Articles

“Mono Jojoy”, o sanguinário membro do secretariado das Farc

In Conflitos, Defesa, Geopolítica, Terrorismo on 25/09/2010 by konner7

https://i2.wp.com/doc.noticias24.com/1003/motomonojojpy.jpg

O líder da guerrilha das Farc, Victor Julio Suárez Rojas, conhecido como “Mono Jojoy” ou Jorge Briceño, será lembrado como um dos mais sanguinários comandantes insurgentes.

Jorge Briceño Suárez nasceu em 5 de fevereiro de 1953 em Cabrera, Cundinamarca. Atualmente era o comandante do bloco oriental das Farc, o comandante das operações militares e membro do secretariado do grupo guerrilheiro.

“Jojoy” era descrito pela União Europeia, pelos Estados Unidos e por organizações como a OEA e a ONU como um dos comandantes do grupo terrorista das Farc.

Briceño entrou para a guerrilha em 1975 como um guerrilheiro e, gradualmente, trilhou seu caminho até o comando do esquadrão, se tornando um membro do alto escalão do secretariado das Farc.

http://p1.trrsf.com.br/image/get?o=cf&w=301&h=401&src=http://img.terra.com.br/i/2010/09/23/1659188-7474-atm14.jpg“Mono Jojoy” (à esq.) era conhecido por sua habilidade de fugir das autoridades

Foto: AFP O líder guerrilheiro tinha pelo menos 62 mandados de prisão, 12 medidas de segurança, cinco condenações, dois pedidos de extradição e 25 investigações preliminares sob a acusação de tráfico de drogas, terrorismo, rebelião, homicídio com fins terroristas, sequestro, extorsão, entre outros.

Ele foi acusado de ter ordenado o sequestro de personalidades políticas, entre elas a ex-candidata presidencial Ingrid Betancourt, além do assassinato da família Turbay Cote, ocorrido a poucos quilômetros da zona desmilitarizada, aparentemente por iniciativa da própria Frente XIV das Farc.

Além disso ele foi acusado da morte dos missionários americanos Stephen Wells e Evert Timothy Van Dick e do ex-senador José Raimundo Sojo Zambrano. Se relacionam a “Mono Jojoy” os sequestros do ex-prefeito de Bogotá Julio César Sánchez e do industrial Carlos Upegui Zapata.

Chefe militar das Farc
“Mono Jojoy” também é conhecido como chefe militar das Farc. Por ordens suas foram realizados os mais sangrentos ataques contra civis e forças de segurança.

Era considerado como um dos guerrilheiros mais radicais da ala militar do grupo, pois deu a ordem para a demissão de prefeitos e funcionários de municípios da Colômbia, alertando que quem não se demitisse seria sequestrado ou executado.

Recentemente, o departamento de Estado americano havia oferecido uma recompensa de até US$ 5 milhões por informações que levassem à sua captura ou morte. Já o governo colombiano mantinha uma recompensa de um bilhão de pesos para a captura do líder guerrilheiro.

Fonte: Terra

8 Respostas to ““Mono Jojoy”, o sanguinário membro do secretariado das Farc”

  1. Neste exato momento ele deve estar prestando contas de seus feitos no caldeirão do inferno, junto ao Capeta…

  2. Ja vai tarde. Outro terrorista esuqerdista que nao vai fazer falta.

  3. O mundo ficará bem melhor sem ele. Só o que lamento é ele não ter ido antes…

  4. Foi vitima de uma tecnologia que hoje faz com que qualquer cidadão em qualquer parte do mundo possa ser rastreado e eliminado.E como atualmente não é o Estado que existe para os Homens e seu engrandecimento, e sim o inverso

  5. carlos :Ja vai tarde. Outro terrorista esuqerdista que nao vai fazer falta.

    Pois é, mas não nos esqueçamos que as farc é só uma manifestação do iceberg que se chama Colômbia. Acho engraçado que do Uribe e o papel dos paramilitares de direita assassinos e traficantes, ninguém fala. Ele, Uribe e outros direitistas de seu quilate, estes, sim, são tanto quanto perigosos, trouxe os yankees a nossas cercanias.
    Carlos, se o “terrorismos”que vc se refere for aquele baseado nos parâmetros estadunidense para tal classificação, tendo a ter outro parâmetro. Os yakees classificam de terrorismo aquilo que querem tencionam e sobrepor o seu interesses, não importa se no final os verdadeiros terroristas estejam a seu lado, não podemos ser ingênuos. Bom, mas não quero criar polêmica.

  6. Já foi tarde.

  7. Pois é, mas não nos esqueçamos que as farc é só uma manifestação do iceberg que se chama Colômbia. Acho engraçado que do Uribe e o papel dos paramilitares de direita assassinos e traficantes, ninguém fala. Ele, Uribe e outros direitistas de seu quilate, estes, sim, são tanto quanto perigosos, trouxe os yankees a nossas cercanias.
    Carlos, se o “terrorismos”que vc se refere for aquele baseado nos parâmetros estadunidense, para tal classificação, tendo a ter outro parâmetro. Os yakees classificam de terrorismo de acordo com aquilo que querem tencionar e sobrepor a aprtir do seu interesse estratégico, não importa se no final os verdadeiros terroristas estejam a seu lado, não podemos ser ingênuos. Bom, mas não quero criar polêmica.

  8. Barry :Já foi tarde.

    Muito, muito Tarde!!! No entanto foi!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: