras?

Uma das cinco maiores companhias petrolíferas de capital aberto do mundo, a Petrobras sempre teve projetos de investimentos significativos. Esses planos ganharam ainda mais força com a descoberta do pré-sal.

A necessidade de investimentos até 2014 é de US$ 220 bilhões, de acordo com estimativas da própria companhia.

Ao mesmo tempo, a empresa brasileira – que já vinha acelerando seus investimentos – está tendo de lidar com uma alta dívida, que chegou a R$ 118,4 bilhões em junho.

O valor equivale a 34% do patrimônio, o que está muito próximo do teto estipulado pela empresa, que é de 35%.

Sem poder se endividar mais, a empresa optou pela capitalização.

O que é a cessão onerosa?

Como principal acionista da Petrobras, o governo federal teria de desembolsar uma grande quantia de dinheiro para participar do aumento de capital da empresa, na proporção de sua participação acionária.

Em vez de lançar mão desse montante, o que seria inviável do ponto de vista fiscal, governo decidiu usar outro tipo de moeda: o petróleo da camada pré-sal, que pertence à União e ainda não explorado.

A ideia é que o governo ceda cinco bilhões de barris de petróleo à Petrobras, que em troca entregará ao governo títulos da dívida pública, por sua vez recebidos da União durante o processo de capitalização.

O resultado dessa operação é que o governo poderá manter (ou até ampliar) sua participação no capital da Petrobras sem gastar dinheiro ou títulos públicos.

Como foi feita a capitalização?

Diante da emissão de novas ações da Petrobras, tanto o governo como os acionistas minoritários puderam adquirir os papéis. Em tese, todos puderam manter a participação que tinham na companhia.

Os novos papéis foram oferecidos primeiro aos acionistas minoritários. Se eles adquirissem toda a parte colocada à sua disposição, poderiam continuar mantendo sua mesma participação na Petrobras.

O comparecimento dos investidores foi alto, segundo analistas de mercado. Estima-se ainda que 400 mil pessoas físicas tenham participado do processo de aumento de capital.

Por que a operação foi criticada?

Entre especialistas, há consenso de que a Petrobras não teria como realizar os investimentos previstos com seu próprio capital – mesmo porque, a empresa não teria esse dinheiro em caixa.

Com o endividamento no limite, muitos consideram a capitalização a única saída. O que tem sido motivo de críticas é a forma como o aumento de capital está sendo conduzido.

Uma delas diz respeito a uma interferência “excessiva” do governo em uma empresa que, apesar de ser controlada pela União, tem suas ações negociadas em bolsa – e portanto, precisa prestar contas ao mercado.

“Existe uma relação entre o governo e a empresa que, na minha opinião, não é saudável”, diz Amaral.

Outro ponto de polêmica é a definição do preço do barril para a cessão onerosa. Coube ao Presidente da República definir o valor do barril, sendo que o governo é um dos principais atores no processo de capitalização, o que para muitos analistas configura um conflito de interesse.

Por fim, especialistas ainda questionam a cessão de milhões de barris de petróleo que ainda não foram explorados. Um dos receios é de que os poços escolhidos pelo governo acabem revelando ter menos óleo do que o inicialmente estimado.

Por que as ações da Petrobras caíram tanto ao longo do ano?

Desde o início de 2010, as ações da Petrobras já caíram 20%, o que representa uma perda de quase US$ 50 bilhões no valor de mercado da companhia.

Mas com o processo de capitalização sendo confirmado, as ações voltam a mostrar sinais de recuperação.

De acordo com Weber Amaral, professor da Fundação Instituto de Administração (FIA), a desvalorização ao longo do ano está ligada a dois fatores.

Um deles é o vazamento de óleo da BP no Golfo do México, que despertou a desconfiança dos investidores sobre a segurança das explorações profundas – o que se aplica à camada pré-sal.

O segundo fator está ligado à capitalização. “Diante do adiamento da operação e de incertezas quanto ao preço do barril e outras questões ligadas à nova legislação, os investidores acabaram fugindo dos papéis da Petrobras”, diz Amaral.

Fonte: BBC Brasil

24 Respostas to “Governo aumenta participação na Petrobras; entenda a capitalização”

  1. Fugindo dos papeis da Petrobrás??? tem nada a ver, chama-se especulação!! As grandes empresas ja haviam calculado que a Petrobrás mais cedo ou mais tarde,, graças as descobertas do Pré Sal e outras, como em Angola por exemplo, faria uma capitalização massiva, e assim espalharam no mercado que o incidente no golfo do méxico era um problema para os títulos da Petrobrás pois ela deveria aumentar os custos para se adequar as medidas de segurança, pois ela trabalha no mar… e as ações que caíram um pouco… e ainda que iriam mudar a lei sobre exploração e direito do petróleo e isso significava que deveriam correr dos títulos o no mínimo reduzir a quantidade em seu possesso, e etc… e caíram mais um pouquinho…

    Fazem tudo isso com os “especialistas” que dão entrevistas na mídia especializada, como o Wall Street Journal, ou a a Bloomberg, que eu sigo constantemente e vejo o quanto mentem sobre o mercado… e assim os títulos caem, e os grandes compram eles a baixo preço, um pouquinho de cada vez… e agora que abriram a capitalização todos caem matando encima dos títulos da Petrobrás e é cada um por si, quem pode mais leva mais quem pode manos leva menos, a coisa não para e o frenesi esta por todo lado… e salve-se quem puder !!!

    E eu que comprei em março um lotesinho delas estou tranqüilo, nesta eu não tinha de onde tirar um pouco de líquidos e fiquei de fora, mas se vender aquelas que eu tenho daqui algum tempo quem sabe eu ganhe uns 2-3%, é pouco mas já é alguma coisa… hehe

  2. Boa jogada do governo, estamos recuperando o que o entreguista tinha dado pros estrangeiros. Agora falta pouco, proxima jogada é as telecomunicações. Depois é só comprar a Casa Branca e demolir aquele museu velho….ehehehehe.Yanksófilos de plantão estão esperando que seja aprovada a lei que permite gay nas forças estadunidenses…aí eles vão mandar as “gurias” invadir a Amazônia….ehehe

  3. Sim,o governo deveria estatizar todas as empresas grandes,e tambem as telecomunicações,a empresa claro tornou se muito popular e rendeu muito dinheiro,quem foi que deixou ela entrar aqui?pelo que eu sei é mexicana,o Brasil tinha que ser socialista na minha opnião,tomar posse das empresas,mas já é uma boa estratégia do governo.

  4. Gostei da matéria!

  5. ehehe…como tem radical…ehehe.
    Bem meu amigo E.M.Pinto esse é meu ultimo comentário por aqui….to tendo trabalho demais e não vou mais postar meus comentários…acho uma bom site esse seu e te desejo que que melhores ainda mais.
    Adios amigo…até algum dia!!!!!!!!!!

  6. por isso que nao entrei nesta onda……vai cair.. e ficar mais interessante…..

    aprendi com a ultima ‘capitalizaçao”… ;)

    ps. tubarão so entra na festa quando o sangue ja se espalhou … rsrsrsrs

  7. Se e bom p o BRASIL, então tá legal.Vamos nessa,avante Brasucas.Sds.

  8. E já pensaram se não houvesse Monopólio na área petrolífera, com certeza já teríamos mais petróleo do que todos os outros.

    Lembrem-se os maiores produtores de petroleodo Mundo, os EUA, não têm esse monopólio.

  9. Grande abraço
    Fernando, obrigado pela participação e volte sempre que quiser.
    sucesso
    E.M.Pinto

  10. Salve Fernando.
    Não havia lido o seu post quanto a AL e Unasul agora li.
    bem em geral concordo consigo apenas acho que nosso governo gasta tempo e oportunidade esperando que nossos vizinhos hajam de boa fé, e de fato não é isto que estamos recebendo em troca, concordo que o tempo poderá sanar estes problemas mas a verdade é que os peixões estão chegando se não estivermos unificados e coesos em breve seremos fatiados.
    Sds
    E.M.Pinto

  11. AGORA É A SEGUNDA MAIOR PETROLEIRA DO MUNDO!
    Que notícia bacana, não?!
    Agora se fosse uma notícia negativa sobre a Petrobras, teriam alguns “nacionalistas” aproveitando para denegrir a imagem da mesma.
    Viva o Brasil!!!

  12. Vinicius :
    Sim,o governo deveria estatizar todas as empresas grandes,e tambem as telecomunicações,a empresa claro tornou se muito popular e rendeu muito dinheiro,quem foi que deixou ela entrar aqui?pelo que eu sei é mexicana,o Brasil tinha que ser socialista na minha opnião,tomar posse das empresas,mas já é uma boa estratégia do governo.

    É lamentável ver que ainda existem pessoas que pensam dessa maneira.Já ficou mais que provado que o modelo econômico socialista não funciona!!! a URSS quebrou, e a China só é uma potência hoje porque abraçou o capitalismo. O Brasil recebe dinheiro estrangeiro justamente por ser um país mais equilibrado que seus vizinhos, se por ventura o país começar com essas nacionalizações “tomando de volta o que foi entregue”, logo viraremos uma Venezuela da vida, se bem que acho que muita gente aqui gostaria disso.

  13. A Bolsa Paulista transformou-se nesta sexta na segunda do mundo em valor de mercado.

    “Segundo o presidente da bolsa paulista, o valor de mercado da BM&FBovespa agora é 25% maior do que a soma das bolsas de Nova York, de Londres e da Nasdaq. Pinto informou que, antes, a Bovespa ocupava a terceira posição nesse ranking.”

    No evento na bolsa participaram Mantega Lula e Gabrielli.
    O presidente da bolsa é de sobrenome Pinto, mas não sei se é o mesmo que o editor do Plano Brasil.

  14. A Bolsa de Sampa é só superada pela de Hong Kong:

    Brazilian stock exchange becomes world’s second largest in market value
    http://www.chinadaily.com.cn/xinhua/2010-09-25/content_919206.html

  15. No ranking de empresas de todo tipo, Petrobras seria a quarta depois de Exxon, Petrochina e Apple.
    Acho que talvez seja a terceira entre as petroleiras.
    No ranking a primeira europeia aparece na posição 12(Nestlé).

  16. A própria imprensa brasileira jogou do lado do bandido. As empresas de mídia têm interesse neste processo e jogaram deliberadamente todas as fichas numa tentativa de baixar o máximo possível as ações da Petrobrás. A idéia era atacar a capitalização e levantar dúvidas sobre a empresa, fazendo as ações caírem, aí eles compravam os papéi com preço lá embaixo e vendiam na alta, quando a verdade fosse restabelecida.

  17. Leandro Mendes :

    Vinicius :
    Sim,o governo deveria estatizar todas as empresas grandes,e tambem as telecomunicações,a empresa claro tornou se muito popular e rendeu muito dinheiro,quem foi que deixou ela entrar aqui?pelo que eu sei é mexicana,o Brasil tinha que ser socialista na minha opnião,tomar posse das empresas,mas já é uma boa estratégia do governo.

    É lamentável ver que ainda existem pessoas que pensam dessa maneira.Já ficou mais que provado que o modelo econômico socialista não funciona!!! a URSS quebrou, e a China só é uma potência hoje porque abraçou o capitalismo. O Brasil recebe dinheiro estrangeiro justamente por ser um país mais equilibrado que seus vizinhos, se por ventura o país começar com essas nacionalizações “tomando de volta o que foi entregue”, logo viraremos uma Venezuela da vida, se bem que acho que muita gente aqui gostaria disso.

    Melhor ficar assim como é, participação do estado na empresa, e deveria fazer como na China mesmo, o estado ter participação em todas as empresas de energia, agua, minérios e transportes operantes no país, igual fazemos com a Petrobrás,BB, Furnas, etc, aqui… la na china uma empresa como a FIAT ou Volks, não podem chegar e abrir uma fabrica, o governo considera o setor de transportes estratégico, assim como os outros campos que citei, e assim as multi-nacionais devem abrir uma “Joint-Venture” com empresas chinesas que possuem por sua vez uma parte de capital estatal… pelo manos é assim que os meios de comunicação especializada explicam a coisa, aconselhando como fazer investimentos no país.

    Não é como aqui onde pregam o capital como absoluto, é uma espécie de meio a meio… mas não em todos os setores, somente destes que falei.

    Valeu!!

  18. Sera que e possivel saber quanto capital estrangeiro foi aplicado ? Porque no caso da Vale o pessoal jura que o fundo de acoes do Banco do Brasil seja o maior acionista !!!! Coitados !!! doce ilusao!!!Nunca ouviran falar de citi bank ,jp morgan , hsbc etc. E esse pessoal ainda jura de pe junto que nos somos os donos.E mole? Entao pergunto aos seguintes: sera que correremos um risco de num futuro perdermos o controle da Petrobras e talves isso ja seja uma armacao para tal?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: