Articles

Brasil e Emirados Árabes vão assinar amplo Acordo de Defesa

In Defesa, Geopolítica on 25/09/2010 by E.M.Pinto

https://i0.wp.com/www.defesanet.com.br/yy/md/uae/jobim_uae_2_m.jpg

De acordo com o Gulf News, o Brasil apresentará um acordo preliminar aos Emirados que servirá de base para uma negociação mais abrangente entre os dois países de cooperação militar, venda de equipamentos, aeronaves de transporte e aviões leves de combate, treinamento de oficiais dos Emirados, troca de observadores em exercícios militares e a possibilidade de investimentos árabes na indústria bélica brasileira.

O jornal destacou a visita do ministro de Defesa, Nelson Jobim, que se reuniu com diversas autoridades militares e políticas do país árabe esta semana.

Antes de deixar o país, o ministro brasileiro concedeu uma entrevista coletiva no saguão do aeroporto de Dubai.

“Quando eu voltar ao Brasil, enviarei em 15 dias a base do acordo entre nossos países que servirá como projeto do amplo acordo de cooperação no campo militar”, disse Jobim aos jornalistas.

Saddam

Segundo noticiou o Gulf News, Jobim declarou que espera que o acordo final seja apresentado em dois meses, antes da posse do novo governo brasileiro, em janeiro do ano que vem.

O ministro brasileiro também disse que o acordo era parte de uma iniciativa do Brasil de se tornar internacionalmente reconhecido na indústria militar, citou o diário.

Outro jornal, o The National, de Abu Dhabi, disse que “o acordo, se assinado, representaria o grande avanço significativo para a indústria bélica do Brasil no Golfo Pérsico, desde a queda nas vendas ao final da Guerra Irã-Iraque (1980-1988), quando o ex-líder iraquiano Saddam Hussein era um grande comprador de armas do Brasil”.

Aviões da Embraer

O negócio está centrado na venda de aviões leves Super Tucano e contribuições para o desenvolvimento do avião de transporte de cargas e tropas KC-390, ambos fabricados pela Embraer.

O The National citou o ministro Jobim enfatizando o interesse do governo dos Emirados Árabes em adquirir o KC-390 e o Super Tucano.

“As autoridades dos Emirados mostraram interesse em participar no projeto e programação do KC-390”, destacou Jobim, de acordo com o jornal.

O KC-390 pode transportar até 21 toneladas de carga e tropas em regiões distintas como a Antártica e o Amazonas. O avião é projetado para reabastecimento em voo, missões de procura e resgate e evacuação médica.

Os primeiros dois protótipos estarão prontos em 2014 ou 2015 e estariam disponíveis no mercado por volta de 2018.

O ministro Jobim, segundo o The National, falou da esperança do Brasil em preencher o vácuo no mercado que será deixado pelo avião de transporte C-130 Hércules, fabricado pela americana Lockheed Martin e que já está há 50 anos no mercado.

“Pelas nossas estimativas, cerca de 1.500 aeronaves C-130 terão que ser aposentadas entre 2018 e 2020”, declarou o brasileiro.

O jornal disse que Jobim não quis comentar o valor do avião da Embraer, mas citou fontes militares que estimavam o custo do KC-390 em cerca de US$ 50 milhões, menos que os entre US$ 60 milhões e US$ 70 milhões do C-130 Hércules.

Parceria

Jobim, segundo o Gulf News, disse que a principal parte do acordo entre Brasil e os Emirados incluia o convite a empresas árabes de entrar em projetos de parceria com empresas brasileiras como uma forma de “criar uma capacidade nacional na indústria de defesa”.

O The National citou, ainda, Mustafa Alani, especialista em segurança do Centro de Pesquisas do Golfo em Dubai, que enfatizou que os Emirados Árabes Unidos poderiam usar a aeronave de transporte brasileira para expandir seu leque de missões humanitárias.

“Os Emirados participam de várias missões de manutenção de paz e estão aumentando sua capacidade móvel, então eles precisam de aviãos de transportes versáteis”, explicou Alani ao jornal.

Alani destacou o interesse árabe no Super Tucano brasileiro, um avião de combate leve, que poderia ser ideal para operações de contra-insurgência, segurança de fronteiras e combate ao tráfico de drogas.

Fonte: Defesa@Net

12 Respostas to “Brasil e Emirados Árabes vão assinar amplo Acordo de Defesa”

  1. Meu comentário aqui é APENAS ESPECULAÇÃO OK. Imaginem se entrou na conversa um possível desenvolvimento de interesses comuns pelo Rafale…

  2. Helio, não creio que esta conversa não tenha ocorrido por lá, porém não sabemos se de fato tanto um quanto o outro se interessarão em levar adiante.
    Sds
    E.M.pinto

  3. How many defense agreemnents per month Brazil sign?!

  4. helioc2000 :
    Meu comentário aqui é APENAS ESPECULAÇÃO OK. Imaginem se entrou na conversa um possível desenvolvimento de interesses comuns pelo Rafale…

    São mt bemvindos ,antes dois q um, Sds.

  5. Frenchdude,
    Brazil is now in a new peocess off grothy of relantionship in Defese.
    Is our project to be a new word power!

  6. carlos argus :

    helioc2000 :
    Meu comentário aqui é APENAS ESPECULAÇÃO OK. Imaginem se entrou na conversa um possível desenvolvimento de interesses comuns pelo Rafale…

    São mt bemvindos ,antes dois q um, Sds.

    Só espero que nesse “amplo acordo de defesa”, como fala o ministro Jobim, não envolva também os 60 Mirage 2000-9, que os EAU precisam se desfazer para comprar os Rafales. Seria um triste anti-climax esse para a nossa FAB: Não vir os Rafales e sim Mirages de “segunda-mão”… :(

  7. creio que se os tópicos são na lingua portuguesa …

    no mesmo patamar deve ser os comentários.. senão em breve:

    所以我可以說中文

  8. Thiago Pires :
    Frenchdude,
    Brazil is now in a new peocess off grothy of relantionship in Defese.
    Is our project to be a new word power!

    É pode ser, + o BRASIL nessa nova ordem tem de ter poder militar, senão será player mediocre.Sds.

  9. fernando :olha o brasil comprando os 60 mirages 2000.9 dos emirados…pois vao sair com um preco bem camarada….espero que nao rsrsrs….

    Será… e eles estão vendendendo mesmo?
    Olha, gosto muito do mirage? se fosse comprar barato e juntar com os nossos aqui
    a Embrar fazer uma belo projeto de modificação ?? mas com radar bom…
    Gostei do projeto do F5 BR, mas do radar de 40 km… ai não… muito pouco…
    Algem sabe se seria possilvel a modernizar dos mirage 2000, e quantos o Brasil tem em serviço ???

  10. Extreme,
    你當然可以,如果你想講中文…
    但是,我們在這裡發表評論之前,誰 Россию

    Não existem impedimentos na língua que se posta, se o objetivo é comentar de forma consciente e engrandecer a discussão, inglês é um idioma mundial e intimidade da maioria dos leitores do blog, inclusive com artigos e textos citados em comentários por vários participantes sendo em inglês.
    O Rustam comenta em russo que é um idioma de muito mais difícil compreensão, mas hoje temos ferramentas para tradução rustica ao menos e permitindo o mínimo de entendimento com boa vontade.

    Creio eu que essa questão da língua é um ponto de bom censo, mas a sua reclamação será passada aos demais editores do blog.
    Solicito no entanto sua compreensão ao menos que temporária…

    Att,
    Carcará do Cerrado

  11. frenchdude007 :How many defense agreemnents per month Brazil sign?!

    The Brazilian way to make business is quite different from American way that because our way is based in balance and respect with another nation, we have many neighbours and peacefull coesistence.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: